Início Rápido: Criar uma máquina virtual Linux com a CLI do Azure

Aplicável a: ✔️ VMs do Linux

Este início rápido mostra como usar a CLI (interface de linha de comando) do Azure para implantar uma VM (máquina virtual) Linux no Azure. A CLI do Azure é usada para criar e gerenciar recursos do Azure da linha de comando ou em scripts.

Neste tutorial, instalaremos a imagem mais recente do Ubuntu LTS. Para mostrar a VM em ação, você se conectará a ela usando SSH e instalará o servidor Web NGINX.

Se você não tiver uma assinatura do Azure, crie uma conta gratuita antes de começar.

Iniciar o Azure Cloud Shell

O Azure Cloud Shell é um shell interativo grátis que pode ser usado para executar as etapas neste artigo. Ele tem ferramentas do Azure instaladas e configuradas para usar com sua conta.

Para abrir o Cloud Shell, basta selecionar Experimentar no canto superior direito de um bloco de código. Você também pode abrir o Cloud Shell em uma guia separada do navegador indo até https://shell.azure.com/bash. Selecione Copiar para copiar os blocos de código, cole-o no Cloud Shell e selecione Enter para executá-lo.

Se preferir instalar e usar a CLI localmente, este início rápido exigirá a CLI do Azure versão 2.0.30 ou posterior. Execute az --version para encontrar a versão. Se você precisa instalar ou atualizar, consulte Instalar a CLI do Azure.

Criar um grupo de recursos

Crie um grupo de recursos com o comando az group create. Um grupo de recursos do Azure é um contêiner lógico no qual os recursos do Azure são implantados e gerenciados. O exemplo a seguir cria um grupo de recursos chamado myResourceGroup na localização eastus:

az group create --name myResourceGroup --location eastus

Criar máquina virtual

Crie uma VM com o comando az vm create.

O exemplo a seguir cria uma VM chamada myVM e adiciona uma conta de usuário chamada azureuser. O parâmetro --generate-ssh-keys é usado para gerar automaticamente uma chave SSH e colocá-la no local de chave padrão ( ~/.ssh). Para usar um conjunto específico de chaves, use a opção --ssh-key-values.

az vm create \
  --resource-group myResourceGroup \
  --name myVM \
  --image UbuntuLTS \
  --admin-username azureuser \
  --generate-ssh-keys

A criação da VM e dos recursos de suporte demora alguns minutos. O seguinte exemplo de saída mostra que a operação de criação de VM foi bem-sucedida.

{
  "fqdns": "",
  "id": "/subscriptions/<guid>/resourceGroups/myResourceGroup/providers/Microsoft.Compute/virtualMachines/myVM",
  "location": "eastus",
  "macAddress": "00-0D-3A-23-9A-49",
  "powerState": "VM running",
  "privateIpAddress": "10.0.0.4",
  "publicIpAddress": "40.68.254.142",
  "resourceGroup": "myResourceGroup"
}

Observe a sua própria publicIpAddress na saída da sua VM. Este endereço é usado para acessar a VM na próxima etapa.

Observação

O Azure fornece um IP de acesso de saída padrão para Máquinas Virtuais do Azure que não receberam um endereço IP público ou que estão no pool de back-end de um Azure Load Balancer Básico interno. O mecanismo de IP de acesso de saída padrão fornece um endereço IP de saída que não é configurável.

O IP de acesso de saída padrão é desabilitado quando um endereço IP público é atribuído à máquina virtual ou quando a máquina virtual é colocada no pool de back-end de um Standard Load Balancer com ou sem regras de saída. Se um recurso de gateway da NAT da Rede Virtual do Azure for atribuído à sub-rede da máquina virtual, o IP de acesso de saída padrão será desabilitado.

Para obter mais informações sobre conexões de saída no Azure, confira Como usar o SNAT (conversão de endereços de rede de origem) para conexões de saída.

Abra a porta 80 para tráfego da Web

Por padrão, somente conexões de SSH são abertas quando você criar uma VM do Linux no Azure. Use az vm open-port para abrir a porta TCP 80 para uso com o servidor web NGINX:

az vm open-port --port 80 --resource-group myResourceGroup --name myVM

Conectar-se à máquina virtual

SSH para sua VM, como de costume. Substitua o endereço IP do exemplo pelo endereço IP público da VM conforme indicado na saída anterior:

ssh azureuser@40.68.254.142

Instalar servidor Web

Para ver a VM em ação, instale o servidor Web do NGINX. Atualize suas fontes de pacote e, em seguida, instale o pacote mais recente do NGINX.

sudo apt-get -y update
sudo apt-get -y install nginx

Quando terminar, digite exit para sair da sessão SSH.

Ver o servidor Web em ação

Use um navegador da Web de sua escolha para exibir a página inicial padrão do NGINX. Use o endereço IP público de sua VM como o endereço Web. O seguinte exemplo mostra o site padrão do NGINX:

Exibir a página de boas-vindas do NGINX

Limpar os recursos

Quando não for mais necessário, você pode usar o comando az group delete para remover o grupo de recursos, a VM e todos os recursos relacionados.

az group delete --name myResourceGroup

Próximas etapas

Neste início rápido, você implantou uma máquina virtual simples, abriu uma porta de rede para o tráfego da Web e instalou um servidor Web básico. Para saber mais sobre máquinas virtuais do Azure, continue o tutorial para VMs do Linux.