Como estender o inventário de hardware no Configuration Manager

Aplica-se ao: Configuration Manager (branch atual)

O inventário de hardware lê informações de Windows PCs usando Windows Instrumentação de Gerenciamento (WMI). O WMI é a implementação da Microsoft do WBEM (Gerenciamento de Enterprise web), um padrão do setor para acessar informações de gerenciamento em uma empresa. Em versões anteriores do Configuration Manager, você estendeu o inventário de hardware modificando o arquivo sms_def.mof no servidor do site. Esse arquivo continha uma lista de classes WMI que poderiam ser lidas pelo inventário de hardware. Editando esse arquivo, você pode habilitar e desabilitar classes existentes e também criar novas classes para inventário.

O arquivo Configuration.mof é usado para definir as classes de dados a serem inventariadas pelo inventário de hardware no cliente e é inalterado do Configuration Manager 2012. Você pode criar classes de dados para inventario de classes de dados do repositório WMI existentes ou personalizadas ou chaves do Registro presentes nos sistemas cliente.

O arquivo Configuration.mof também define e registra os provedores WMI que acessam informações do dispositivo durante o inventário de hardware. O registro de provedores define o tipo de provedor a ser usado e as classes que o provedor oferece suporte.

Quando os clientes do Configuration Manager solicitam a política, o Configuration.mof é anexado ao corpo da política. Em seguida, esse arquivo é baixado e compilado pelos clientes. Quando você adiciona, modifica ou exclui classes de dados do arquivo Configuration.mof, os clientes compilam automaticamente essas alterações feitas em classes de dados relacionadas ao inventário. Nenhuma outra ação é necessária para inventariar classes de dados novas ou modificadas em clientes do Configuration Manager. Esse arquivo está localizado na pasta do diretório de instalação do Configuration Manager no servidor de site principal ou Inboxes\clifiles.src\hinv\ servidor CAS (site de administração central).

No branch atual do Configuration Manager, você não edita o arquivo sms_def.mof como nas versões anteriores. Em vez disso, faça essas alterações com as configurações do cliente. O Configuration Manager fornece os seguintes métodos para estender o inventário de hardware.

Observação

Se você alterou o estado das classes nas configurações do cliente, quando você atualiza o site, algumas classes podem reverter para um estado padrão. Por exemplo, se você desabilitar SMS_Windows8Application as classes SMS_Windows8ApplicationUserInfo ou, elas serão habilitadas após a instalação de uma atualização do Configuration Manager. Ao personalizar classes de inventário de hardware, revise sua configuração antes e depois de uma atualização de site.

Se você tiver alterado manualmente o arquivo Configuration.mof para adicionar classes de inventário personalizadas, essas alterações serão substituídas quando você atualizar o site. Para continuar usando classes personalizadas depois de atualizar, adicione-as à seção Extensões adicionadas do arquivo Configuration.mof. Não modifique nada acima desta seção. As outras seções são reservadas para modificação pelo Configuration Manager. O site faz o back up do configuration.mof personalizado na pasta do diretório de instalação do data\hinvarchive\ Configuration Manager no servidor do site.

A partir da versão 2107, você pode usar o serviço de administração para definir propriedades personalizadas em dispositivos. Em seguida, você pode usar as propriedades personalizadas no Configuration Manager para relatórios ou para criar coleções. Para obter mais informações, consulte Propriedades personalizadas para dispositivos.

Métodos

Habilitar ou desabilitar

Habilitar ou desabilitar alguns de todos os atributos de uma classe que já existe no cliente. Essa ação instrui o agente de inventário de hardware a colecioná-lo em clientes. Você pode fazer essa ação em configurações padrão do cliente ou configurações de cliente de dispositivo personalizado. Para obter mais informações, consulte Enable or disable existing classes.

Adicionar

Se uma classe WMI existir no cliente e for conhecida pelo site, essa ação a incluirá para o conjunto possível de classes de inventário de hardware. Você pode adicionar uma nova classe de inventário do namespace WMI de outro dispositivo. Essa ação está apenas nas configurações padrão do cliente. Para obter mais informações, consulte Adicionar uma nova classe.

Estender

Adicione uma nova classe WMI ao cliente. Para estender manualmente o inventário de hardware, edite o configuration.mof no site de nível superior.

Se a classe WMI ainda não existir no cliente, você precisará estender o esquema WMI:

  1. Edite o configuration.mof no site de nível superior. Revise dataldr.log para ver o site adicioná-lo.

  2. Atualize a política em um cliente e aguarde a compilação da nova classe.

  3. Use as configurações padrão do cliente para Adicionar a nova classe ao inventário de hardware. Não é preciso habilitar essa classe nas configurações padrão do cliente. Em seguida, você pode habilita-lo em uma configuração de cliente de dispositivo personalizada.

Importar e exportar

Use o console do Configuration Manager para importar e exportar arquivos MOF (Formato de Objeto Gerenciado) que contêm classes de inventário. Para obter mais informações, consulte Como importar classes e Como exportar classes.

Sobre arquivos NOIDMIF

Use arquivos NOIDMIF para coletar informações sobre dispositivos cliente que o Configuration Manager não pode inventariar. Por exemplo, colete informações de número do ativo do dispositivo que existem apenas como um rótulo no dispositivo. O inventário NOIDMIF é associado automaticamente ao dispositivo cliente do que foi coletado. Para obter mais informações, consulte Create NOIDMIF files.

Sobre arquivos IDMIF

Use arquivos IDMIF para coletar informações sobre ativos em sua organização que não estão associados a um cliente do Configuration Manager. Por exemplo, projetores, fotocopiadores e impressoras de rede. Para obter mais informações, consulte Create IDMIF files.

Procedimentos

Esses procedimentos ajudam você a configurar as configurações padrão do cliente para inventário de hardware e se aplicam a todos os clientes em sua hierarquia. Se você quiser que essas configurações se apliquem apenas a alguns clientes, crie uma configuração de dispositivo cliente personalizada e atribua-a a uma coleção de clientes específicos. Para obter mais informações, consulte Como configurar as configurações do cliente.

Habilitar ou desabilitar classes existentes

  1. No console do Configuration Manager, vá para o espaço de trabalho Administração e selecione o nó Cliente Configurações.

  2. Selecione o cliente padrão Configurações. Na guia Página Principal, no grupo Propriedades, escolha Propriedades.

  3. Na caixa de diálogo Cliente Configurações Padrão, escolha Inventário de Hardware.

  4. Na lista Dispositivo Configurações, selecione Definir Classes.

  5. Na caixa de diálogo Classes de Inventário de Hardware, selecione ou desempure as classes e as propriedades de classe a serem coletadas pelo inventário de hardware. Você pode expandir classes para selecionar ou limpar propriedades individuais nessa classe. Use o campo Pesquisar classes de inventário para pesquisar classes individuais.

Importante

Quando você adiciona novas classes ao inventário de hardware do Configuration Manager, o tamanho do arquivo de inventário coletado e enviado ao servidor do site aumentará. Isso pode afetar negativamente o desempenho da rede e do site do Configuration Manager. Habilita somente as classes de inventário que você deseja coletar.

Adicionar uma nova classe

Você só pode adicionar classes de inventário do servidor de nível superior da hierarquia modificando as configurações padrão do cliente. Essa opção não está disponível quando você cria configurações de dispositivo personalizadas.

  1. No console do Configuration Manager, vá para o espaço de trabalho Administração e selecione o nó Cliente Configurações.

  2. Selecione o cliente padrão Configurações. Na guia Página Principal, no grupo Propriedades, escolha Propriedades.

  3. Na caixa de diálogo Cliente Configurações Padrão, escolha Inventário de Hardware.

  4. Na lista Dispositivo Configurações, escolha Definir Classes.

  5. Na caixa de diálogo Classes de Inventário de Hardware, escolha Adicionar.

  6. Na caixa de diálogo Adicionar Classe de Inventário de Hardware, selecione Conexão.

  7. Na caixa de diálogo Conexão para Windows Gerenciamento de Instrumentação (WMI), especifique o nome do computador do qual você obterá as classes WMI e o namespace WMI a ser usado para obter as classes. Se você quiser obter todas as classes abaixo do namespace WMI especificado, selecione Recursivo. Se o computador ao que você está se conectando não for o computador local, fornecer credenciais para uma conta que tenha permissão para acessar o WMI no computador remoto.

  8. Escolha Conectar.

  9. Na caixa de diálogo Adicionar Classe de Inventário de Hardware, na lista De classes inventário, selecione as classes WMI que você deseja adicionar ao inventário de hardware do Configuration Manager.

  10. Se você quiser editar informações sobre a classe WMI selecionada, escolha Editar e, na caixa de diálogo Qualificadores de Classe, forneça as seguintes informações:

    • Nome para exibição : esse nome será exibido no Explorador de Recursos.

    • Propriedades: Especifique as unidades nas quais cada propriedade da classe WMI será exibida.

      Você também pode definir propriedades como uma propriedade chave para ajudar a identificar exclusivamente cada instância da classe. Se nenhuma chave for definida para a classe e várias instâncias da classe são relatadas do cliente, somente a instância mais recente encontrada será armazenada no banco de dados.

      Quando terminar de configurar as propriedades, selecione OK para fechar a caixa de diálogo Qualificadores de classe e as outras caixas de diálogo abertas.

Como importar classes

Você só pode importar classes de inventário quando modificar as configurações padrão do cliente. No entanto, você pode usar configurações de cliente personalizadas para importar informações que não incluem uma alteração de esquema, como alterar a propriedade de uma classe existente de True para False.

  1. No console do Configuration Manager, vá para o espaço de trabalho Administração e selecione o nó Cliente Configurações.

  2. Selecione o cliente padrão Configurações. Na guia Página Principal, no grupo Propriedades, escolha Propriedades.

  3. Na caixa de diálogo Cliente Configurações Padrão, escolha Inventário de Hardware.

  4. Na lista Dispositivo Configurações, escolha Definir Classes.

  5. Na caixa de diálogo Classes de Inventário de Hardware, escolha Importar.

  6. Na caixa de diálogo Importar, selecione o arquivo MOF (Formato de Objeto Gerenciado) que você deseja importar e escolha OK. Revise os itens que serão importados e selecione Importar.

Como exportar classes

  1. No console do Configuration Manager, vá para o espaço de trabalho Administração e selecione o nó Cliente Configurações.

  2. Selecione o cliente padrão Configurações. Na guia Página Principal, no grupo Propriedades, escolha Propriedades.

  3. Na caixa de diálogo Cliente Configurações Padrão, escolha Inventário de Hardware.

  4. Na lista Dispositivo Configurações, escolha Definir Classes.

  5. Na caixa de diálogo Classes de Inventário de Hardware, escolha Exportar.

    Observação

    Quando você exporta classes, todas as classes selecionadas no momento serão exportadas.

  6. Na caixa de diálogo Exportar, especifique o arquivo MOF (Formato de Objeto Gerenciado) para o qual você deseja exportar as classes e escolha Salvar.

Coletar cadeias de caracteres maiores do que 255 caracteres

Você pode especificar o comprimento das cadeias de caracteres a ser maior do que 255 caracteres para propriedades de inventário de hardware. Essa ação se aplica apenas a classes recém-adicionadas e a propriedades de inventário de hardware que não são chaves.

  1. No espaço de trabalho Administração, selecione Cliente Configurações. Escolha uma configuração de dispositivo cliente a ser editada e selecione Propriedades.

  2. Selecione Inventário de Hardware e, em seguida, Definir Classes e Adicionar.

  3. Selecione Conectar.

  4. Preencha Nome do Computador, Namespace WMI, selecione recursivo, se necessário. Forneça credenciais, se necessário, para se conectar. Selecione Conexão para exibir as classes de namespace.

  5. Selecione uma nova classe e selecione Editar.

  6. Altere o Comprimento da sua propriedade que é uma cadeia de caracteres, diferente da chave, para ser maior do que 255. Selecione OK.

  7. Certifique-se de que a propriedade editada está selecionada para Adicionar Classe de Inventário de Hardware e selecione OK.

Usar arquivos MIF

Use arquivos MIF (Formato de Informações de Gerenciamento) para estender informações de inventário de hardware coletadas de clientes pelo Configuration Manager. Durante o inventário de hardware, as informações armazenadas em arquivos MIF são adicionadas ao relatório de inventário do cliente e armazenadas no banco de dados do site, onde você pode usar os dados da mesma maneira que usa os dados de inventário do cliente padrão. Há dois tipos de arquivos MIF: NOIDMIF e IDMIF.

Importante

Antes de adicionar informações de arquivos MIF ao banco de dados do Configuration Manager, crie ou importe a classe. Para obter mais informações, consulte Adicionar uma nova classe ou Como importar classes neste artigo.

Criar arquivos NOIDMIF

Os arquivos NOIDMIF podem ser usados para adicionar informações a um inventário de hardware do cliente que normalmente não pode ser coletado pelo Configuration Manager e está associado a um determinado dispositivo cliente. Por exemplo, muitas empresas rotulam cada computador na organização com um número de ativo e, em seguida, catalogam esses números manualmente. Quando você cria um arquivo NOIDMIF, essas informações podem ser adicionadas ao banco de dados do Configuration Manager e usadas para consultas e relatórios.

Para obter mais informações sobre como criar arquivos NOIDMIF, consulte Sobre inventário na documentação do SDK do Configuration Manager.

Importante

Ao criar um arquivo NOIDMIF, salve-o em um formato codificado por ANSI. Se você salvar arquivos NOIDMIF no formato codificado UTF-8, o Configuration Manager não poderá lê-lo.

Depois de criar um arquivo NOIDMIF, armazene-o na %Windir%\CCM\Inventory\noidmifs pasta em cada cliente. O Configuration Manager coleta informações de arquivos NODMIF nesta pasta durante o próximo ciclo de inventário de hardware agendado.

Criar arquivos IDMIF

Os arquivos IDMIF podem ser usados para adicionar informações sobre ativos que normalmente não poderiam ser inventariados pelo Configuration Manager e não estão associados a um determinado dispositivo cliente ao banco de dados do Configuration Manager. Por exemplo, você pode usar o IDMIFS para coletar informações sobre projetores, dvd players, fotocopiers ou outros equipamentos que não tenham um cliente do Configuration Manager.

Para obter mais informações sobre como criar arquivos IDMIF, consulte Sobre inventário na documentação do SDK do Configuration Manager.

Depois de criar um arquivo IDMIF, armazene-o na %Windir%\CCM\Inventory\idmifs pasta em computadores cliente. O Configuration Manager coleta informações desse arquivo durante o próximo ciclo de inventário de hardware agendado. Declare novas classes para obter informações contidas no arquivo adicionando ou importando-as.

Observação

Os arquivos MIF podem conter grandes quantidades de dados e coletar esses dados pode afetar negativamente o desempenho do seu site. Habilitar a coleção MIF somente quando necessário. Configure a opção Tamanho máximo de arquivo MIF personalizado (KB) nas configurações de inventário de hardware. Para obter mais informações, consulte Introdução ao inventário de hardware.