Crise e falha de projetos de TI

Não sei se vocês leram, mas o Standish Group reportou um aumento no percentual de projetos que falharam no ano passado. Cerca de ¼ dos projetos falharam. 44% dos projetos foram categorizados como “ameaçados” (challenged), isto é, pecaram ou por maior gasto, ou por atraso ou por menos funcionalidades do que o previsto. No fim, 32% dos projetos foram considerados bem sucedidos. Em 2006, 35% foram considerados bem sucedidos, portanto, uma queda de 10%.

Não tive acesso ao relatório ainda, mas a reportagem http://www.computerworld.com.au/article/309383/recession_causes_rising_it_project_failure_rates indica que a crise afetou os projetos por terem ou menos recursos ou pela exigência de um filtro menos complacente, causando um aumento no corte dos projetos “ameaçados”. Faz sentido.

Hora de apostar em melhorias – este é sempre um bom investimento. Pessoal bem treinado, ferramentas e processos produtivos e boa gerência de projeto aumentam em muito a probabilidade de sucesso.

O que você, como arquiteto, está fazendo para modificar este quadro?

 

Abraços