Globalizar e localizar aplicativos .NET

O desenvolvimento de um aplicativo que possa ser usado em todo o mundo, incluindo ser localizado em um ou mais idiomas, envolve três etapas: a globalização, a análise da possibilidade de localização e a localização em si.

Globalização

Esta etapa envolve a criação e a codificação de um aplicativo que seja independente de cultura e idioma, bem como que ofereça suporte a interfaces de usuário localizadas e dados regionais para todos os usuários. Ela envolve a tomada de decisões de design e de programação que não sejam baseadas em suposições para culturas específicas. Mesmo quando um aplicativo globalizado não está localizado, ele foi criado e escrito para que possa ser localizado posteriormente em um ou mais idiomas com relativa facilidade.

Revisão de localização

Essa etapa envolve a verificação do código e do design de um aplicativo para garantir que ele possa ser facilmente localizado e para identificar potenciais obstáculos à localização, bem como verificar se o código executável do aplicativo está separado de seus recursos. Se a fase de globalização foi eficaz, a análise de capacidade de localização confirmará as opções de design e codificação feitas durante a globalização. O estágio de localizabilidade também pode identificar todos os problemas restantes para que o código-fonte do aplicativo não precise ser modificado durante o estágio de localização.

Localização

Essa etapa envolve a personalização de um aplicativo para culturas ou regiões específicas. Se as etapas de globalização e localizabilidade tiverem sido feitas corretamente, a localização consistirá principalmente na tradução da interface de usuário.

Seguir estas três etapas oferece duas vantagens:

  • Libera você de ter que readaptar um aplicativo projetado para oferecer suporte a uma única cultura, como inglês dos EUA, para oferecer suporte a culturas adicionais.

  • Isso resulta em aplicativos localizados que são mais estáveis e possuem menos bugs.

O .NET fornece suporte abrangente ao desenvolvimento de aplicativos preparados para o mundo e localizados. Em particular, muitos membros de tipos na biblioteca de classes do .NET auxiliam na globalização ao retornarem valores que refletem as convenções da cultura do usuário atual ou de uma cultura específica. Além disso, o .NET Framework dá suporte a assemblies satélites que facilitam o processo de localizar um aplicativo.

Nesta seção

Globalização

Discute o primeiro estágio da criação de um aplicativo pronto para o mundo, o que envolve o projeto e a codificação de um aplicativo independente de cultura e idioma.

Globalização e ICU do .NET

Descreve como a globalização do .NET usa componentes internacionais para Unicode (ICU).

Revisão de localização

Discute o segundo estágio da criação de um aplicativo localizado, o que envolve a identificação de obstáculos potenciais à localização.

Localização

Discute o estágio final da criação de um aplicativo localizado, o que envolve a personalização da interface de usuário de um aplicativo para regiões ou culturas específicas.

Operações de cadeia de caracteres sem detecção de cultura

Descreve como usar métodos e classes do .NET sensíveis a culturas por padrão para obter resultados sem diferenciação de cultura.

Práticas recomendadas para o desenvolvimento de aplicativos prontos para o mundo

Descreve as práticas recomendadas a serem seguidas para globalização, localização e desenvolvimento de aplicativos ASP.NET prontos para o mundo.

Referência

  • Namespace System.Globalization

    Contém classes que definem informações relacionadas à cultura, incluindo idioma, país/região, calendários em uso, padrões de formato para datas, moeda, números e ordem de classificação para cadeias de caracteres.

  • Namespace System.Resources

    Fornece classes para a criação, manipulação e utilização de recursos.

  • Namespace System.Text

    Contém classes que representam ASCII, ANSI, Unicode e outras codificações de caracteres.

  • Resgen.exe (Gerador de Arquivos de Recurso)

    Descreve como usar Resgen.exe para converter arquivos .txt e XML (.resx) para arquivos .resources binários do Common Language Runtime.

  • Winres.exe (editor de recursos Windows Forms)

    Descreve como usar Winres.exe para localizar formulários do Windows Forms.