Introdução

Imagine que você trabalha para uma empresa que faz o processamento de dados de vídeo e análise de padrão. Você está criando uma nova plataforma de protótipo para processar o vídeo de câmeras de tráfego, analisar tendências e fornecer dados acionáveis para melhorias de tráfego e de estrada.

Para melhorar seus algoritmos, você tomou providências com várias novas cidades para coletar seus dados de câmeras de tráfego. No entanto, nem todos os dados de vídeos estão no mesmo formato, e muitos dos formatos têm apenas codecs do Windows para decodificar os dados. Por isso, você decidiu usar VMs (máquinas virtuais) para fazer o processamento inicial e, em seguida, efetuar push dos dados para o Azure Functions, que processará um formato padrão. Essa abordagem permitirá que você ative os novos formatos de dados dinamicamente sem interromper todo o sistema.

O Azure fornece uma solução de hospedagem de máquina virtual robusta que pode atender às suas necessidades. Vamos explorar como criar e trabalhar com máquinas virtuais do Windows no Azure.

Objetivos de aprendizagem

Neste módulo, você vai:

  • Entender as opções disponíveis para máquinas virtuais no Azure.
  • Criar uma máquina virtual do Windows usando o portal do Azure.
  • Conectar-se a uma máquina virtual do Windows em execução usando a Área de Trabalho Remota.
  • Instale o software e altere a configuração de rede em uma VM usando o portal do Azure.

Pré-requisitos

  • Noções básicas sobre Máquinas Virtuais do Azure, obtidas de Introdução às Máquinas Virtuais do Azure
  • Cliente de Área de Trabalho Remota