Início Rápido: Criar uma máquina virtual do Windows com a CLI do Azure

Aplicável a: ✔️ VMs do Windows

A CLI do Azure é usada para criar e gerenciar recursos do Azure da linha de comando ou em scripts. Este guia de início rápido vai mostrar de que modo usar a CLI do Azure para implantar uma VM (máquina virtual) no Azure que executa o Windows Server 2019. Para ver a VM em ação, você habilita o protocolo RDP na VM e instala o servidor Web do IIS.

Se você não tiver uma assinatura do Azure, crie uma conta gratuita antes de começar.

Iniciar o Azure Cloud Shell

O Azure Cloud Shell é um shell interativo grátis que pode ser usado para executar as etapas neste artigo. Ele tem ferramentas do Azure instaladas e configuradas para usar com sua conta.

Para abrir o Cloud Shell, basta selecionar Experimentar no canto superior direito de um bloco de código. Você também pode iniciar o Cloud Shell em uma guia separada do navegador indo até https://shell.azure.com/bash. Selecione Copiar para copiar os blocos de código, cole o código no Cloud Shell e depois pressione Enter para executá-lo.

Criar um grupo de recursos

Crie um grupo de recursos com o comando az group create. Um grupo de recursos do Azure é um contêiner lógico no qual os recursos do Azure são implantados e gerenciados. O exemplo a seguir cria um grupo de recursos chamado myResourceGroup na localização eastus:

az group create --name myResourceGroup --location eastus

Criar máquina virtual

Crie uma VM com az vm create. O exemplo a seguir cria uma VM chamada myVM. Este exemplo usa azureuser para um nome de usuário administrativo.

Você precisará fornecer uma senha que atenda aos requisitos de senha para as VMs do Azure.

Usando o exemplo abaixo, você deverá inserir uma senha na linha de comando. Você também pode adicionar o parâmetro --admin-password com um valor para a senha. O nome de usuário e a senha podem ser usados posteriormente para se conectar às VMs.

az vm create \
    --resource-group myResourceGroup \
    --name myVM \
    --image Win2019Datacenter \
    --public-ip-sku Standard \
    --admin-username azureuser 

A criação da VM e dos recursos de suporte demora alguns minutos. O seguinte exemplo de saída mostra que a operação de criação de VM foi bem-sucedida.

{
  "fqdns": "",
  "id": "/subscriptions/<guid>/resourceGroups/myResourceGroup/providers/Microsoft.Compute/virtualMachines/myVM",
  "location": "eastus",
  "macAddress": "00-0D-3A-23-9A-49",
  "powerState": "VM running",
  "privateIpAddress": "10.0.0.4",
  "publicIpAddress": "52.174.34.95",
  "resourceGroup": "myResourceGroup"
}

Observe a sua própria publicIpAddress na saída da sua VM. Este endereço é usado para acessar a VM na próxima etapa.

Abra a porta 80 para tráfego da Web

Por padrão, somente conexões de RDP são abertas quando você criar uma VM do Windows no Azure. Use az vm open-port para abrir a porta TCP 80 para uso com o servidor web IIS:

az vm open-port --port 80 --resource-group myResourceGroup --name myVM

Conectar-se à máquina virtual

Use o comando a seguir para criar uma sessão de área de trabalho remota no computador local. Substitua o endereço IP pelo endereço IP público da VM. Quando solicitado, insira as credenciais usadas quando a VM foi criada:

mstsc /v:publicIpAddress

Instalar servidor Web

Para ver a VM em ação, instale o servidor Web do IIS. Abra um prompt do PowerShell na VM e execute o seguinte comando:

Install-WindowsFeature -name Web-Server -IncludeManagementTools

Quando terminar, feche a conexão RDP com a VM.

Ver o servidor Web em ação

Com o IIS instalado e a porta 80 agora aberta na VM pela Internet, use um navegador da Web de sua escolha para exibir a página inicial padrão do IIS. Use o endereço IP público da VM obtido em uma etapa anterior. O seguinte exemplo mostra o site padrão do IIS:

Site do IIS padrão

Limpar os recursos

Quando não for mais necessário, você pode usar o comando az group delete para remover o grupo de recursos, a VM e todos os recursos relacionados:

az group delete --name myResourceGroup

Próximas etapas

Neste início rápido, você implantou uma máquina virtual simples, abriu uma porta de rede para o tráfego da Web e instalou um servidor Web básico. Para saber mais sobre máquinas virtuais do Azure, continue o tutorial para VMs do Windows.