Gerenciador de Configurações Local (LCM) de Configuração de Estado Desejado do Windows PowerShell 4.0Windows PowerShell 4.0 Desired State Configuration Local Configuration Manager (LCM)

Aplica-se a: Windows PowerShell 4.0Applies To: Windows PowerShell 4.0

O Gerenciador de Configurações Local (LCM) é o mecanismo de Configuração de Estado Desejado (DSC) do Windows PowerShell.Local Configuration Manager is the Windows PowerShell Desired State Configuration (DSC) engine. É executado em todos os nós de destino e é responsável por chamar os recursos de configuração que estão incluídos em um script de configuração DSC.It runs on all target nodes, and it is responsible for calling the configuration resources that are included in a DSC configuration script. Este tópico lista as propriedades do Gerenciador de Configurações Local e descreve como você pode modificar as configurações do Gerenciador de Configurações Local em um nó de destino.This topic lists the properties of Local Configuration Manager and describes how you can modify the Local Configuration Manager settings on a target node.

Propriedades do Gerenciador de Configurações LocalLocal Configuration Manager properties

O exemplo a seguir lista as propriedades do Gerenciador de Configurações Local que podem ser definidas ou recuperadas.The following lists the Local Configuration Manager properties that you can set or retrieve.

  • AllowModuleOverwrite: controla se as novas configurações baixadas do serviço de configuração têm permissão para substituir as antigas no nó de destino.AllowModuleOverwrite: Controls whether new configurations downloaded from the configuration service are allowed to overwrite the old ones on the target node. Os valores possíveis são True e False.Possible values are True and False.
  • CertificateID: a impressão digital de um certificado usado para proteger as credenciais passadas em uma configuração.CertificateID: The thumbprint of a certificate used to secure credentials passed in a configuration. Para obter mais informações, consulte Quer proteger credenciais na Configuração de Estado Desejado do Windows PowerShell?For more information see Want to secure credentials in Windows PowerShell Desired State Configuration?.
  • ConfigurationID: indica um GUID que é usado para obter um arquivo de configuração específico de um serviço de pull.ConfigurationID: Indicates a GUID which is used to get a particular configuration file from a pull service. O GUID garante que o arquivo de configuração correto seja acessado.The GUID ensures that the correct configuration file is accessed.
  • ConfigurationMode: especifica como o Gerenciador de Configurações Local realmente aplica a configuração aos nós de destino.ConfigurationMode: Specifies how the Local Configuration Manager actually applies the configuration to the target nodes. Pode usar os seguintes valores:It can take the following values:
    • ApplyOnly: com essa opção, a DSC aplicará a configuração e não fará nada além disso, a menos que uma nova configuração seja detectada quando você enviar uma nova configuração diretamente para o nó de destino, ou se você estiver se conectando a um serviço de pull e o DSC descobrir uma nova configuração quando verificar com o serviço de pull.ApplyOnly: With this option, DSC applies the configuration and does nothing further unless a new configuration is detected, either by you sending a new configuration directly to the target node or if you are connecting to a pull service and DSC discovers a new configuration when it checks with the pull service. Nenhuma ação será executada se a configuração de destino estiver dessincronizada.If the target node’s configuration drifts, no action is taken.
    • ApplyAndMonitor: com essa opção (que é o padrão), a DSC aplica a todas as novas configurações, independentemente de terem sido enviadas por você diretamente para o nó de destino ou descobertas em um serviço de pull.ApplyAndMonitor: With this option (which is the default), DSC applies any new configurations, whether sent by you directly to the target node or discovered on a pull service. Por conseguinte, se a configuração do nó de destino estiver dessincronizada em relação ao arquivo de configuração, a DSC relatará a discrepância em logs.Thereafter, if the configuration of the target node drifts from the configuration file, DSC reports the discrepancy in logs. Para obter mais informações sobre o registro em log de DSC, consulte Usando Logs de Evento para Diagnosticar Erros na Configuração de Estado Desejado.For more about DSC logging, see Using Event Logs to Diagnose Errors in Desired State Configuration.
    • ApplyAndAutoCorrect: com essa opção, a DSC aplica todas as novas configurações, independentemente de terem sido enviadas por você diretamente para o nó de destino ou descobertas em um serviço de pull.ApplyAndAutoCorrect: With this option, DSC applies any new configurations, whether sent by you directly to the target node or discovered on a pull service. Depois disso, se a configuração do nó de destino estiver dessincronizada em relação ao arquivo de configuração, a DSC relatará a discrepância em logs e tentará ajustar a configuração do nó de destino para colocar em conformidade com o arquivo de configuração.Thereafter, if the configuration of the target node drifts from the configuration file, DSC reports the discrepancy in logs, and then attempts to adjust the target node configuration to bring in compliance with the configuration file.
  • ConfigurationModeFrequencyMins: representa a frequência (em minutos) em que o aplicativo em segundo plano de DSC tenta implementar a configuração atual no nó de destino.ConfigurationModeFrequencyMins: Represents the frequency (in minutes) at which the background application of DSC attempts to implement the current configuration on the target node. O valor padrão é 15.The default value is 15. Esse valor pode ser definido em conjunto com RefreshMode.This value can be set in conjunction with RefreshMode. Quando RefreshMode é definido como PULL, o nó de destino entra em contato com o serviço de configuração em um intervalo definido por RefreshFrequencyMins e baixa a configuração atual.When RefreshMode is set to PULL, the target node contacts the configuration service at an interval set by RefreshFrequencyMins and downloads the current configuration. Independentemente do valor RefreshMode, no intervalo definido por ConfigurationModeFrequencyMins, o mecanismo de consistência aplica a configuração que foi baixada por último ao nó de destino.Regardless of the RefreshMode value, at the interval set by ConfigurationModeFrequencyMins, the consistency engine applies the latest configuration that was downloaded to the target node. RefreshFrequencyMins deve ser definido como um número inteiro, múltiplo de ConfigurationModeFrequencyMins.RefreshFrequencyMins should be set to an integer multiple of ConfigurationModeFrequencyMins.
  • Credential: indica credenciais (como é o caso de Get-Credential) necessárias para acessar recursos remotos, como entrar em contato com o serviço de configuração.Credential: Indicates credentials (as with Get-Credential) required to access remote resources, such as to contact the configuration service.
  • DownloadManagerCustomData: representa uma matriz que contém dados personalizados específicos para o gerenciador de downloads.DownloadManagerCustomData: Represents an array that contains custom data specific to the download manager.
  • DownloadManagerName: indica o nome da configuração e o gerenciador de downloads do módulo.DownloadManagerName: Indicates the name of the configuration and module download manager.
  • RebootNodeIfNeeded: determinadas alterações na configuração de um nó de destino podem exigir que ele seja reiniciado para as alterações serem aplicadas.RebootNodeIfNeeded: Certain configuration changes on a target node might require it to be restarted for the changes to be applied. Com o valor True, essa propriedade reiniciará o nó assim que a configuração for completamente aplicada, sem aviso adicional.With the value True, this property will restart the node as soon as the configuration has been completely applies, without further warning. Se False (o valor padrão), a configuração será concluída, mas o nó deverá ser reiniciado manualmente para que as alterações entrem em vigor.If False (the default value), the configuration will be completed, but the node must be restarted manually for the changes to take effect.
  • RefreshFrequencyMins: usado ao configurar um serviço de pull.RefreshFrequencyMins: Used when you have set up a pull service. Representa a frequência (em minutos) em que o Gerenciador de Configurações Local contata um serviço de pull para baixar a configuração atual.Represents the frequency (in minutes) at which the Local Configuration Manager contacts a pull service to download the current configuration. Esse valor pode ser definido em conjunto com ConfigurationModeFrequencyMins.This value can be set in conjunction with ConfigurationModeFrequencyMins. Quando RefreshMode é definido como PULL, o nó de destino entra em contato com o serviço de pull em um intervalo definido por RefreshFrequencyMins e baixa a configuração atual.When RefreshMode is set to PULL, the target node contacts the pull service at an interval set by RefreshFrequencyMins and downloads the current configuration. No intervalo definido por ConfigurationModeFrequencyMins, o mecanismo de consistência aplica a configuração que foi baixada por último ao nó de destino.At the interval set by ConfigurationModeFrequencyMins, the consistency engine then applies the latest configuration that was downloaded to the target node. Se RefreshFrequencyMins não for definido como um número inteiro, múltiplo de ConfigurationModeFrequencyMins, será arredondado pelo sistema.If RefreshFrequencyMins is not set to an integer multiple of ConfigurationModeFrequencyMins, the system will round it up. O valor padrão é 30.The default value is 30.
  • RefreshMode: os valores possíveis são Push (o padrão) e Pull.RefreshMode: Possible values are Push (the default) and Pull. Na configuração de “push”, é necessário colocar um arquivo de configuração em cada nó de destino, usando qualquer computador cliente.In the “push” configuration, you must place a configuration file on each target node, using any client computer. No modo de “pull”, você deve configurar um serviço de pull para o Gerenciador de Configurações Local contatar e acessar os arquivos de configuração.In the “pull” mode, you must set up a pull service for Local Configuration Manager to contact and access the configuration files.

Exemplo de atualização das configurações do Gerenciador de Configurações LocalExample of updating Local Configuration Manager settings

Você pode atualizar as configurações do Gerenciador de Configurações Local de um nó de destino incluindo um bloco LocalConfigurationManager dentro do bloco de nó em um script de configuração, conforme mostrado no exemplo a seguir.You can update the Local Configuration Manager settings of a target node by including a LocalConfigurationManager block inside the node block in a configuration script, as shown in the following example.

Configuration ExampleConfig
{
    Node “Server001”
    {
        LocalConfigurationManager
        {
            ConfigurationID = "646e48cb-3082-4a12-9fd9-f71b9a562d4e"
            ConfigurationModeFrequencyMins = 45
            ConfigurationMode = "ApplyAndAutocorrect"
            RefreshMode = "Pull"
            RefreshFrequencyMins = 90
            DownloadManagerName = "WebDownloadManager"
            DownloadManagerCustomData = (@{ServerUrl="https://$PullService/psdscpullserver.svc"})
            CertificateID = "71AA68562316FE3F73536F1096B85D66289ED60E"
            Credential = $cred
            RebootNodeIfNeeded = $true
            AllowModuleOverwrite = $false
        }
# One or more resource blocks can be added here
    }
}

# The following line invokes the configuration and creates a file called Server001.meta.mof at the specified path
ExampleConfig -OutputPath "c:\users\public\dsc"

A execução do script no exemplo anterior gera um arquivo MOF que especifica e armazena as configurações desejadas.Running the script in the previous example generates a MOF file that specifies and stores the desired settings. Para aplicar as configurações, pode-se usar o cmdlet Set-DscLocalConfigurationManager, conforme mostrado no exemplo a seguir.To apply the settings, you can use the Set-DscLocalConfigurationManager cmdlet, as shown in the following example.

Set-DscLocalConfigurationManager -Path "c:\users\public\dsc"

Observação: para o parâmetro Path, você deve especificar o mesmo caminho que especificou para o parâmetro OutputPath quando chamou a configuração no exemplo anterior.Note: For the Path parameter, you must specify the same path that you specified for the OutputPath parameter when you invoked the configuration in the previous example.

Para ver as configurações do Gerenciador de Configurações Local atual, você pode usar o cmdlet Get-DscLocalConfigurationManager.To see the current Local Configuration Manager settings, you can use the Get-DscLocalConfigurationManager cmdlet. Se você invocar esse cmdlet sem parâmetros, ele receberá, por padrão, as configurações do Gerenciador de Configurações Local para o nó no qual será executado.If you invoke this cmdlet with no parameters, by default it will get the Local Configuration Manager settings for the node on which you run it. Para especificar outro nó, use o parâmetro CimSession com esse cmdlet.To specify another node, use the CimSession parameter with this cmdlet.