Exercício – Criar um banco de dados SQL

Concluído

A Tailwind Traders escolheu o Banco de Dados SQL do Azure para fazer uma parte da migração. Você foi designado a criar o banco de dados.

Neste exercício, você criará um banco de dados SQL no Azure e, em seguida, consultará os dados nesse banco de dados.

Tarefa 1: Criar o banco de dados

Nesta tarefa, você criará um banco de dados SQL baseado no banco de dados de exemplo AdventureWorksLT.

  1. Entre no portal do Azure.

  2. Selecione Criar um recurso>Bancos de dados>Banco de dados SQL. O painel Criar Banco de Dados SQL será exibido.

  3. Insira os valores a seguir para cada configuração.

    Configuração Valor
    Detalhes do projeto
    Subscription Assinatura do Concierge
    Grupo de recursos [Grupo de recursos da Área Restrita]
    Detalhes do banco de dados
    Nome do banco de dados db1
    Servidor Selecione Criar

    O painel Criar Servidor de Banco de Dados SQL é exibido.

  4. Insira os valores a seguir para cada configuração.

    Configuração Valor
    Detalhes do servidor
    Nome do servidor sqlservernnnn (substitua nnnn por letras e dígitos a fim de criar um nome globalmente exclusivo)
    Localização (EUA) Leste dos EUA
    Autenticação
    Método de autenticação Use Autenticação SQL
    Logon de administrador do servidor sqluser
    Senha Pa$$w0rd1234
  5. Selecione OK.

  6. Preencha os campos restantes para Criar Banco de Dados SQL usando os valores a seguir.

    Configuração Valor
    Deseja usar o pool elástico SQL? Não (padrão)
    Computação + armazenamento Uso Geral (padrão)
    Redundância do armazenamento de backup
    Redundância do armazenamento de backup Armazenamento de backup com redundância geográfica

    Screenshot of create SQL database with fields filled in.

  7. Selecione Próximo: rede e defina as configurações a seguir (aceite os valores padrão para os campos não especificados).

    Configuração Valor
    Conectividade de rede
    Método de conectividade Ponto de extremidade público

    Screenshot of the Create SQL Database Networking tab with settings configured.

  8. Selecione Próximo: segurança e para Habilitar o Azure Defender para SQL escolha Agora não. Deixe as configurações restantes como padrão (não configuradas).

    Screenshot of the Create SQL Database Security tab showing the first configured setting.

  9. Selecione Avançar: configurações adicionais e defina as configurações a seguir.

    Configuração Valor
    Fonte de dados
    Usar dados existentes Amostra
    Ordenação do Banco de Dados
    Collation SQL_Latin1_General_CP1_CI_AS (padrão)

    Screenshot of the Additional settings tab of the Create SQL Database pane with settings selected.

  10. Selecione Revisar + criar para validar as entradas de configuração.

  11. Selecione Criar para implantar o servidor e o banco de dados. Pode levar cerca de dois a cinco minutos para criar o servidor e implantar o banco de dados de exemplo. O painel de implantação mostra o status, com as atualizações de cada recurso criado.

  12. Após a conclusão da implantação, selecione Ir para o recurso. O painel de Visão Geral do Banco de Dados SQL db1 mostra os fundamentos do banco de dados recém-implantado

  13. Na barra de comandos, selecione Definir firewall do servidor. A página Configurações de firewall é exibida.

  14. Marque a caixa ao lado de Permitir que serviços e recursos do Azure acessem este servidor na parte inferior da página, deixando outras configurações como padrão.

  15. Selecione Salvar para atualizar as configurações do firewall e feche o painel de configurações do Firewall.

Tarefa 2: Testar o banco de dados

Nesta tarefa, você vai configurar o servidor e executar uma consulta SQL.

  1. No menu de recursos do Azure, selecione Todos os recursos. Pesquise e selecione o tipo de recurso Banco de dados SQL e verifique se o novo banco de dados foi criado. Talvez seja necessário atualizar a página.

    Screenshot of the SQL database Query editor preview.

  2. Selecione db1, o banco de dados SQL que você criou.

  3. No menu Banco de dados SQL, selecione Editor de consultas (versão prévia) . O painel Editor de consultas (versão prévia) é exibido.

    Screenshot of the SQL database the Query editor preview highlighted.

  4. Entre como sqluser com a senha Pa$$w0rd1234.

    Você não conseguirá entrar porque o seu endereço IP precisa estar habilitado em uma regra de firewall.

    Screenshot of the Query Editor sign-in page with the IP address error.

  5. No menu Editor de consultas, selecione Visão Geral (suas edições serão perdidas) e, na barra de comandos, selecione Definir firewall do servidor. A página Configurações de firewall é exibida.

  6. Na seção Endereço IP do cliente, seu IP será mostrado (verifique se é o mesmo endereço IP do cliente do erro recebido na etapa anterior).

  7. Na barra de comandos, selecione Adicionar o endereço IPv4 do cliente. Isso adicionará um Nome de regra que contém seu endereço IP nos campos IP Inicial e IP Final.

  8. Selecione Salvar para salvar essa regra de firewall.

    Screenshot of the SQL Server firewall settings page, with your IP settings and the command bar buttons highlighted.

  9. Selecione o banco de dados db1 na barra de amplitude, na parte superior da página, para retornar ao Banco de Dados SQL e, em seguida, selecione Editor de consultas (versão prévia) no menu.

  10. Entre novamente como sqluser, com a senha Pa$$w0rd1234. Desta vez, você deve conseguir. Poderão ser necessários alguns minutos para que a nova regra de firewall seja implantada. Se você ainda receber um erro, verifique o endereço IP do cliente no erro e retorne às Configurações de Firewall para adicionar o endereço IP do cliente correto.

  11. Depois que você entrar com êxito, o painel de consulta será exibido. Insira a consulta SQL a seguir no painel do editor.

    SELECT TOP 20 pc.Name as CategoryName, p.name as ProductName
    FROM SalesLT.ProductCategory pc
    JOIN SalesLT.Product p
    ON pc.productcategoryid = p.productcategoryid;
    

    Screenshot of the query editor with the query pane, and the commands running successfully.

  12. Selecione Executar e, em seguida, examine os resultados da consulta no painel Resultados. A consulta deve ser executada com êxito.

    Screenshot of the database query editor, showing the SQL code ran successfully and the output.

Parabéns! Você criou um banco de dados SQL no Azure e consultou com êxito os dados contidos nele.