Serviço do Integration Services (Serviço SSIS)

Aplica-se a:yesSQL Server (todas as versões com suporte) yesSSIS Integration Runtime no Azure Data Factory

Os tópicos desta seção abordam o serviço Integration Services, um serviço Windows para gerenciamento de pacotes do Integration Services. Este serviço não é exigido para criar, salvar e executar pacotes do Integration Services. O SQL Server 2012 (11.x) dá suporte ao serviço Integration Services para obter compatibilidade com versões anteriores do Integration Services.

A partir do SQL Server 2012 (11.x), o Integration Services armazena objetos, configurações e dados operacionais no banco de dados SSISDB para projetos que você implantou no servidor do Integration Services usando o modelo de implantação de projetos. O servidor do Integration Services, que é uma instância do Mecanismo de Banco de Dados do SQL Server, hospeda o banco de dados. Para obter mais informações sobre o banco de dados, consulte Catálogo do SSIS. Para obter mais informações sobre como implantar projetos no servidor do Integration Services, confira Implantar projetos e pacotes do SSIS (Integration Services).

Recursos de gerenciamento

O serviço Integration Services é um serviço Windows para gerenciar pacotes do Integration Services. O serviço Integration Services está disponível somente no SQL Server Management Studio.

A execução do serviço Integration Services fornece os seguintes recursos de gerenciamento:

  • Início dos pacotes armazenados local e remoto

  • Interrupção dos pacotes em execução local e remoto

  • Monitoramento dos pacotes em execução local e remoto.

  • Importação e exportação de pacotes

  • Gerenciamento do armazenamento de pacotes

  • Personalização das pastas de armazenamento

  • Interrupção de pacotes em execução quando o serviço é interrompido

  • Exibição do log de Eventos do Windows

  • Conectando-se a vários servidores do Integration Services

Tipo de inicialização

O serviço Integration Services é instalado quando você instala o componente Integration Services do SQL Server. Por padrão, o serviço Integration Services é iniciado e o tipo de inicialização do serviço é definido como automático. O serviço deve estar executando para monitorar os pacotes que são armazenados no Armazenamento de Pacotes SSIS. O Armazenamento de Pacotes SSIS pode estar no banco de dados msdb em uma instância do SQL Server ou nas pastas designadas no sistema de arquivos.

O serviço Integration Services não será necessário se você só quiser projetar e executar pacotes do Integration Services. Porém, o serviço é necessário para listar e monitorar pacotes usando o SQL Server Management Studio.

Gerenciar o serviço

Quando você instala o componente Integration Services do SQL Server, o serviço Integration Services também é instalado. Por padrão, o serviço Integration Services é iniciado e o tipo de inicialização do serviço é definido como automático. Porém, você também precisa instalar o SQL Server Management Studio para usar o serviço para gerenciar pacotes do Integration Services em execução e armazenados.

Observação

Para se conectar diretamente a uma instância do Serviço Integration Services herdado, você precisa usar a versão do SSMS (SQL Server Management Studio) alinhada com a versão do SQL Server na qual o Serviço Integration Services está em execução. Por exemplo, para se conectar ao Serviço Integration Services herdados executados em uma instância do SQL Server 2016, você precisa usar a versão do SSMS liberada para o SQL Server 2016. Baixe o SSMS (SQL Server Management Studio).

Na caixa de diálogo Conectar ao Servidor do SSMS, não é possível inserir o nome de um servidor no qual uma versão anterior do serviço Integration Services esteja em execução. No entanto, para gerenciar pacotes armazenados em um servidor remoto, não é necessário se conectar à instância do serviço Integration Services nesse servidor remoto. Em vez disso, edite o arquivo de configuração do serviço Integration Services de maneira que o SQL Server Management Studio exiba os pacotes armazenados no servidor remoto.

Você pode instalar apenas uma instância do serviço Integration Services em um computador. O serviço não é específico a uma instância específica do Mecanismo de Banco de Dados. Você se conecta ao serviço usando o nome do computador no qual ele está sendo executado.

Você pode gerenciar o serviço Integration Services usando um dos seguintes snap-ins do MMC (Console de Gerenciamento Microsoft): SQL Server Configuration Manager ou Serviços. Para gerenciar pacotes no SQL Server Management Studio, é preciso se certificar que o serviço foi iniciado.

Por padrão, o serviço Integration Services é configurado para gerenciar pacotes no banco de dados msdb da instância do Mecanismo de Banco de Dados instalada ao mesmo tempo em que o Integration Services. Se uma instância do Mecanismo de Banco de Dados não for instalada ao mesmo tempo, o serviço Integration Services será configurado para gerenciar pacotes no banco de dados msdb da instância local padrão do Mecanismo de Banco de Dados. Para gerenciar pacotes que estão armazenados em uma instância nomeada ou remota do Mecanismo de Banco de Dados, ou em várias instâncias do Mecanismo de Banco de Dados, é preciso modificar o arquivo de configuração para o serviço.

Por padrão, o serviço Integration Services está configurado para interromper a execução de pacotes quando o serviço estiver parado. Entretanto, o serviço Integration Services não espera que os pacotes parem e alguns pacotes podem continuar em execução após o serviço Integration Services ser interrompido.

Se o serviço Integration Services for interrompido, você poderá continuar executando pacotes usando o Assistente de Importação e Exportação do SQL Server, o Designer do SSIS, o Utilitário de Execução de Pacotes e o utilitário de prompt de comando dtexec (dtexec.exe). Porém, você não pode monitorar os pacotes em execução.

Por padrão, o serviço Integration Services executa no contexto da conta de SERVIÇO DE REDE. É recomendável executar o serviço SQL Server Integration Services em uma conta que tenha permissões limitadas, como a conta de SERVIÇO DE REDE. Executar o serviço SQL Server Integration Services em uma conta com privilégios elevados representa um possível risco de segurança.

O serviço Integration Services grava no log de eventos do Windows. Você pode ver eventos de serviço no SQL Server Management Studio. Você também pode exibir eventos de serviço usando Visualizador de Eventos do Windows.

Definir as propriedades do serviço

O serviço Integration Services gerencia e monitora pacotes no SQL Server Management Studio. Quando você instala o SQL Server Integration Services pela primeira vez, o serviço Integration Services é iniciado e o tipo de inicialização do serviço é definido como automático.

Após a instalação do serviço Integration Services, você pode definir as propriedades do serviço usando o SQL Server Configuration Manager ou o snap-in MMC dos Serviços.

Para configurar outros recursos importantes do serviço, incluindo os locais onde armazena e gerencia pacotes, é necessário modificar o arquivo de configuração do serviço.

Para definir propriedades do serviço do Integration Services usando o SQL Server Configuration Manager

  1. No menu Iniciar , aponte para Todos os Programas, Microsoft SQL Server, Ferramentas de Configuraçãoe clique em SQL Server Configuration Manager.

  2. No snap-in SQL Server Configuration Manager , localize SQL Server Integration Services na lista de serviços, clique com o botão direito do mouse em SQL Server Integration Servicese clique em Propriedades.

  3. Na caixa de diálogo Propriedades do SQL Server Integration Services , você pode fazer o seguinte:

    • Clique na guia Fazer Logon para exibir informações de logon, como o nome de conta.

    • Clique na guia Serviço para exibir informações sobre o serviço, como o nome do computador host, e para especificar o modo inicial do serviço Integration Services.

      Observação

      A guia Avançado não contém nenhuma informação do serviço Integration Services.

  4. Clique em OK.

  5. No menu Arquivo , clique em Sair para fechar o snap-in SQL Server Configuration Manager .

Para definir as propriedades do serviço do Integration Services usando Serviços

  1. No Painel de Controle, se você estiver usando o Modo de exibição Clássico, clique em Ferramentas Administrativasou, se estiver usando o Modo exibição de Categoria, clique em Desempenho e Manutenção e em Ferramentas Administrativas.

  2. Clique em Serviços.

  3. No snap-in Serviços , localize SQL Server Integration Services na lista de serviços, clique com o botão direito do mouse em SQL Server Integration Servicese clique em Propriedades.

  4. Na caixa de diálogo Propriedades do SQL Server Integration Services , você pode fazer o seguinte:

    • Clique na guia Geral. Para habilitar o serviço, selecione o tipo de inicialização automática ou manual. Para desabilitar o serviço, selecione Desabilitar na caixa Tipo de inicialização . A seleção de Desabilitar não interromperá o serviço se ele estiver em execução.

      Se o serviço já estiver habilitado, você poderá clicar em Parar para interromper o serviço ou clicar em Iniciar para iniciar o serviço.

    • Clique na guia Fazer Logon para exibir ou editar as informações de logon.

    • Clique na guia Recuperação para exibir as respostas do computador padrão para a falha de serviço. Você pode modificar essas opções para adequar ao seu ambiente.

    • Clique na guia Dependências para exibir uma lista de serviços dependentes. O serviço Integration Services não tem dependências.

  5. Clique em OK.

  6. Opcionalmente, se o tipo de inicialização for Manual ou Automático, você poderá clicar com o botão direito do mouse em SQL Server Integration Services e clicar em Iniciar, Parar ou Reiniciar.

  7. No menu Arquivo , clique em Sair para fechar o snap-in Serviços .

Conceder permissões para o serviço

Por padrão, quando você instalava o SQL Server nas versões anteriores, todos os usuários no Grupo de usuários tinham acesso ao serviço Integration Services. Quando você instala a versão atual do SQL Server, os usuários não têm acesso ao serviço Integration Services. Por padrão, o serviço é protegido. Depois que o SQL Server é instalado, o administrador deve conceder acesso ao serviço.

Para conceder acesso ao serviço Integration Services

  1. Execute Dcomcnfg.exe. Dcomcnfg.exe fornece uma interface do usuário para modificar certas configurações no Registro.

  2. Na caixa de diálogo Serviços de Componentes, expanda o nó Serviços de Componentes > Computadores > Meu Computador > Configuração de DCOM.

  3. Clique com o botão direito do mouse em Microsoft SQL Server Integration Services 13.0e clique em Propriedades.

  4. Na guia Segurança , clique em Editar na área Permissões de Inicialização e Ativação .

  5. Adicione os usuários e atribua permissões apropriadas e clique em Ok.

  6. Repita as etapas 4 a 5 para Permissões de Acesso.

  7. Reinicie o SQL Server Management Studio.

  8. Reinicie o serviço Integration Services.

Evento registrado em log quando permissões estão ausentes

Se a conta de serviço do SQL Server Agent não tiver o DCOM de Integration Services [Permissões para Inicialização e Ativação], o evento a seguir será adicionado aos logs de eventos do sistema quando o SQL Server Agent executar os trabalhos do pacote do SSIS:

Log Name: System
Source: **Microsoft-Windows-DistributedCOM**
Date: 1/9/2019 5:42:13 PM
Event ID: **10016**
Task Category: None
Level: Error
Keywords: Classic
User: NT SERVICE\SQLSERVERAGENT
Computer: testmachine
Description:
The application-specific permission settings do not grant Local Activation permission for the COM Server application with CLSID
{xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx}
and APPID
{xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx}
to the user NT SERVICE\SQLSERVERAGENT SID (S-1-5-80-344959196-2060754871-2302487193-2804545603-1466107430) from address LocalHost (Using LRPC) running in the application container Unavailable SID (Unavailable). This security permission can be modified using the Component Services administrative tool.

Configurar o serviço

Ao instalar o Integration Services, o processo de instalação cria e instala o arquivo de configuração do serviço Integration Services. Este arquivo de configuração contém as seguintes configurações:

  • Um comando de parada é enviado aos pacotes quando o serviço para.

  • As pastas raiz para serem exibidas para o Integration Services no Pesquisador de Objetos do SQL Server Management Studio são as pastas do MSDB e do Sistema de arquivos.

  • Os pacotes no sistema de arquivos que o serviço Integration Services gerencia estão localizados em %ProgramFiles%\Microsoft SQL Server\130\DTS\Packages.

Esse arquivo de configuração também especifica qual banco de dados msdb contém os pacotes que o serviço Integration Services administrará. Por padrão, o serviço Integration Services é configurado para gerenciar pacotes no banco de dados msdb da instância do Mecanismo de Banco de Dados instalada ao mesmo tempo em que o Integration Services. Se uma instância do Mecanismo de Banco de Dados não for instalada ao mesmo tempo, o serviço Integration Services será configurado para gerenciar pacotes no banco de dados msdb da instância local padrão do Mecanismo de Banco de Dados.

Exemplo de arquivo de configuração padrão

O exemplo a seguir mostra um arquivo de configuração padrão que especifica as seguintes configurações:

  • Pacotes deixam de executar quando o serviço Integration Services para.

  • As pastas raiz do armazenamento do pacote no Integration Services são MSDB e Arquivos do Sistema.

  • O serviço gerencia pacotes que estão armazenados no banco de dado msdb da instância local padrão do SQL Server.

  • O serviço administra pacotes que estão armazenados no sistema de arquivos na pasta Pacotes.

Exemplo de um arquivo de configuração padrão

\<?xml version="1.0" encoding="utf-8"?>  
\<DtsServiceConfiguration xmlns:xsd="http://www.w3.org/2001/XMLSchema" xmlns:xsi="http://www.w3.org/2001/XMLSchema-instance">  
  <StopExecutingPackagesOnShutdown>true</StopExecutingPackagesOnShutdown>  
  <TopLevelFolders>  
    \<Folder xsi:type="SqlServerFolder">  
      <Name>MSDB</Name>  
      <ServerName>.</ServerName>  
    </Folder>  
    \<Folder xsi:type="FileSystemFolder">  
      <Name>File System</Name>  
      <StorePath>..\Packages</StorePath>  
    </Folder>  
  </TopLevelFolders>    
</DtsServiceConfiguration>  

Modificar o arquivo de configuração

Você pode modificar o arquivo de configuração para permitir que pacotes continuem sendo executados se o serviço for interrompido, para exibir pastas raiz adicionais no Pesquisador de Objetos ou para especificar uma pasta diferente ou pastas adicionais no sistema de arquivos para serem gerenciadas pelo serviço Integration Services. Por exemplo, você pode criar pastas raiz adicionais do tipo SqlServerFolder para gerenciar pacotes nos bancos de dados msdb de instâncias adicionais do Mecanismo de Banco de Dados.

Observação

Alguns caracteres não são válidos em nomes de pasta. Caracteres válidos para nomes de pastas são determinados pela classe System.IO.Path do .NET Framework e pelo campo GetInvalidFilenameChars. O campo GetInvalidFilenameChars fornece uma matriz de caracteres específica da plataforma que não pode ser especificada em argumentos de cadeia de caracteres de caminho passados para membros da classe Path . O conjunto de caracteres inválidos pode variar por sistema de arquivos. Normalmente, os caracteres inválidos são aspas ("), caractere menos que (<) e caractere pipe (|).

No entanto, você precisa modificar o arquivo de configuração para gerenciar pacotes que são armazenados em uma instância nomeada ou remota do Mecanismo de Banco de Dados. Se você não atualizar o arquivo de configuração, não será possível usar o Pesquisador de Objetos no SQL Server Management Studio para exibir pacotes armazenados no banco de dados msdb na instância nomeada ou remota. Se você tentar usar o Pesquisador de Objetos para exibir esses pacotes, receberá a seguinte mensagem de erro:

Failed to retrieve data for this request. (Microsoft.SqlServer.SmoEnum)

The SQL Server specified in Integration Services service configuration is not present or is not available. This might occur when there is no default instance of SQL Server on the computer. For more information, see the topic "Configuring the Integration Services Service" in SQL Server 2008 Books Online.

Login Timeout Expired

An error has occurred while establishing a connection to the server. When connecting to SQL Server 2008, this failure may be caused by the fact that under the default settings SQL Server does not allow remote connections.

Named Pipes Provider: Could not open a connection to SQL Server [2]. (MsDtsSvr).

Para modificar o arquivo de configuração do serviço Integration Services, use um editor de texto.

Importante

Depois de modificar o arquivo de configuração de serviço, você deve reiniciar o serviço para usar a configuração de serviço atualizada.

Exemplo de arquivo de configuração modificado

O exemplo a seguir mostra um arquivo de configuração modificado do Integration Services. Este arquivo destina-se a uma instância nomeada do SQL Server chamada InstanceName em um servidor nomeado ServerName.

Exemplo de um arquivo de configuração modificado para uma instância nomeada do SQL Server

\<?xml version="1.0" encoding="utf-8"?>  
\<DtsServiceConfiguration xmlns:xsd="http://www.w3.org/2001/XMLSchema" xmlns:xsi="http://www.w3.org/2001/XMLSchema-instance">  
  <StopExecutingPackagesOnShutdown>true</StopExecutingPackagesOnShutdown>  
  <TopLevelFolders>  
    \<Folder xsi:type="SqlServerFolder">  
      <Name>MSDB</Name>  
      <ServerName>ServerName\InstanceName</ServerName>  
    </Folder>  
    \<Folder xsi:type="FileSystemFolder">  
      <Name>File System</Name>  
      <StorePath>..\Packages</StorePath>  
    </Folder>  
  </TopLevelFolders>    
</DtsServiceConfiguration>  

Modificar o local do arquivo de configuração

A chave do Registro HKEY_LOCAL_MACHINE\SOFTWARE\Microsoft\Microsoft SQL Server\130\SSIS\ServiceConfigFile especifica o local e o nome do arquivo de configuração usado pelo serviço Integration Services. O valor padrão da chave do Registro é C:\Program Files\Microsoft SQL Server\130\DTS\Binn\MsDtsSrvr.ini.xml. Você pode atualizar o valor da chave do Registro para usar um nome e local diferentes para o arquivo de configuração. Observe que o número de versão no caminho (120 para SQL Server SQL Server 2014 (12.x), 130 para SQL Server 2016 (13.x) etc.) variará dependendo da versão do SQL Server.

Cuidado

A edição incorreta do Registro pode provocar problemas sérios que exigem a reinstalação do sistema operacional. A Microsoft não pode garantir que os problemas resultantes da edição incorreta do Registro podem ser resolvidos. Antes de editar o Registro, faça backup de todos os dados valiosos. Para obter informações sobre como fazer backup, restaurar e editar o Registro, confira o artigo Descrição do Registro do Microsoft Windows da Base de Dados de Conhecimento da Microsoft.

O serviço Integration Services carrega o arquivo de configuração quando o serviço é iniciado. Qualquer alteração na entrada do Registro exige que o serviço seja reiniciado.

Conectar-se ao serviço local

Para se conectar ao serviço Integration Services, o administrador deve conceder a você acesso ao serviço.

Para se conectar ao Serviço Integration Services

  1. Abra o SQL Server Management Studio.

  2. Clique em Pesquisador de Objetos no menu Exibir .

  3. Na barra de ferramentas do Pesquisador de Objetos, clique em Conectare, depois, em Integration Services.

  4. Na caixa de diálogo Conectar ao Servidor , forneça um nome de servidor. Você pode usar um ponto (.), (local) ou localhost para indicar o servidor local.

  5. Clique em Conectar.

Conectar-se a um servidor remoto do SSIS

Para se conectar a uma instância do Integration Services em um servidor remoto, no SQL Server Management Studio ou por meio de outro aplicativo de gerenciamento, é necessário um conjunto específico de direitos no servidor para os usuários do aplicativo.

Importante

Para se conectar diretamente a uma instância do Serviço Integration Services herdado, você precisa usar a versão do SSMS (SQL Server Management Studio) alinhada com a versão do SQL Server na qual o Serviço Integration Services está em execução. Por exemplo, para se conectar ao Serviço Integration Services herdados executados em uma instância do SQL Server 2016, você precisa usar a versão do SSMS liberada para o SQL Server 2016. Baixe o SSMS (SQL Server Management Studio).

Para gerenciar pacotes armazenados em um servidor remoto, não é necessário se conectar à instância do serviço Integration Services nesse servidor remoto. Em vez disso, edite o arquivo de configuração do serviço Integration Services de maneira que o SQL Server Management Studio exiba os pacotes armazenados no servidor remoto.

Conectando-se ao Integration Services em um servidor remoto

Para se conectar ao Integration Services em um servidor remoto

  1. Abra o SQL Server Management Studio.

  2. Selecione Arquivo, Conectar Pesquisador de Objetos para exibir a caixa de diálogo Conectar ao Servidor .

  3. Selecione Integration Services na lista Tipo de servidor .

  4. Digite o nome de um servidor do SQL Server Integration Services na caixa de texto Nome do servidor.

    Observação

    O serviço Integration Services não é específico da instância. Você se conecta ao serviço usando o nome do computador no qual o serviço Integration Services está sendo executado.

  5. Clique em Conectar.

Observação

A caixa de diálogo Procurar Servidores não exibe instâncias remotas do Integration Services. Além disso, as opções disponíveis na guia Opções de Conexão da caixa de diálogo Conectar ao Servidor, exibida ao clicar no botão Opções, não são aplicáveis às conexões do Integration Services.

Eliminando o erro “Acesso negado”

Quando um usuário sem direitos suficientes tenta se conectar a uma instância do Integration Services em um servidor remoto, o servidor responde com uma mensagem de erro “Acesso negado”. Você pode evitar essa mensagem de erro verificando se os usuários têm as permissões DCOM exigidas.

Para configurar direitos para os usuários remotos no Windows Server 2003 ou no Windows XP

  1. Se o usuário não for um membro do grupo local Administradores, adicione o usuário ao grupo Usuários de COM Distribuída. Você pode fazer isso no snap-in do MMC do Gerenciamento do Computador acessado pelo menu Ferramentas Administrativas .

  2. Abra o Painel de Controle, clique duas vezes em Ferramentas Administrativas e clique duas vezes em Serviços de Componentes para iniciar o snap-in do MMC dos Serviços de Componentes.

  3. Expanda o nó Serviços de Componentes no painel esquerdo do console. Expanda o nó Computadores , expanda Meu Computadore clique no nó Configuração de DCOM .

  4. Selecione o nó Configuração de DCOM e selecione SQL Server Integration Services 11.0 na lista de aplicativos que podem ser configurados.

  5. Clique com o botão direito do mouse em SQL Server Integration Services 11.0 e selecione Propriedades.

  6. Na caixa de diálogo Propriedades do SQL Server Integration Services 11.0 , selecione a guia Segurança .

  7. Em Permissões de Inicialização e Ativação, selecione Personalizare clique em Editar para abrir a caixa de diálogo Permissão de Inicialização .

  8. Na caixa de diálogo Permissão de Inicialização , adicione ou exclua usuários e atribua as permissões adequadas aos usuários e grupos apropriados. As permissões disponíveis são Inicialização Local, Inicialização Remota, Ativação Local e Ativação Remota. Os direitos de Inicialização concedem ou negam permissão para iniciar e parar o serviço; os direitos de Ativação concedem ou negam permissão para conexão com o serviço.

  9. Clique em OK para fechar a caixa de diálogo.

  10. Em Permissões de acesso, repita as etapas 7 e 8 para atribuir as permissões adequadas aos usuários e grupos apropriados.

  11. Feche o snap-in do MMC.

  12. Reinicie o serviço Integration Services.

Para configurar direitos para usuários remotos no Windows 2000 com os service packs mais recentes

  1. Executar dcomcnfg.exe no prompt de comando.

  2. Na página Aplicativos da caixa de diálogo Propriedades de Configuração de COM Distribuída , selecione SQL Server Integration Services 11.0 e clique em Propriedades.

  3. Escolha a página Segurança .

  4. Use as duas caixas de diálogo separadas para configurar as Permissões de acesso e as Permissões de Inicialização. Você não pode distinguir entre acesso remoto e local – as permissões de Acesso incluem acesso local e remoto e as permissões de Inicialização incluem inicialização local e remota.

  5. Feche as caixas de diálogo e dcomcnfg.exe.

  6. Reinicie o serviço Integration Services.

Conectando-se através de uma conta local

Se você estiver trabalhando em uma conta local do Windows em um computador cliente, só poderá se conectar ao serviço Integration Services em um computador remoto se houver uma conta local com o mesmo nome e senha e os direitos apropriados no computador remoto.

O serviço SSIS do Windows não dá suporte à delegação

O SSIS não dá suporte à delegação de credenciais, também chamada de salto duplo. Neste cenário, você está trabalhando em um computador cliente, o SSIS é instalado em um segundo computador e o SQL Server é instalado em um terceiro computador. Embora o SSMS passe suas credenciais do computador cliente para o segundo computador (no qual o SSIS está em execução) com êxito, o SSIS não pode delegar suas credenciais do segundo computador para o terceiro computador (no qual o SQL Server está em execução).

Configurar o firewall

O sistema de firewall do Windows ajuda a impedir o acesso não autorizado a recursos do computador em uma conexão de rede. Para acessar o Integration Services por meio desse firewall, você precisa configurar o firewall para habilitar o acesso.

Importante

Para gerenciar pacotes armazenados em um servidor remoto, não é necessário se conectar à instância do serviço Integration Services nesse servidor remoto. Em vez disso, edite o arquivo de configuração do serviço Integration Services de maneira que o SQL Server Management Studio exiba os pacotes armazenados no servidor remoto.

O serviço Integration Services usa o protocolo DCOM.

Há muitos sistemas de firewall disponíveis. Se estiver executando um firewall diferente do firewall do Windows, consulte a documentação do firewall para obter informações específicas ao sistema utilizado.

Se o firewall oferecer suporte a filtros no nível de aplicativo, você poderá usar a interface do usuário que o Windows fornece para especificar as exceções permitidas pelo firewall, como programas e serviços. Caso contrário, você precisará configurar o DCOM para usar um conjunto limitado de portas TCP. O link do site da Microsoft fornecido anteriormente inclui informações sobre como especificar as portas TCP a serem usadas.

O serviço Integration Services usa a porta 135, e ela não pode ser alterada. Você precisa abrir a porta TCP 135 para acessar o SCM (Gerenciador de Controle de Serviços). O SCM executa tarefas como iniciar e parar os serviços Integration Services e transmitir solicitações de controle ao serviço em execução.

As informações da seção a seguir são específicas ao firewall do Windows. Configure o sistema do firewall do Windows executando um comando no prompt de comando ou configurando as propriedades na caixa de diálogo do firewall do Windows.

Para obter mais informações sobre as configurações padrão do Firewall do Windows e uma descrição das portas TCP que afetam o Mecanismo de Banco de Dados, o Analysis Services, o Reporting Services e o Integration Services, veja Configurar o Firewall do Windows para permitir acesso ao SQL Server.

Configurando um firewall do Windows

Você pode usar os comandos a seguir para abrir a porta TCP 135, adicionar o MsDtsSrvr.exe à lista de exceções e especificar o escopo de desbloqueio para o firewall.

Para configurar um Firewall do Windows usando a janela do prompt de comando

  1. Execute o comando a seguir:

    netsh firewall add portopening protocol=TCP port=135 name="RPC (TCP/135)" mode=ENABLE scope=SUBNET
    
  2. Execute o comando a seguir:

    netsh firewall add allowedprogram program="%ProgramFiles%\Microsoft SQL Server\100\DTS\Binn\MsDtsSrvr.exe" name="SSIS Service" scope=SUBNET
    

    Observação

    Para abrir o firewall em todos os computadores e, também, para os computadores na Internet, substitua scope=SUBNET por scope=ALL.

O procedimento a seguir descreve como usar a interface do usuário do Windows para abrir a porta TCP 135, adicionar o MsDtsSrvr.exe à lista de exceções e especificar o escopo de desbloqueio para o firewall.

Para configurar um firewall usando a caixa de diálogo Firewall do Windows

  1. No Painel de Controle, clique duas vezes em Firewall do Windows.

  2. Na caixa de diálogo Firewall do Windows , clique na guia Exceções e em Adicionar Programa.

  3. Na caixa de diálogo Adicionar um Programa , clique em Procurar, navegue até a pasta Arquivos de Programas\Microsoft SQL Server\100\DTS\Binn, clique em MsDtsSrvr.exe e em Abrir. Clique em OK para fechar a caixa de diálogo Adicionar um Programa .

  4. Na guia Exceções , clique em Adicionar Porta.

  5. Na caixa de diálogo Adicionar uma Porta , digite RPC (TCP/135) ou outro nome descritivo na caixa Nome, digite 135 na caixa Número da porta e selecione o TCP.

    Importante

    O serviço Integration Services sempre usa a porta 135. Não é possível especificar uma porta diferente.

  6. Na caixa de diálogo Adicionar uma Porta , opcionalmente, você pode clicar em Alterar Escopo para modificar o escopo padrão.

  7. Na caixa de diálogo Alterar Escopo , selecione Minha rede (somente sub-rede) ou digite uma lista personalizada e clique em OK.

  8. Para fechar a caixa de diálogo Adicionar uma Porta , clique em OK.

  9. Para fechar a caixa de diálogo Firewall do Windows , clique em OK.

    Observação

    Para configurar o firewall do Windows, este procedimento usa o item Firewall do Windows no Painel de Controle. O item Firewall do Windows configura apenas o firewall do perfil do local de rede local. No entanto, também configure o firewall do Windows usando a ferramenta de linha de comando netsh ou o snap-in MMC (Console de Gerenciamento da Microsoft) chamado Firewall do Windows com Segurança Avançada. Para obter mais informações sobre como fazer isso, consulte Configurar o Firewall do Windows para permitir acesso ao SQL Server.