Especificando operadores boolianos em consultas XPath (SQLXML 4.0)

Aplica-se ao:yesSQL Server (todas as versões com suporte) YesBanco de Dados SQL do Azure

O exemplo a seguir mostra como os operadores Boolianos são especificados em consultas XPath. A consulta XPath deste exemplo é especificada com relação ao esquema de mapeamento contido em SampleSchema1.xml. Para obter informações sobre esse esquema de exemplo, consulte exemplos de esquema XSD anotados para exemplos de XPath (SQLXML 4.0).

Exemplos

a. Especificar o operador booliano OR

Essa consulta XPath retorna os <filhos do elemento Customer> do nó de contexto com o valor do atributo CustomerID de 13 ou 31:

/child::Customer[attribute::CustomerID="13" or attribute::CustomerID="31"]  

Um atalho para o eixo do atributo (@) pode ser especificado e, como o eixo filho é o padrão, ele pode ser omitido:

/Customer[@CustomerID="13" or @CustomerID="31"]  

No predicado, attribute é o eixo e CustomerID é o teste de nó (TRUE se CustomerID for um <nó de atributo> , porque o <nó de atributo> é o nó primário para o eixo do atributo ). O predicado filtra os <elementos do Cliente> e retorna apenas aqueles que atendem à condição especificada no predicado.

Para testar as consultas XPath com relação ao esquema de mapeamento
  1. Copie o código de esquema de exemplo e cole-o em um arquivo de texto. Salve o arquivo como SampleSchema1.xml.

  2. Crie o modelo a seguir (BooleanOperatorsA.xml) e salve-o no diretório em que SampleSchema1.xml foi salvo.

    <ROOT xmlns:sql="urn:schemas-microsoft-com:xml-sql">  
      <sql:xpath-query mapping-schema="SampleSchema1.xml">  
        /Customer[@CustomerID="13" or @CustomerID="31"]  
      </sql:xpath-query>  
    </ROOT>  
    

    O caminho do diretório especificado para o esquema de mapeamento (SampleSchema1.xml) é relativo ao diretório em que o modelo foi salvo. Também é possível especificar um caminho absoluto, por exemplo:

    mapping-schema="C:\MyDir\SampleSchema1.xml"  
    
  3. Crie e use o script de teste SQLXML 4.0 (Sqlxml4test.vbs) para executar o modelo.

    Para obter mais informações, consulte Como usar o ADO para executar consultas SQLXML 4.0.

Aqui está o conjunto de resultados da execução do modelo:

<ROOT xmlns:sql="urn:schemas-microsoft-com:xml-sql">  
  <Customer CustomerID="13" SalesPersonID="286" TerritoryID="7" AccountNumber="13" CustomerType="S" />   
  <Customer CustomerID="31" SalesPersonID="286" TerritoryID="7" AccountNumber="31" CustomerType="S" Orders="Ord-51803 Ord-69427">  
    <Order SalesOrderID="Ord-51803" SalesPersonID="286" OrderDate="2003-08-01T00:00:00" DueDate="2003-08-13T00:00:00" ShipDate="2003-08-08T00:00:00">  
      <OrderDetail ProductID="Prod-718" UnitPrice="1059.31" OrderQty="1" UnitPriceDiscount="0" />   
      <OrderDetail ProductID="Prod-838" UnitPrice="1059.31" OrderQty="1" UnitPriceDiscount="0" />   
    </Order>  
    <Order SalesOrderID="Ord-69427" SalesPersonID="286" OrderDate="2004-05-01T00:00:00" DueDate="2004-05-13T00:00:00" ShipDate="2004-05-08T00:00:00">  
      <OrderDetail ProductID="Prod-835" UnitPrice="440.1742" OrderQty="1" UnitPriceDiscount="0" />   
    </Order>  
  </Customer>  
</ROOT>