Migrar cargas de trabalho do SQL Server Integration Services por lift-and-shift para a nuvem

Aplica-se a: simSQL Server (todas as versões compatíveis) sim SSIS Integration Runtime no Azure Data Factory

Agora você pode mover suas cargas de trabalho, pacotes e projetos do SSIS (SQL Server Integration Services) para a nuvem do Microsoft Azure. Implante, execute e gerencie projetos e pacotes SSIS no Catálogo SSIS (SSISDB) no Banco de Dados SQL do Azure ou na Instância Gerenciada de SQL com ferramentas que você já conhece, como o SSMS (SQL Server Management Studio).

Benefícios

Mover suas cargas de trabalho SSIS de local para o Azure tem os seguintes benefícios potenciais:

  • Redução dos custos operacionais e redução da carga de gerenciar a infraestrutura que você tem ao executar o SSIS localmente ou em máquinas virtuais do Azure.
  • Aumento da alta disponibilidade com a capacidade de especificar vários nós por cluster, bem como os recursos de alta disponibilidade do Azure e do Banco de Dados SQL do Azure.
  • Aumento da escalabilidade com a capacidade de especificar vários núcleos por nó (expandir verticalmente) e vários nós por cluster (expansão).

Arquitetura do SSIS no Azure

A tabela a seguir destaca as diferenças entre o SSIS local e o SSIS no Azure.

A diferença mais importante é a separação do armazenamento do runtime. O Azure Data Factory hospeda o mecanismo de runtime para pacotes do SSIS no Azure. O mecanismo de tempo de execução é chamado de IR do Azure-SSIS (Integration Runtime do Azure-SSIS). Para obter mais informações, veja Integration Runtime do Azure-SSIS.

Location Armazenamento Runtime Escalabilidade
No local SQL Server runtime do SSIS hospedado pelo SQL Server SSIS Scale Out (no SQL Server 2017 e posterior)

Soluções personalizadas (em versões anteriores do SQL Server)
No Azure Banco de Dados SQL ou Instância Gerenciada de SQL Integration Runtime do Azure-SSIS, um componente do Azure Data Factory Opções de colocação em escala para o Integration Runtime do Azure-SSIS

Provisionar o SSIS no Azure

Provisione. Antes de implantar e executar os pacotes SSIS no Azure, é necessário provisionar o SSISDB (Catálogo do SSIS) e o Azure-SSIS Integration Runtime.

Você só precisa provisionar o IR do Azure-SSIS uma vez. Depois disso, você pode usar ferramentas familiares, como SSDT (SQL Server Data Tools) e o SSMS (SQL Server Management Studio) para implantar, configurar, executar, monitorar, agendar e gerenciar pacotes.

Observação

O Azure-SSIS Integration Runtime ainda não está disponível em todas as regiões do Azure. Para obter informações sobre as regiões com suporte, consulte Produtos disponíveis por região – Microsoft Azure.

Escale verticalmente e horizontalmente. Quando você provisiona o IR do Azure-SSIS, pode escalar vertical e horizontalmente especificando valores para as seguintes opções:

  • O tamanho de nó (incluindo o número de núcleos) e o número de nós no cluster.
  • A instância existente do Banco de Dados SQL do Azure para hospedar o SSISDB (banco de dados de catálogo do SSIS) e a camada de serviço para o banco de dados.
  • O número máximo de execuções paralelas por nó.

Aumente o desempenho. Para obter mais informações, veja Configurar o Integration Runtime do Azure-SSIS para alto desempenho.

Reduza os custos. Para reduzir os custos, execute o Azure-SSIS IR somente quando necessário. Para saber mais, confira Como agendar o início e a parada de um runtime de integração do Azure SSIS.

Criar pacotes

Você pode continuar a projetar e criar pacotes localmente no SSDT ou então no Visual Studio com o SSDT instalado.

Conectar-se às fontes de dados

Para se conectar a fontes de dados locais da nuvem com a autenticação do Windows, confira Conectar-se a fontes de dados e compartilhamentos de arquivos com a Autenticação do Windows de pacotes do SSIS no Azure.

Para se conectar a arquivos e compartilhamentos de arquivos, confira Abrir e salvar arquivos no local e no Azure com pacotes SSIS implantados no Azure.

Componentes do SSIS disponíveis

Quando você provisiona uma instância do Banco de Dados SQL para hospedar o SSISDB, o Azure Feature Pack para SSIS e o Acesso Redistribuível também são instalados. Esses componentes fornecem conectividade com várias fontes de dados do Azure e com os arquivos do Excel e do Access, além das fontes de dados compatíveis com os componentes internos.

Também é possível instalar componentes adicionais, por exemplo, é possível instalar um driver não instalado por padrão. Para saber mais, confira Personalizar a instalação para o runtime de integração do Azure-SSIS.

Se você tiver uma licença do Enterprise Edition, os componentes adicionais estarão disponíveis. Para saber mais, confira Provisionar a Enterprise Edition para o Azure-SSIS Integration Runtime.

Se você for um ISV, poderá atualizar a instalação dos componentes licenciados para disponibilizá-las no Azure. Para saber mais, confira Instalar componentes personalizados pagos ou licenciados para o Integration Runtime do Azure-SSIS.

Suporte à transação

Com o SQL Server local e em máquinas virtuais do Azure, você pode usar transações do MSDTC (Coordenador de Transações Distribuídas da Microsoft). Para configurar o MSDTC em cada nó do IR do Azure SSIS, use a funcionalidade de instalação personalizada. Para obter mais informações, consulte Instalação personalizada para o runtime de integração do Azure-SSIS.

Com o Banco de Dados SQL do Azure, você só pode usar transações elásticas. Para obter mais informações, consulte Transações distribuídas entre bancos de dados na nuvem.

Implantar e executar pacotes

Para começar, confira Tutorial: implantar e executar um pacote SSIS (SQL Server Integration Services) no Azure.

Pré-requisitos

Para implantar pacotes do SSIS para o Azure, você precisa ter uma das seguintes versões do SSDT (SQL Server Data Tools):

  • Para o Visual Studio 2017, versão 15.3 ou posterior.
  • Para o Visual Studio 2015, versão 17.2 ou posterior.

Conectar-se ao SSISDB

O nome do Banco de Dados SQL que hospeda o SSISDB torna-se a primeira parte do nome de quatro partes a ser usado ao implantar e executar pacotes de SSDT e SSMS, no seguinte formato – <sql_database_name>.database.windows.net. Para saber mais sobre como se conectar ao banco de dados do Catálogo do SSIS no Azure, veja Conectar-se ao SSISDB (Catálogo do SSIS) no Azure.

Implantar projetos e pacotes

É necessário usar o modelo de implantação de projeto, não o modelo de implantação de pacote, quando você implanta projetos no SSISDB no Azure.

Para implantar projetos no Azure, é possível usar uma das diversas ferramentas e opções de script conhecidas:

  • SQL Server Management Studio (SSMS)
  • Transact-SQL (do SSMS, Visual Studio Code ou outra ferramenta)
  • Uma ferramenta de linha de comando
  • PowerShell ou C# e o modelo do objeto de gerenciamento do SSIS

O processo de implantação valida os pacotes para garantir que eles possam ser executados no Integration Runtime do SSIS-Azure. Para saber mais, confira Validar pacotes SSIS (SQL Server Integration Services) implantados no Azure.

Confira um exemplo de implantação que usa o SSMS e o Assistente de implantação do Integration Services no Tutorial: implantar e executar um pacote SSIS (SQL Server Integration Services) no Azure.

Suporte à versão

É possível implantar um pacote criado com qualquer versão do SSIS no Azure. Quando você implantar um pacote no Azure, se não houver nenhum erro de validação, o pacote será atualizado automaticamente para o formato de pacote mais recente. Em outras palavras, ele sempre será atualizado para a versão mais recente do SSIS.

Executar pacotes

Para executar pacotes do SSIS implantados no Azure, você pode usar diversos métodos. Para saber mais, confira Executar pacotes SSIS (SQL Server Integration Services) implantados no Azure.

Executar pacotes em um pipeline do Azure Data Factory

Para executar um pacote do SSIS em um pipeline do Azure Data Factory, use a Atividade Executar Pacote do SSIS. Para obter mais informações, consulte Executar um pacote do SSIS usando a atividade Executar pacote do SSIS no Azure Data Factory.

Quando você executa um pacote em um pipeline do Data Factory com a Atividade Executar Pacote do SSIS, pode passar valores para o pacote em runtime. Para passar um ou mais valores de runtime, crie ambientes de execução do SSIS no SSISDB com o SQL Server Management Studio (SSMS). Em cada ambiente, crie variáveis e atribua valores correspondentes aos parâmetros dos seus projetos ou pacotes. Configure seus pacotes do SSIS no SSMS para associar as variáveis de ambiente aos parâmetros do seu projeto ou pacote. Ao executar os pacotes no pipeline, alterne entre ambientes especificando diferentes caminhos de ambiente na guia Configurações da interface do usuário da atividade Executar pacote do SSIS. Para saber mais sobre ambientes do SSIS, confira Criar e mapear um ambiente de servidor.

Monitorar pacotes

Para monitorar pacotes em execução, use as seguintes opções de geração de relatórios no SSMS.

  • Clique com o botão direito do mouse em SSISDB e, em seguida, selecione Operações Ativas para abrir a caixa de diálogo Operações Ativas.
  • Selecione um pacote no Pesquisador de Objetos, clique com o botão direito do mouse e selecione, sucessivamente, Relatórios, Relatórios Padrão e Todas as Execuções.

Para monitorar o Integration Runtime do Azure-SSIS, veja Monitorar o Integration Runtime do Azure-SSIS.

Agendar pacotes

Para agendar a execução de pacotes implantados no Azure, você pode usar uma variedade de ferramentas. Para saber mais, confira Agendar a execução de pacotes SSIS (SQL Server Integration Services) implantados no Azure.

Próximas etapas

Para uma introdução às cargas de trabalho de SSIS no Azure, consulte os seguintes artigos: