MSDN Magazine Outubro 2011

MSDN Magazine Outubro 2011

Programação assíncrona:Programação assíncrona simplificada com o novo CTP do Visual Studio Async

Existem diversas técnicas diferentes de se obter uma interface do usuário responsiva em um programa que executa operações de alta latência, mas o fator de dificuldade disso é muito alto. A próxima versão do C# e do Visual Basic incluirá uma nova forma de fluxo de controle assíncrono que evita os perigos do multithreading e o desgaste de precisar escrever métodos de retorno de chamada. Eric Lippert

Programação assíncrona:Pausa e reprodução com await

Os métodos assíncronos nas próximas versões do Visual Basic e do C# são uma ótima maneira de tirar os retornos de chamada da sua programação assíncrona. Mads Torgersen analisa em detalhes a verdadeira função da nova palavra-chave await, partindo do nível conceitual para uma visão mais profunda. Mads Torgersen

Programação assíncrona:Desempenho assíncrono: compreendendo os custos de async e await

É muito fácil começar a escrever métodos assíncronos em C# e Visual Basic, mas você pode se deparar com custos de desempenho ocultos. Stephen Toub explora os prós e contras dos métodos assíncronos para fornecer um entendimento sólido de como eles são implementados nos bastidores e mostra parte dos custos mais sutis envolvidos. Stephen Toub

Segurança do LightSwitch:Protegendo o acesso a aplicativos do LightSwitch

O Visual Studio LightSwitch é um novo produto empolgante que ajuda os desenvolvedores a criar aplicativos de negócios com rapidez e facilidade. Este artigo explora o desafio de se proteger aplicativos de três camadas e descreve como os desenvolvedores podem usar os recursos de controle de acesso do LightSwitch para proteger seus aplicativos. Valerie Andersen, Matt Evans, Sheel Shah, Michael Simons

Programação em F#:Criando um modelo de projeto do VSIX em F#/C#

Incentive a reutilização e elimine as tarefas de configuração repetitivas e demoradas criando um modelo de projeto do Visual Studio Extension composto de um aplicativo Web ASP.NET MVC 3 em C# e de duas bibliotecas em F#. Dan Mohl

Silverlight:Aproveitando o poder da API do Dynamics CRM 4.0 do Silverlight 4

Criar aplicativos do Silverlight que podem interagir diretamente com o Microsoft Dynamics CRM 4.0 pode ser um desafio, mas aqui está uma pequena ajuda na forma de um passo-a-passo detalhado que mostra como fazer isso da forma certa. Mark Beckner

Desenvolvimento do SharePoint:Criando a arquitetura de informações no SharePoint 2010

Aprenda a usar os novos recursos de Gerenciamento de Conteúdo Corporativo do SharePoint 2010 para criar e implementar uma arquitetura de informações flexível para portais de publicação e gerenciamento de conhecimento voltados para a Internet. Shahram Khosravi

HTML5:Detecção de navegador e recursos

Hoje em dia, se você estiver criando um site, não vai querer simplesmente que ele tenha uma ótima aparência; você vai querer que ele se sobressaia por muito tempo. Isso significa que seu site precisa funcionar não apenas nos navegadores de hoje, mas também nas futuras versões. Este artigo apresenta dicas e melhores práticas que irão ajudá-lo a atingir essa meta. Sascha P. Corti

HTML5:Escrevendo um aplicativo Web JavaScript orientado a negócios

A Microsoft considera o HTML5 e o JavaScript essenciais para os desenvolvedores do Windows. Para ajudá-lo a aprender a escrever JavaScript pronto para ser colocado em produção, nós os orientaremos através da criação de um aplicativo de negócios básico. Frank Prößdorf, Dariusz Parys

Colunas

Nota do editor:Pensando sobre a programação assíncrona

A inclusão do suporte à programação assíncrona ao C# e ao Visual Basic marca a mais recente de uma série de importantes etapas evolutivas das principais linguagens de programação gerenciada da Microsoft.Michael Desmond

Cutting Edge:Objetos e a arte de modelagem dos dados

Os aplicativos de hoje são, com muita frequência, baseados em um único modelo de dados, afirma Dino Esposito. Ele discute as estratégias para lidar com situações nas quais vários modelos fornecem mais flexibilidade e ajudam a desenvolver aplicativos com mais camadas e mais robustos.Dino Esposito

Windows com C++:Cancelamento e limpeza do pool de threads

O cancelamento e a limpeza são problemas notoriamente difíceis de solucionar quando se trata de aplicativos multi-threaded. No entanto, o ambiente do pool de threads permite os grupos de limpeza, que tornam os objetos do pool de threads e os retornos de chamada mais gerenciáveis, como explica Kenny Kerr.Kenny Kerr

Previsão: nublado:O Barramento de Serviço do Windows Azure AppFabric: Tópicos

Com a atualização de junho do CTP do AppFabric, o Barramento de Serviço do AppFabric oferece agora os Tópicos, um novo recurso avançado de publicação e assinatura. Joseph Fultz mostra como essa nova tecnologia de mensagens pode ser usada para facilitar as verificações de inventário entre lojas.Joseph Fultz

Execução de teste:Estruturas de gráfico e o número máximo de grupos

Na ciência da computação, o problema do número máximo de grupos é desafiador e não totalmente compreendido. Mas o código usado para solucioná-lo pode ajudar os desenvolvedores em áreas importantes, como a das redes sociais. Então, pesquise.James McCaffrey

Fronteiras da interface do usuário:Páginas e pop-ups no Windows Phone 7

Charles se volta ao gênero do terror em comemoração ao Halloween e aprimora seu leitor de livros eletrônicos com a inclusão de “uma porção de caixas de diálogo” para ajudar na navegação e aumentar a interação dos usuários.Charles Petzold

Não me deixe começar a falar:Imagine isso

As finais da competição de software 2011 Imagine Cup atraíram 128 equipes de todo o mundo para a cidade de Nova York. David Platt descobriu que as ideias inovadoras não eram a única coisa surpreendente no evento.David Platt