Introdução ao Armazenamento do Microsoft Azure

Visão geral

O Armazenamento do Azure é a solução de armazenamento em nuvem para aplicativos modernos que dependem de durabilidade, disponibilidade e escalabilidade para atender às necessidades dos clientes. Lendo este artigo, os desenvolvedores, profissionais de TI e responsáveis por decisões de negócios podem aprender sobre:

  • O que é o Armazenamento do Azure e como você pode tirar proveito dele em aplicativos de nuvem, móveis, de servidor e de área de trabalho
  • Quais tipos de dados você pode armazenar com os serviços de armazenamento do Azure: dados de blob (objeto), dados da tabela NoSQL, mensagens da fila e compartilhamentos de arquivos.
  • Como o acesso aos seus dados no Armazenamento do Azure é gerenciado
  • Como os dados do armazenamento do Azure tornam-se duráveis por meio de redundância e replicação
  • Onde ir em seguida para criar seu primeiro aplicativo de Armazenamento do Azure

Para obter detalhes sobre ferramentas, bibliotecas e outros recursos para trabalhar com o armazenamento do Azure, confira as Próximas etapas abaixo.

O que é o armazenamento do Azure?

A computação na nuvem habilita novos cenários para aplicativos, que exigem armazenamento escalonável, durável e altamente disponível para seus dados - que é exatamente o motivo pelo qual a Microsoft desenvolveu o Armazenamento do Azure. Além de permitir que os desenvolvedores criem aplicativos de grande escala para dar suporte a novos cenários, o Armazenamento do Azure também fornece a base do armazenamento das Máquinas Virtuais do Azure, uma prova adicional de sua robustez.

O Armazenamento do Azure é extremamente escalonável para que você possa armazenar e processar centenas de terabytes de dados para oferecer suporte a cenários de big data, necessários para análise científica e financeira e aplicativos de mídia. Ou você pode armazenar pequenas quantidades de dados necessários para um site de pequena empresa. Quaisquer que sejam suas necessidades, você paga apenas pelos dados que está armazenando. O Armazenamento do Azure atualmente armazena dezenas de trilhões de objetos exclusivos de clientes e manipula milhões de solicitações por segundo em média.

O Armazenamento do Azure é elástico, portanto, você pode criar aplicativos para um grande público global e dimensionar esses aplicativos conforme necessário - tanto a quantidade de dados armazenados e o número de solicitações realizadas. Você paga apenas pelo que usa e apenas quando usa.

O Armazenamento do Azure usa um sistema de particionamento automático que faz o balanço automático da carga de seus dados com base no tráfego. Isso significa que conforme crescem as demandas por seu aplicativo, o Armazenamento do Azure aloca automaticamente os recursos apropriados para atendê-las.

O Armazenamento do Azure é acessível a partir de qualquer lugar no mundo, de qualquer tipo de aplicativo, estando ele em execução na nuvem, na área de trabalho, em um servidor local, celular ou tablet. Você pode usar o Armazenamento do Azure em cenários móveis, onde o aplicativo armazena um subconjunto dos dados no dispositivo e os sincroniza com um conjunto completo de dados armazenados na nuvem.

O Armazenamento do Azure dá suporte a clientes que usam um conjunto variado de sistemas operacionais (inclusive o Windows e o Linux) e uma variedade de linguagens de programação (incluindo .NET, Java, Node.js, Python, Ruby, PHP e C++ e linguagens de programação móveis) para tornar o desenvolvimento conveniente. O Armazenamento do Azure também expõe recursos de dados por meio de APIs REST simples, que estão disponíveis para qualquer cliente capaz de enviar e receber dados via HTTP/HTTPS.

O Armazenamento premium do Azure dá suporte a disco de alto desempenho e baixa latência para cargas de trabalho com uso intenso de entrada e saída em execução em máquinas virtuais do Azure. Com o Armazenamento premium do Azure, é possível anexar vários discos de dados persistentes a uma máquina virtual e configurá-los para atender suas necessidades de desempenho. Cada disco de dados é apoiado por um disco SSD no Armazenamento premium do Azure para máximo desempenho de entrada e saída. Para obter mais detalhes, confira Armazenamento Premium: armazenamento de alto desempenho para as cargas de trabalho das máquinas virtuais do Azure .

Introdução aos serviços de Armazenamento do Azure

O Armazenamento do Azure fornece os quatro seguintes serviços: Armazenamento de Blobs, Armazenamento de Tabelas, Armazenamento de Filas e Armazenamento de Arquivos.

  • O Armazenamento de Blobs armazena dados de objeto não estruturados. Um blob pode ser qualquer tipo de texto ou dados binários, como um documento, um arquivo de mídia ou um instalador do aplicativo. O Armazenamento de Blobs também é chamado de armazenamento de Objeto.
  • O Armazenamento de Tabelas armazena conjuntos de dados estruturados. O Armazenamento de Tabela é um repositório de dados de atributo de chave NoSQL, que permite desenvolvimento rápido e acesso rápido a grandes quantidades de dados.
  • O Armazenamento de Filas fornece um sistema confiável de mensagens para processamento de fluxo de trabalho e para comunicação entre componentes dos serviços de nuvem.
  • O Armazenamento de Arquivos oferece o armazenamento compartilhado para aplicativos herdados com o protocolo SMB Standard. As máquinas virtuais e os serviços de nuvem do Azure podem compartilhar dados de arquivos entre componentes de aplicativos por meio de compartilhamentos montados, e os aplicativos locais podem acessar dados de arquivos em um compartilhamento por meio da API REST do serviço de Arquivo.

Uma conta de armazenamento do Azure é uma conta segura que fornece acesso a serviços no Armazenamento do Azure. Sua conta de armazenamento fornece um namespace único para seus recursos de armazenamento. A imagem abaixo mostra as relações entre os recursos de armazenamento do Azure em uma conta de armazenamento:

Recursos de Armazenamento do Azure

Existem dois tipos de contas de armazenamento:

Contas de armazenamento de uso geral

Uma conta do armazenamento de uso geral fornece a você acesso aos serviços do Armazenamento do Azure, como Tabelas, Filas, Arquivos, Blobs e discos de máquina virtual do Azure, em uma única conta. Esse tipo de conta de armazenamento tem dois níveis de desempenho:

Contas de armazenamento de Blobs

Uma conta de Armazenamento de Blobs é uma conta de armazenamento especializada para armazenar dados não estruturados como blobs (objetos) no Armazenamento do Azure. As contas de armazenamento de Blobs são semelhantes a contas de armazenamento de finalidade geral existentes e compartilham todos os excelentes recursos de durabilidade, disponibilidade, escalabilidade e desempenho que você usa atualmente, incluindo 100% de consistência de API para blobs de bloco e blobs de acréscimo. Para aplicativos que exigem apenas o armazenamento de blobs em bloco ou acréscimo, recomendamos o uso de contas de Armazenamento de Blobs.

Observação

As contas de armazenamento de blobs oferecem suporte apenas aos blobs de bloco e aos blobs de acréscimo, e não aos blobs de página.

Contas de Armazenamento de Blobs expõem o atributo Camada de Acesso que pode ser especificado durante a criação da conta e modificado posteriormente, conforme o necessário. Há dois tipos de camadas de acesso que podem ser especificados com base em seu padrão de acesso a dados:

  • Uma camada de acesso Dinâmica , que indica que os objetos na conta de armazenamento serão acessados com mais frequência. Isso permite que você armazene dados por um custo menor de acesso.
  • Uma camada de acesso Estática , que indica que os objetos na conta de armazenamento serão acessados com menos frequência. Isso permite que você armazene dados por um custo menor de armazenamento de dados.

Se houver uma alteração no padrão de uso dos dados, você também poderá alternar entre as camadas de acesso a qualquer momento. A alteração da camada de acesso pode resultar em cobranças adicionais. Confira Preços e cobrança para contas de Armazenamento de Blobs para obter mais detalhes.

Para saber mais sobre contas de Armazenamento de Blobs, confira Armazenamento de Blobs do Azure: camadas estática e dinâmica.

Antes de criar uma conta de armazenamento, você deve ter uma assinatura do Azure, que é um plano que dá acesso a uma variedade de serviços do Azure. Você pode começar com o Azure com uma conta gratuita. Quando decidir adquirir um plano de assinatura, você poderá escolher entre uma variedade de opções de compra. Se for um assinante do MSDN, você obterá créditos mensais gratuitos que podem se usados com os serviços do Azure, incluindo o Armazenamento do Azure. Consulte Preços do Armazenamento do Azure para obter informações sobre preço por volume.

Para saber como criar uma conta de armazenamento, consulte Criar uma conta de armazenamento para obter mais detalhes. Você pode criar até 100 contas de armazenamento nomeadas exclusivamente com uma única assinatura. Consulte Escalabilidade e Metas de Desempenho do Armazenamento do Azure para obter detalhes sobre os limites da conta de armazenamento.

Versões do serviço de armazenamento

Os serviços do Armazenamento do Azure são atualizados regularmente com suporte para novos recursos. A referência da API REST dos serviços do Armazenamento do Azure descreve cada versão com suporte e seus recursos. Recomendamos que você use a versão mais recente sempre que possível. Para obter informações sobre a versão mais recente dos serviços do Armazenamento do Azure, bem como informações sobre versões anteriores, veja Controle de versão para os serviços do Armazenamento do Azure.

Armazenamento de blob

Para usuários com grandes quantidades de dados de objetos não estruturados para armazenamento na nuvem, o armazenamento de Blobs oferece uma solução econômica e escalonável. Você pode usar o armazenamento de Blob para armazenar conteúdo, como:

  • Documentos
  • Dados sociais, como fotos, vídeos, música e blogs
  • Backups de arquivos, computadores, bancos de dados e dispositivos
  • Imagens e texto para aplicativos web
  • Dados de configuração de aplicativos de nuvem
  • Big data, como logs e outros grandes conjuntos de dados

Cada blob é organizado em um contêiner. Os contêineres também fornecem uma maneira útil para atribuir políticas de segurança para grupos de objetos. Uma conta de armazenamento pode conter qualquer número de contêineres e um contêiner pode conter qualquer número de blobs, até o limite de 500 TB de capacidade da conta de armazenamento.

O armazenamento de blobs oferece três tipos de blobs: blob de blocos, blob de anexo e blob de páginas (discos).

  • Os blobs de blocos são otimizados para streaming e armazenamento de objetos de nuvem e são uma boa opção para armazenar documentos, arquivos de mídia, backups etc.
  • Blobs de anexo são semelhantes aos blobs de blocos, mas são otimizados para operações de anexo. Um blob de anexo pode ser atualizado apenas com a adição de um novo bloco no final. Acrescentar blobs é uma boa opção para cenários como registro em log, em que novos dados precisam ser gravados apenas até o fim do blob.
  • Os blobs de página são otimizados para representar discos de IaaS e gravações aleatórias de suporte e podem ter até 1 TB de tamanho. Um disco de IaaS anexado a uma rede de máquinas virtuais do Azure é um VHD armazenado como um blob de página.

Para conjuntos de dados muito grandes em que as restrições de rede impossibilitam o carregamento e o download de dados por Armazenamento de Blobs por transferência eletrônica, você pode enviar uma unidade de disco rígido para a Microsoft para importar ou exportar dados diretamente do datacenter. Confira Usar o serviço de Importação/Exportação do Microsoft Azure para transferir dados para o Armazenamento de Blobs.

Armazenamento de tabela

Os aplicativos modernos geralmente demandam armazenamento de dados com maior escalabilidade e flexibilidade que as gerações anteriores de software exigiam. O armazenamento de tabela oferece armazenamento altamente disponível e altamente escalonável, para que seu aplicativo possa ser dimensionado automaticamente para atender à demanda dos usuários. O armazenamento de tabelas é um armazenamento de chaves/atributos NoSQL da Microsoft - tem um design sem esquema, o que o torna diferente dos bancos de dados relacionais tradicionais. Com um repositório de dados sem esquema, é fácil adaptar seus dados conforme as necessidades de seu aplicativo evoluem. O armazenamento de tabela é fácil de usar para que os desenvolvedores possam criar aplicativos rapidamente. O acesso aos dados é rápido e econômico para todos os tipos de aplicativos. O armazenamento de tabela normalmente tem um custo significativamente mais baixo do que o SQL tradicional para volumes de dados semelhantes.

O armazenamento de tabela é um repositório de chave-atributo, o que significa que cada valor em uma tabela é armazenado com um nome de propriedade. Esse nome de propriedade pode ser usado para filtrar e especificar os critérios de seleção. Um conjunto de propriedades e seus valores compõem uma entidade. Como o Armazenamento de tabela é sem esquema, duas entidades na mesma tabela podem conter diferentes coleções de propriedades, e essas propriedades podem ser de tipos diferentes.

Você pode usar o armazenamento de tabela para armazenar conjuntos de dados flexíveis, como dados de usuário para aplicativos web, catálogos de endereços, informações sobre dispositivos e qualquer outro tipo de metadados que o serviço requeira. Você pode armazenar qualquer número de entidades em uma tabela e uma conta de armazenamento pode conter um número ilimitado de tabelas, até o limite de capacidade da conta de armazenamento.

Semelhantemente aos Blobs e Filas, os desenvolvedores podem gerenciar e acessar o Armazenamento de Tabelas usando protocolos REST padrão. No entanto, o Armazenamento de Tabelas também dá suporte a um subconjunto do protocolo OData, simplificando recursos de consulta avançados e permitindo formatos JSON e AtomPub (baseados em XML).

Para os aplicativos baseados na Internet atuais, os bancos de dados NoSQL como o Armazenamento de tabela, oferecem uma alternativa popular aos bancos de dados relacionais tradicionais.

Armazenamento de filas

Na criação de aplicativos para escala, os componentes do aplicativo geralmente são desassociados, para que possam ser redimensionados independentemente. O Armazenamento de fila fornece uma solução de mensagens confiáveis para comunicação assíncrona entre os componentes do aplicativo, quer estejam em execução na nuvem, na área de trabalho, em um servidor local ou em um dispositivo móvel. O Armazenamento de fila também oferece suporte ao gerenciamento de tarefas assíncronas e à criação de fluxos de trabalho do processo.

Uma conta de armazenamento pode conter qualquer número de filas. Uma fila pode conter um número ilimitado de mensagens, até o limite de capacidade da conta de armazenamento. Mensagens individuais podem ter até 64 KB de tamanho.

Armazenamento de arquivos

O Armazenamento de arquivos do Azure oferece compartilhamentos de arquivos do SMB baseados em nuvem, para que você possa migrar aplicativos herdados que recorrem aos compartilhamentos de arquivos para o Azure rapidamente e sem regravações caras. Com o armazenamento de arquivos do Azure, os aplicativos executados em máquinas virtuais do Azure ou serviços de nuvem podem montar um compartilhamento de arquivos na nuvem, exatamente como um aplicativo de desktop monta um compartilhamento SMB típico. Qualquer quantidade de componentes de aplicativos pode montar e acessar o compartilhamento de armazenamento de arquivos simultaneamente.

Já que um compartilhamento do Armazenamento de arquivos é um compartilhamento de arquivos SMB padrão, os aplicativos executados no Azure podem acessar dados no compartilhamento por meio de APIs de E/S do sistema de arquivos. Os desenvolvedores podem, portanto, utilizar seus códigos e habilidades existentes para migrar aplicativos existentes. Profissionais de TI podem usar cmdlets do PowerShell para criar, montar e gerenciar compartilhamentos de armazenamento de Arquivo como parte da administração de aplicativos Azure.

Assim como os outros serviços de armazenamento do Azure, o armazenamento de Arquivo expõe a API REST para acessar dados em um compartilhamento. Os aplicativos locais podem chamar a API REST do Armazenamento de arquivos para acessar os dados em um armazenamento de arquivos. Dessa forma, uma empresa pode optar por migrar alguns aplicativos herdados para o Azure e continuar executando outros de dentro de sua própria organização. É importante observar que montar um compartilhamento de arquivos é possível apenas para aplicativos executados no Azure. Um aplicativo local pode acessar o compartilhamento de arquivos apenas pela API REST.

Aplicativos distribuídos também podem usar o armazenamento de arquivo para armazenar e compartilhar dados de aplicativos úteis e ferramentas de desenvolvimento e testes. Por exemplo, um aplicativo pode armazenar arquivos de configuração e dados de diagnósticos como logs, métricas e despejos de falha para que estejam disponíveis para diversas funções ou máquinas virtuais. Desenvolvedores e administradores podem armazenar utilitários de que precisam para compilar ou gerenciar um aplicativo em um armazenamento de arquivo que esteja disponível para todos os componentes, em vez de instalá-los em todas as máquinas virtuais ou instâncias de função.

Acesso a recursos de Blob, Tabela, Fila e Arquivo

Por padrão, somente o proprietário da conta de armazenamento pode acessar recursos na conta de armazenamento. Para a segurança de seus dados, todas as solicitações feitas para recursos em sua conta devem ser autenticadas. A autenticação conta com um modelo de Chave Compartilhada. Os Blobs também podem ser configurados para oferecer suporte à autenticação anônima.

Sua conta de armazenamento recebe duas chaves de acesso privadas na criação, que são usadas para autenticação. Ter duas chaves garante que seu aplicativo permaneça disponível quando você regenerar regularmente as chaves como uma prática comum de gerenciamento de chaves de segurança.

Se você precisar permitir acesso controlado aos usuários a seus recursos de armazenamento, poderá criar uma assinatura de acesso compartilhado. Uma SAS (assinatura de acesso compartilhado) é um token que pode ser acrescentado a uma URL que permite acesso delegado a um recurso de armazenamento. Qualquer pessoa que possua o token pode acessar o recurso para o qual ele aponta com as permissões que ele especifica, pelo período de tempo da validade. A partir da versão de 5/4/2015, o Armazenamento do Azure dá suporte a dois tipos de assinaturas de acesso compartilhado: SAS de serviço e SAS de conta.

A SAS de serviço delega acesso a um recurso em apenas um dos serviços de armazenamento: o serviço Blob, Fila, Tabela ou Arquivo.

Uma SAS de conta delega acesso a recursos em um ou mais dos serviços de armazenamento. É possível delegar acesso a operações de nível de serviço que não estão disponíveis com uma SAS de serviço. Você também pode delegar acesso a operações de leitura, gravação e exclusão em contêineres de blob, tabelas, filas e compartilhamentos de arquivos que não são permitidos com um SAS de serviço.

Finalmente, você pode especificar que um contêiner e seus blobs ou um blob específico estão disponíveis para acesso público. Quando você indica que um contêiner ou blob é público, qualquer pessoa pode lê-lo anonimamente. Nenhuma autenticação é necessária. Os contêineres e blobs públicos são úteis para expor recursos, como mídia e documentos, que são hospedados em sites. Para reduzir a latência de rede para um público global, você pode armazenar em cache os dados de blob usados por sites com a CDN do Azure.

Confira Usando Assinaturas de Acesso Compartilhado (SAS) para saber mais sobre as assinaturas de acesso compartilhado. Confira Gerenciar acesso anônimo de leitura aos contêineres e blobs e Autenticação para os serviços de armazenamento do Azure para saber mais sobre o acesso seguro à sua conta de armazenamento.

Replicação para durabilidade e alta disponibilidade

Os dados na sua conta de armazenamento do Microsoft Azure sempre são replicados para garantir durabilidade e alta disponibilidade. A replicação copia os dados no mesmo data center ou em um segundo data center, dependendo de qual opção de replicação você escolher. A replicação protege seus dados e preserva o tempo de atividade do aplicativo no caso de falhas transitórias de hardware. Se os seus dados forem replicados para um segundo data center, isso também protegerá os dados contra uma falha catastrófica no local principal.

A replicação garante que sua conta de armazenamento atenda ao SLA (Contrato de Nível de Serviço) do Armazenamento mesmo diante de falhas. Consulte o SLA para obter informações sobre as garantias do Armazenamento do Azure para disponibilidade e durabilidade.

Quando você cria uma conta de armazenamento, deve selecionar uma das seguintes opções de replicação:

  • Armazenamento com redundância local (LRS). O armazenamento com redundância local mantém três cópias dos seus dados. O LRS é replicado três vezes em um único data center, em uma única região. O LRS protege os dados contra falhas normais de hardware, mas não contra falha de um único data center.

    O LRS é oferecido com desconto. Para durabilidade máxima, recomendamos que você utilize o armazenamento com redundância geográfica, descrito abaixo.

  • Armazenamento com redundância de zona (ZRS). O armazenamento com redundância de zona mantém três cópias dos seus dados. O ZRS é replicado três vezes por dois ou três instalações, em uma única região ou em duas regiões, proporcionando maior durabilidade que o LRS. O ZRS assegura que seus dados irão durar em uma única região.

    O ZRS proporciona maior durabilidade que o LRS, todavia, para durabilidade máxima recomendamos que você utilize o armazenamento com redundância geográfica, descrito abaixo.

    Observação

    O ZRS está atualmente disponível apenas para blobs de blocos e tem suporte apenas nas versões de 14/02/2014 e posteriores.

    Depois que tiver criado sua conta de armazenamento e selecionado ZRS, você não poderá convertê-la para utilizar nenhum outro tipo de replicação, ou vice-versa.

  • Armazenamento com redundância geográfica (GRS). O GRS mantém seis cópias de seus dados. Com o GRS, seus dados são replicados três vezes na região primária e também são replicados três vezes para uma região secundária a centenas de quilômetros de distância da região primária, oferecendo o nível mais alto de durabilidade. Em caso de falha na região primária, o Armazenamento do Azure realizará failover para a região secundária. O GRS assegura que seus dados serão duráveis em duas regiões separadas.

    Para obter informações sobre os pares primários e secundários por região, consulte Regiões do Azure.

  • Armazenamento com redundância geográfica com acesso de leitura (RA-GRS). O armazenamento com redundância geográfica com acesso de leitura replica seus dados para uma localização geográfica secundária e também fornece acesso de leitura aos dados no local secundário. O armazenamento com redundância geográfica com acesso de leitura permite acessar os dados no local primário ou secundário caso um local fique indisponível. O acesso de leitura ao armazenamento com redundância geográfica é a opção padrão para sua conta de armazenamento quando ela é criada.

    Importante

    Você pode alterar como seus dados são replicados depois que sua conta de armazenamento tiver sido criada, a menos que tenha especificado ZRS quando criou a conta. No entanto, observe que você pode incorrer em custo por uma transferência de dados adicional e ocasional se alternar de LRS para GRS ou RA-GRS.

Consulte Replicação de armazenamento do Azure para obter mais detalhes sobre as opções de replicação de armazenamento.

Para informações sobre preços de replicação da conta de armazenamento, consulte Preços de Armazenamento do Azure. Consulte Regiões do Azure para obter mais informações sobre quais serviços estão disponíveis em cada região.

Para obter detalhes arquitetônicos sobre a durabilidade com o armazenamento do Azure, consulte SOSP Paper - Azure Storage: A Highly Available Cloud Storage Service with Strong.

Transferência de dados do Armazenamento do Azure e para ele

Você pode usar o utilitário de linha de comando AzCopy para copiar dados de blobs, arquivos e tabelas dentro de sua conta de armazenamento ou entre contas de armazenamento. Consulte Transferir dados com o Utilitário da Linha de Comando AzCopy para obter mais informações.

O AzCopy se baseia na Biblioteca de Movimentação de Dados do Azure, que atualmente está disponível na visualização.

O serviço de Importação/Exportação do Azure fornece uma maneira de importar dados ou exportar dados de blob da sua conta de armazenamento por meio de um disco rígido enviado para o data center do Azure. Para obter mais informações sobre o serviço de Importação/Exportação, consulte Usar o Serviço de Importação/Exportação do Microsoft Azure para Transferir Dados para o Armazenamento de Blobs.

Preços

Você é cobrado pelo uso do Armazenamento do Azure com base na sua conta de armazenamento. Os custos de armazenamento baseiam-se em quatro fatores: região/local, tipo de conta, capacidade de armazenamento, esquema de replicação, transações de armazenamento e saída de dados.

  • Região refere-se à região geográfica na qual sua conta está baseada.
  • Tipo de conta refere-se ao fato de você estar usando uma conta de armazenamento para fins gerais ou uma conta de Armazenamento de Blobs. Com uma conta de Armazenamento de Blobs, a camada de acesso também determina o modelo de cobrança da conta.
  • A capacidade do armazenamento refere-se a quanto de sua alocação de conta de armazenamento você está usando para armazenar dados.
  • A replicação determina quantas cópias dos seus dados serão mantidas de uma só vez e em quais locais.
  • As transações referem-se a todas as operações de leitura e gravação no Armazenamento do Azure.
  • A saída de dados refere-se a dados transferidos para fora de uma região do Azure. Quando os dados em sua conta de armazenamento são acessados por um aplicativo que não está sendo executado na mesma região, você é cobrado pela saída de dados. (Nos serviços do Azure, você pode tomar medidas para agrupar seus dados e serviços nos mesmos data centers para reduzir ou eliminar encargos de saída de dados.)

A página Preços de Armazenamento do Azure fornece informações detalhadas de preços com base no tipo de conta, capacidade de armazenamento, replicação e transações. A página Detalhes de preços de transferências de dados fornece informações detalhadas de preços para saída de dados. Você pode usar a Calculadora de preços do Armazenamento do Azure para ajudar a estimar os custos.

APIs, bibliotecas e ferramentas de armazenamento

Os recursos do Armazenamento do Azure podem ser acessados por qualquer linguagem que possa fazer solicitações HTTP/HTTPS. Além disso, o Armazenamento do Azure oferece bibliotecas de programação para várias linguagens populares. Essas bibliotecas simplificam muitos aspectos do trabalho com o Armazenamento do Azure manipulando detalhes, como invocação síncrona e assíncrona, processamento em lotes de operações, gerenciamento de exceções, novas tentativas automáticas, comportamento operacional e assim por diante. Atualmente, as bibliotecas estão disponíveis para as seguintes linguagens e plataformas, com outras no pipeline:

Serviços de dados do Armazenamento do Azure

Serviços de gerenciamento de Armazenamento do Azure

Serviços de movimentação de dados do Armazenamento do Azure

Ferramentas e utilitários

Próximas etapas

Para saber mais sobre o Armazenamento do Azure, explore estes recursos:

Documentação

Para administradores

Para desenvolvedores do .NET

Para desenvolvedores de Java/Android

Para desenvolvedores do Node.js

Para desenvolvedores do PHP

Para desenvolvedores do Ruby

Para desenvolvedores do Python