Inicializar novos discos

Aplica-se a: Windows 10, Windows 8.1, Windows 7, Windows Server 2019, Windows Server 2016, Windows Server 2012 R2, Windows Server 2012

Se você adicionar um novo disco ao computador e ele não aparecer no Explorador de Arquivos, talvez seja necessário adicionar uma letra de unidade, ou inicializá-lo antes do uso. Somente é possível inicializar uma unidade que ainda não está formatada. Inicializar um disco apaga tudo contido nele e o prepara para uso pelo Windows, sendo posteriormente possível formatá-lo e, em seguida, armazenar arquivos nele.

Aviso

Se o disco já contiver arquivos que sejam importantes para você, não o inicialize, pois perderá todos os arquivos. Em vez disso, recomendamos você solucione problemas no disco para ver se é possível ler os arquivos. Consulte O status de um disco é Não inicializado ou o disco está ausente inteiramente.

Para inicializar novos discos

Aqui está como inicializar um novo disco usando o Gerenciamento de Disco. Se você preferir usar o PowerShell, use o cmdlet initialize-disk.

  1. Abra o Gerenciamento de Disco com permissões de administrador.

    Para fazer isso, na caixa de pesquisa na barra de tarefas, digite Gerenciamento de disco, selecione e mantenha o cursor (ou clique com botão direito) em Gerenciamento de disco e, em seguida, selecione Executar como administrador>Sim. Se não for possível abrir como um administrador, digite Gerenciamento do computador e, em seguida, vá para Armazenamento>Gerenciamento de disco.

  2. No Gerenciamento de Disco, clique com o botão direito do mouse no disco que você quer inicializar e clique em Inicializar disco (mostrado aqui). Se o disco estiver listado como Offline, primeiro clique duas vezes nele e selecione Online.

    Observe que algumas unidades USB não tem a opção de ser inicializada, elas apenas são formatadas e recebem uma letra da unidade.

    Disk Management showing an unformatted disk with the Initialize Disk shortcut menu displayed

  3. Na caixa de diálogo Inicializar disco (mostrada aqui), verifique para certificar-se de que o disco correto está selecionado e, em seguida, clique em OK para aceitar o estilo de partição padrão. Se for necessário alterar o estilo de partição (GPT ou MBR), consulte Sobre os estilos de partição - GPT e MBR.

    O status do disco altera brevemente para o status Inicializando e, em seguida, para Online. Se a inicialização falhar por algum motivo, consulte O status de um disco é Não inicializado ou o disco está ausente inteiramente.

    The Initialize Disk dialog box with the GPT partition style selected

  4. Selecione e mantenha o cursor (ou clique com o botão direito do mouse) no espaço não alocado na unidade e, em seguida, selecione Novo Volume Simples.

  5. Selecione Avançar, especifique o tamanho do volume (talvez você queira ficar com o padrão, que usa a unidade inteira) e, em seguida, selecione Avançar.

  6. Especifique a letra da unidade que você deseja atribuir ao volume e, em seguida, selecione Avançar.

  7. Especifique o sistema de arquivos que você deseja usar (geralmente NTFS), selecione Avançar e Concluir.

Sobre os estilos de partição - GPT e MBR

Discos podem ser divididos em várias partes chamadas partições. Cada partição, mesmo se você tiver apenas uma, deve ter um estilo de partição - GPT ou MBR. O Windows usa o estilo de partição para entender como acessar os dados no disco.

Tão fascinante como isso possa parecer, o resultado final é que hoje em dia, você normalmente não precisa se preocupar com o estilo de partição, pois o Windows usa automaticamente o tipo de disco apropriado.

A maioria dos PCs usa o tipo de disco GPT (Tabela de Partição GUID) para discos rígidos e SSDs. GPT é mais robusto e permite usar volumes maiores que 2 TB. O tipo de disco MBR (Registro Mestre de Inicialização), mais antigo, é usado por PCs de 32 bits, PCs mais antigos e unidades removíveis, como cartões de memória.

Para converter um disco de MBR em GPT, ou vice-versa, primeiro é necessário excluir todos os volumes do disco, apagando tudo que está armazenado no disco. Para obter mais informações, consulte Converter um disco MBR em um disco GPT ou Converter um disco GPT em um disco MBR.