Sobre as contas de armazenamento do Azure

Dica

O conteúdo deste artigo se aplica ao armazenamento de Tabelas do Azure básico original. No entanto, agora há uma oferta premium para o armazenamento de Tabelas do Azure em versão prévia pública que oferece tabelas com otimização de taxa de transferência, distribuição global e índices secundários automáticos. Para saber mais e experimentar a nova experiência premium, confira Azure Cosmos DB: API de Tabela.

Visão geral

Uma conta de armazenamento do Azure fornece um namespace exclusivo para armazenar e acessar os objetos de dados do Armazenamento do Azure. Todos os objetos em uma conta de armazenamento são cobrados juntos como um grupo. Por padrão, os dados em sua conta estão disponíveis somente para você, o proprietário da conta.

Existem dois tipos de contas de armazenamento:

Contas de armazenamento de uso geral

Uma conta do armazenamento de uso geral fornece a você acesso aos serviços do Armazenamento do Azure, como Tabelas, Filas, Arquivos, Blobs e discos de máquina virtual do Azure, em uma única conta. Esse tipo de conta de armazenamento tem dois níveis de desempenho:

Contas de armazenamento de Blobs

Uma conta de Armazenamento de Blobs é uma conta de armazenamento especializada para armazenar dados não estruturados como blobs (objetos) no Armazenamento do Azure. As contas de armazenamento de Blobs são semelhantes a contas de armazenamento de finalidade geral existentes e compartilham todos os excelentes recursos de durabilidade, disponibilidade, escalabilidade e desempenho que você usa atualmente, incluindo 100% de consistência de API para blobs de bloco e blobs de acréscimo. Para aplicativos que exigem apenas o armazenamento de blobs em bloco ou acréscimo, recomendamos o uso de contas de Armazenamento de Blobs.

Observação

As contas de armazenamento de blobs oferecem suporte apenas aos blobs de bloco e aos blobs de acréscimo, e não aos blobs de página.

Contas de Armazenamento de Blobs expõem o atributo Camada de Acesso que pode ser especificado durante a criação da conta e modificado posteriormente, conforme o necessário. Há dois tipos de camadas de acesso que podem ser especificados com base em seu padrão de acesso a dados:

  • Uma camada de acesso Dinâmica , que indica que os objetos na conta de armazenamento serão acessados com mais frequência. Isso permite que você armazene dados por um custo menor de acesso.
  • Uma camada de acesso Estática , que indica que os objetos na conta de armazenamento serão acessados com menos frequência. Isso permite que você armazene dados por um custo menor de armazenamento de dados.

Se houver uma alteração no padrão de uso dos dados, você também poderá alternar entre as camadas de acesso a qualquer momento. A alteração da camada de acesso pode resultar em cobranças adicionais. Confira Preços e cobrança para contas de Armazenamento de Blobs para obter mais detalhes.

Para saber mais sobre contas de Armazenamento de Blobs, confira Armazenamento de Blobs do Azure: camadas estática e dinâmica.

Antes de criar uma conta de armazenamento, você deve ter uma assinatura do Azure, que é um plano que dá acesso a uma variedade de serviços do Azure. Você pode começar com o Azure com uma conta gratuita. Quando decidir adquirir um plano de assinatura, você poderá escolher entre uma variedade de opções de compra. Se for um assinante do MSDN, você obterá créditos mensais gratuitos que podem se usados com os serviços do Azure, incluindo o Armazenamento do Azure. Consulte Preços do Armazenamento do Azure para obter informações sobre preço por volume.

Para saber como criar uma conta de armazenamento, consulte Criar uma conta de armazenamento para obter mais detalhes. Você pode criar até 200 contas de armazenamento nomeadas exclusivamente com uma única assinatura. Consulte Escalabilidade e Metas de Desempenho do Armazenamento do Azure para obter detalhes sobre os limites da conta de armazenamento.

Cobrança de conta de armazenamento

Você é cobrado pelo uso do Armazenamento do Azure com base na sua conta de armazenamento. Os custos de armazenamento baseiam-se em quatro fatores: região/local, tipo de conta, capacidade de armazenamento, esquema de replicação, transações de armazenamento e saída de dados.

  • Região refere-se à região geográfica na qual sua conta está baseada.
  • Tipo de conta refere-se ao fato de você estar usando uma conta de armazenamento para fins gerais ou uma conta de Armazenamento de Blobs. Com uma conta de Armazenamento de Blobs, a camada de acesso também determina o modelo de cobrança da conta.
  • A capacidade do armazenamento refere-se a quanto de sua alocação de conta de armazenamento você está usando para armazenar dados.
  • A replicação determina quantas cópias dos seus dados serão mantidas de uma só vez e em quais locais.
  • As transações referem-se a todas as operações de leitura e gravação no Armazenamento do Azure.
  • A saída de dados refere-se a dados transferidos para fora de uma região do Azure. Quando os dados em sua conta de armazenamento são acessados por um aplicativo que não está sendo executado na mesma região, você é cobrado pela saída de dados. (Nos serviços do Azure, você pode tomar medidas para agrupar seus dados e serviços nos mesmos data centers para reduzir ou eliminar encargos de saída de dados.)

A página Preços de Armazenamento do Azure fornece informações detalhadas de preços com base no tipo de conta, capacidade de armazenamento, replicação e transações. A página Detalhes de preços de transferências de dados fornece informações detalhadas de preços para saída de dados. Você pode usar a Calculadora de preços do Armazenamento do Azure para ajudar a estimar os custos.

Observação

Ao criar uma máquina virtual do Azure, uma conta de armazenamento será criada automaticamente no local da implantação se você ainda não tiver uma conta de armazenamento nesse local. Assim, não é necessário seguir as etapas abaixo para criar uma conta de armazenamento para seus discos da máquina virtual. O nome da conta de armazenamento será baseado no nome da máquina virtual. Confira a Documentação de máquinas virtuais do Azure para obter mais detalhes.

Pontos de extremidade da conta de armazenamento

Cada objeto armazenado no Armazenamento do Azure tem um endereço de URL exclusivo. O nome da conta de armazenamento forma o subdomínio desse endereço. A combinação do nome do subdomínio e do domínio, que é específico a cada serviço, forma um ponto de extremidade para a sua conta de armazenamento.

Por exemplo, se a sua conta de armazenamento se chamar mystorageaccount, os pontos de extremidade padrão para a conta de armazenamento serão:

  • Serviço Blob: http://mystorageaccount.blob.core.windows.net
  • Serviço Tabela: http://mystorageaccount.table.core.windows.net
  • Serviço Fila: http://mystorageaccount.queue.core.windows.net
  • Serviço Arquivo: http://mystorageaccount.file.core.windows.net
Observação

Uma conta de armazenamento de Blobs expõe apenas o ponto de extremidade do serviço Blob.

A URL para acessar um objeto em uma conta de armazenamento é compilada acrescentando o local do objeto na conta de armazenamento ao ponto de extremidade. Por exemplo, um endereço de blob pode ter este formato: http://mystorageaccount.blob.core.windows.net/mycontainer/myblob.

Também é possível configurar um nome de domínio para usar com a conta de armazenamento. Para as contas de armazenamento clássicas, veja Configurar um Nome de domínio personalizado para o Ponto de Extremidade do Armazenamento de Blobs para obter detalhes. Para as contas de armazenamento do Gerenciador de Recursos, esse recurso não foi adicionado ao portal do Azure ainda, mas você pode configurá-lo com o PowerShell. Para saber mais, confira o cmdlet Set-AzureRmStorageAccount .

Criar uma conta de armazenamento

  1. Entre no Portal do Azure.
  2. No menu Hub, selecione Novo -> Armazenamento -> Conta de armazenamento.
  3. Insira um nome para a conta de armazenamento. Confira Pontos de extremidade da conta de armazenamento para saber como o nome da conta de armazenamento será usado em seus objetos no Armazenamento do Azure.

    Observação

    Os nomes da conta de armazenamento devem ter entre 3 e 24 caracteres e podem conter apenas números e letras minúsculas.

    O nome da sua conta de armazenamento deve ser exclusivo no Azure. O portal do Azure indicará se o nome da conta de armazenamento selecionada já está em uso.

  4. Especifique o modelo de implantação a ser usado: Resource Manager ou Clássico. Gerenciador de Recursos é o modelo de implantação recomendado. Para saber mais, confira Noções básicas sobre a implantação do Gerenciador de Recursos e a implantação clássica.

    Observação

    As contas de armazenamento de Blobs só podem ser criadas usando o modelo de implantação do Resource Manager.

  5. Selecione o tipo de conta de armazenamento: Finalidade geral ou Armazenamento de blobs. Finalidade geral é o padrão.

    Se Finalidade geral tiver sido selecionado, especifique a camada de desempenho: Standard ou Premium. O padrão é Standard. Para saber mais sobre as contas de armazenamento standard e premium, confira Introdução ao Armazenamento do Microsoft Azure e Armazenamento Premium: Armazenamento de Alto Desempenho para Cargas de Trabalho da Máquina Virtual do Azure.

    Se Armazenamento de Blobs tiver sido selecionado, especifique o tipo de acesso: Dinâmico ou Estático. O padrão é Dinâmica. Confira Armazenamento de Blobs do Azure: camadas Estática e Dinâmica para saber mais.

  6. Selecione a opção de replicação para a conta de armazenamento:LRS, GRS, RA-GRS ou ZRS. O padrão é RA-GRS. Para obter mais detalhes sobre as opções de replicação do Armazenamento do Azure, confira Replicação do Armazenamento do Azure.
  7. Selecione a assinatura na qual você deseja criar a nova conta de armazenamento.
  8. Especifique um novo grupo de recursos ou selecione um grupo de recursos existente. Para saber mais sobre grupos de recursos, confira Visão geral do Azure Resource Manager.
  9. Selecione a região geográfica para sua conta de armazenamento. Veja Regiões do Azure para saber mais sobre quais serviços estão disponíveis em qual região.
  10. Clique em Criar para criar a conta de armazenamento.

Gerenciar sua conta de armazenamento

Alterar a configuração da conta

Após criar a conta de armazenamento, você pode modificar sua configuração, por exemplo, alterando a opção de replicação usada para a conta ou a alterando a camada de acesso para uma conta de armazenamento de Blobs. No portal do Azure, navegue até a conta de armazenamento, encontre e clique em Configuração e clique em CONFIGURAÇÕES para exibir e/ou alterar a configuração da conta.

Observação

Dependendo do nível de desempenho que você escolheu durante a criação da conta de armazenamento, talvez algumas opções de replicação não estejam disponíveis.

A alteração da opção de replicação mudará seu preço. Para saber mais, veja a página Preços de Armazenamento do Azure .

Para contas de armazenamento de Blobs, a alteração da camada de acesso pode incorrer em encargos para a alteração, além de alterar seu preço. Veja as Contas de armazenamento de blobs - Preços e Cobrança para obter mais detalhes.

Gerenciar as chaves de acesso de armazenamento

Quando você cria uma conta de armazenamento, o Azure gera duas chaves de acesso de armazenamento de 512 bits, que são usadas para autenticação quando a conta de armazenamento é acessada. Ao fornecer as duas chaves de acesso de armazenamento, o Azure permite que você regenere as chaves sem interrupção para o serviço de armazenamento ou o acesso a esse serviço.

Observação

Recomendamos que você evite compartilhar suas chaves de acesso de armazenamento com outras pessoas. Para permitir o acesso a recursos de armazenamento sem dar as suas chaves de acesso, você pode usar uma assinatura de acesso compartilhado. Uma assinatura de acesso compartilhado fornece acesso a um recurso na sua conta para um intervalo que você definir e com as permissões que você especificar. Confira Usando Assinaturas de Acesso Compartilhado (SAS) para saber mais.

Exibir e copiar as chaves de acesso de armazenamento

No Portal do Azure, navegue até a conta de armazenamento, clique em Todas as configurações e clique em Chaves de acesso para exibir, copiar e gerar novamente as chaves de acesso de sua conta. A folha Chaves de Acesso também inclui cadeias de conexão pré-configuradas usando suas chaves primária e secundária, que você pode copiar para usar em seus aplicativos.

Regenerar chaves de acesso de armazenamento

Você deve alterar as chaves de acesso de sua conta de armazenamento periodicamente para ajudar a manter as conexões de armazenamento seguras. Duas chaves de acesso são atribuídas para que você possa manter conexões com a conta de armazenamento usando uma chave de acesso enquanto regenera a outra.

Aviso

A regeneração das chaves de acesso pode afetar os serviços no Azure, bem como seus próprios aplicativos que dependem da conta de armazenamento. Todos os clientes que usam a chave de acesso para acessar a conta de armazenamento precisam ser atualizados para usar a nova chave.

Serviços de mídia - se algum serviço de mídia depender de sua conta de armazenamento, você deverá ressincronizar as chaves de acesso com o serviço de mídia depois de regenerá-las.

Aplicativos - se você tiver algum aplicativo Web ou serviços de nuvem que usam a conta de armazenamento, perderá as conexões se regenerar as chaves, a menos que você as reverta.

Gerenciadores de Armazenamento - se você estiver usando qualquer aplicativo do gerenciador de armazenamento, provavelmente precisará atualizar a chave de armazenamento usada por esses aplicativos.

Veja o processo para trocar suas chaves de acesso de armazenamento:

  1. Atualize as cadeias de conexão no código do aplicativo para fazer referência à chave de acesso secundária da conta de armazenamento.
  2. Regenere a chave de acesso primária de sua conta de armazenamento. Na folha Chaves de Acesso, clique em Regenerar Chave1 e clique em Sim para confirmar que você deseja gerar uma nova chave.
  3. Atualize as cadeias de conexão em seu código para fazer referência à nova chave de acesso primária.
  4. Regenere a chave de acesso secundária da mesma maneira.

Excluir uma conta de armazenamento

Para remover uma conta de armazenamento que você não está mais usando, navegue até a conta de armazenamento do portal do Azuree clique em Excluir. A exclusão de uma conta de armazenamento exclui a conta inteira, incluindo todos os dados na conta.

Aviso

Não é possível restaurar uma conta de armazenamento excluída nem recuperar nenhuma parte de seu conteúdo antes da exclusão. Não se esqueça de fazer backup de todas as informações que você deseja salvar antes de excluir a conta. Isso também é verdadeiro para todos os recursos na conta – depois que você excluir um blob, tabela, fila ou arquivo, ele será excluído permanentemente.

Para excluir uma conta de armazenamento que está associada a uma máquina virtual do Azure, primeiro você deve verificar se quaisquer discos de máquina virtual foram excluídos. Se você não excluir os discos de máquina virtual primeiro, durante a tentativa de excluir sua conta de armazenamento, você verá uma mensagem de erro semelhante a:

Failed to delete storage account <vm-storage-account-name>. Unable to delete storage account <vm-storage-account-name>: 'Storage account <vm-storage-account-name> has some active image(s) and/or disk(s). Ensure these image(s) and/or disk(s) are removed before deleting this storage account.'.

Se a conta de armazenamento usar o modelo de implantação Clássico, você poderá remover o disco da máquina virtual seguindo estas etapas no portal do Azure:

  1. Navegue até o portal clássico do Azure.
  2. Navegue até a guia Máquinas Virtuais.
  3. Clique na guia Discos.
  4. Selecione o disco de dados e clique em Excluir o Disco.
  5. Para excluir imagens de disco, navegue até a guia Imagens e exclua todas as imagens armazenadas na conta.

Para saber mais, veja a Documentação da Máquina Virtual do Azure.

Próximas etapas