sys.databases (Transact-SQL)

Aplica-se a:yesSQL Server (todas as versões compatíveis) YesBanco de Dados SQL do Azure YesInstância Gerenciada de SQL do Azure yesAzure Synapse Analytics yesAnalytics Platform System (PDW)

Contém uma linha por banco de dados na instância do SQL Server.

Se um banco de dados não estiver ONLINE ou se a opção AUTO_CLOSE estiver definida como ON e o banco de dados estiver fechado, os valores de algumas colunas poderão ser NULL. Se um banco de dados estiver OFFLINE, a linha correspondente não estará visível a usuários com privilégios insuficientes. Para visualizar a linha correspondente se o banco de dados estiver OFFLINE, um usuário deve ter pelo menos a permissão ALTER ANY DATABASE de nível de servidor ou a permissão CREATE DATABASE no banco de dados master.

Nome da coluna Tipo de dados Descrição
name sysname Nome do banco de dados, exclusivo em uma instância do SQL Server ou em um servidor do Banco de Dados SQL do Azure.
database_id int ID do banco de dados, exclusiva em uma instância do SQL Server ou em um servidor do Banco de Dados SQL do Azure.
source_database_id int Non-NULL = ID do banco de dados de origem deste instantâneo do banco de dados.
NULL = Não é um instantâneo do banco de dados.
owner_sid varbinary(85) SID (Identificador de Segurança) do proprietário externo do banco de dados, como registrado para o servidor. Para obter informações sobre quem pode ser proprietário de um banco de dados, confira a seção ALTER AUTHORIZATION para bancos de dados de ALTER AUTHORIZATION.
create_date datetime Data em que o banco de dados foi criado ou renomeado. No tempdb, esse valor é alterado sempre que o servidor é reiniciado.
compatibility_level tinyint Inteiro que corresponde à versão do SQL Server para o qual o comportamento é compatível:

ValorAplica-se a
70Do SQL Server 7.0 até o SQL Server 2008
80Do SQL Server 2000 (8.x) até o SQL Server 2008 R2
90Do SQL Server 2008 até o SQL Server 2012 (11.x)
100SQL Server (a partir do SQL Server 2008) e Banco de Dados SQL do Azure
110SQL Server (a partir do SQL Server 2012 (11.x)) e Banco de Dados SQL do Azure
120SQL Server (a partir do SQL Server 2014 (12.x)) e Banco de Dados SQL do Azure
130SQL Server (a partir do SQL Server 2016 (13.x)) e Banco de Dados SQL do Azure
140SQL Server (a partir do SQL Server 2017 (14.x)) e Banco de Dados SQL do Azure
150SQL Server (a partir do SQL Server 2019 (15.x)) e Banco de Dados SQL do Azure
collation_name sysname Ordenação do banco de dados. Funciona como a ordenação padrão no banco de dados.
NULL = O banco de dados não está online ou a opção AUTO_CLOSE está definida como ON e o banco de dados está fechado.
user_access tinyint Configuração de acesso do usuário:
0 = MULTI_USER especificado
1 = SINGLE_USER especificado
2 = RESTRICTED_USER especificado
user_access_desc nvarchar(60) Descrição da configuração do acesso do usuário.
is_read_only bit 1 = O banco de dados é READ_ONLY
0 = O banco de dados é READ_WRITE
is_auto_close_on bit 1 = AUTO_CLOSE está ON
0 = AUTO_CLOSE está OFF
is_auto_shrink_on bit 1 = AUTO_SHRINK está ON
0 = AUTO_SHRINK está OFF
state tinyint Valor
0 = ONLINE
1 = RESTORING
2 = RECOVERING 1
3 = RECOVERY_PENDING 1
4 = SUSPECT
5 = EMERGENCY 1
6 = OFFLINE 1
7 = COPYING 2
10 = OFFLINE_SECONDARY 2

Observação: Para bancos de dados Always On, consulte as colunas database_state ou database_state_desc de sys.dm_hadr_database_replica_states.

1Aplica-se a: SQL Server (a partir do SQL Server 2008) e Banco de Dados SQL do Azure
2Aplica-se a: Banco de Dados SQL do Azure com replicação geográfica ativa
state_desc nvarchar(60) Descrição do estado do banco de dados. Veja o estado.
is_in_standby bit O banco de dados é somente leitura para log de restauração.
is_cleanly_shutdown bit 1 = Banco de dados desligado corretamente. Nenhuma recuperação é necessária na inicialização
0 = Banco de dados não desligado corretamente. Recuperação é necessária na inicialização
is_supplemental_logging_enabled bit 1 = SUPPLEMENTAL_LOGGING está ON
0 = SUPPLEMENTAL_LOGGING está OFF
snapshot_isolation_state tinyint Estado de transações de isolamento de instantâneo permitidas, conforme definido pela opção ALLOW_SNAPSHOT_ISOLATION:
0 = O estado de isolamento de instantâneo está OFF (padrão). O isolamento de instantâneo não é permitido.
1 = O estado de isolamento de instantâneo está ON. O isolamento de instantâneo é permitido.
2 = O estado de isolamento de instantâneo está em transição para o estado OFF. Todas as transações têm suas modificações controladas por versão. Não é possível iniciar novas transações usando isolamento de instantâneo. O banco de dados permanece na transição para o estado OFF até que todas as transações que estavam ativas quando ALTER DATABASE foi executado possam ser concluídas.
3 = O estado de isolamento de instantâneo está em transição para o estado ON. Novas transações têm suas modificações controladas por versão. As transações não podem usar isolamento de instantâneo até que o estado de isolamento de instantâneo se torne 1 (ON). O banco de dados permanece na transição para o estado ON até que todas as transações de atualização que estavam ativas quando ALTER DATABASE foi executado possam ser concluídas.
snapshot_isolation_state_desc nvarchar(60) Descrição do estado de transações de isolamento de instantâneo permitidas, conforme definido pela opção ALLOW_SNAPSHOT_ISOLATION.
is_read_committed_snapshot_on bit 1 = A opção READ_COMMITTED_SNAPSHOT está ON. Operações de leitura sob o nível de isolamento confirmado por leitura são baseados em varreduras de instantâneo e não adquirem bloqueios.
0 = A opção de READ_COMMITTED_SNAPSHOT está OFF (padrão). Operações de leitura sob o nível de isolamento confirmado por leitura usam bloqueios de compartilhamento.
recovery_model tinyint Modelo de recuperação selecionado:
1 = FULL
2 = BULK_LOGGED
3 = SIMPLE
recovery_model_desc nvarchar(60) Descrição de modelo de recuperação selecionado.
page_verify_option tinyint Configuração da opção PAGE_VERIFY:
0 = NONE
1 = TORN_PAGE_DETECTION
2 = CHECKSUM
page_verify_option_desc nvarchar(60) Descrição da configuração da opção PAGE_VERIFY.
is_auto_create_stats_on bit 1 = AUTO_CREATE_STATISTICS está ON
0 = AUTO_CREATE_STATISTICS está OFF
is_auto_create_stats_incremental_on bit Indica a configuração padrão para a opção incremental de estatísticas automáticas.
0 = as estatísticas criadas automaticamente não são incrementais
1 = as estatísticas criadas automaticamente são incrementais se possível
Aplica-se a: SQL Server (começando com SQL Server 2014 (12.x)).
is_auto_update_stats_on bit 1 = AUTO_UPDATE_STATISTICS está ON
0 = AUTO_UPDATE_STATISTICS está OFF
is_auto_update_stats_async_on bit 1 = AUTO_UPDATE_STATISTICS_ASYNC está ON
0 = AUTO_UPDATE_STATISTICS_ASYNC está OFF
is_ansi_null_default_on bit 1 = ANSI_NULL_DEFAULT está ON
0 = ANSI_NULL_DEFAULT está OFF
is_ansi_nulls_on bit 1 = ANSI_NULLS está ON
0 = ANSI_NULLS está OFF
is_ansi_padding_on bit 1 = ANSI_PADDING está ON
0 = ANSI_PADDING está OFF
is_ansi_warnings_on bit 1 = ANSI_WARNINGS está ON
0 = ANSI_WARNINGS está OFF
is_arithabort_on bit 1 = ARITHABORT está ON
0 = ARITHABORT está OFF
is_concat_null_yields_null_on bit 1 = CONCAT_NULL_YIELDS_NULL está ON
0 = CONCAT_NULL_YIELDS_NULL está OFF
is_numeric_roundabort_on bit 1 = NUMERIC_ROUNDABORT está ON
0 = NUMERIC_ROUNDABORT está OFF
is_quoted_identifier_on bit 1 = QUOTED_IDENTIFIER está ON
0 = QUOTED_IDENTIFIER está OFF
is_recursive_triggers_on bit 1 = RECURSIVE_TRIGGERS está ON
0 = RECURSIVE_TRIGGERS está OFF
is_cursor_close_on_commit_on bit 1 = CURSOR_CLOSE_ON_COMMIT está ON
0 = CURSOR_CLOSE_ON_COMMIT está OFF
is_local_cursor_default bit 1 = CURSOR_DEFAULT é local
0 = CURSOR_DEFAULT é global
is_fulltext_enabled bit 1 = Texto completo habilitado para o banco de dados
0 = Texto completo desabilitado para o banco de dados
is_trustworthy_on bit 1 = O banco de dados foi marcado como confiável
0 = O banco de dados não foi marcado como confiável
Por padrão, bancos de dados restaurados ou anexados têm a opção confiável desabilitada.
is_db_chaining_on bit 1 = O encadeamento de propriedades de bancos de dados está ON
0 = O encadeamento de propriedades de bancos de dados está OFF
is_parameterization_forced bit 1 = A parametrização é FORCED
0 = A parametrização é SIMPLE
is_master_key_encrypted_by_server bit 1 = O banco de dados tem uma chave mestra criptografada
0 = O banco de dados não tem uma chave mestra criptografada
is_query_store_on bit 1 = O repositório de consultas está habilitado para esse banco de dados. Verifique sys.database_query_store_options para ver o status do repositório de consultas.
0 = O repositório de consultas não está habilitado
Aplica-se a: SQL Server (começando com SQL Server 2016 (13.x)).
is_published bit 1 = O banco de dados é um banco de dados de publicação em uma topologia de replicação transacional ou de instantâneo
0 = Não é um banco de dados de publicação
is_subscribed bit Esta coluna não é usada. Sempre retornará 0, independentemente do status de assinante do banco de dados.
is_merge_published bit 1 = O banco de dados é um banco de dados de publicação em uma topologia de replicação de mesclagem
0 = Não é um banco de dados de publicação em uma topologia de replicação de mesclagem
is_distributor bit 1 = O banco de dados é o banco de dados de distribuição de uma topologia de replicação
0 = Não é o banco de dados de distribuição de uma topologia de replicação
is_sync_with_backup bit 1 = O banco de dados está marcado para sincronização de replicação com backup
0 = Não está marcado para sincronização de replicação com backup
service_broker_guid uniqueidentifier Identificador do service broker para este banco de dados. Usado como a broker_instance do destino na tabela de roteamento.
is_broker_enabled bit 1 = O agente neste banco de dados está enviando e recebendo mensagens atualmente.
0 = Todas as mensagens enviadas permanecerão na fila de transmissão e as mensagens recebidas não serão colocadas nas filas deste banco de dados.
Por padrão, bancos de dados restaurados ou anexados têm o agente desabilitado. A exceção é espelhamento de banco de dados onde o agente é habilitado após failover.
log_reuse_wait tinyint A reutilização do espaço do log de transações está esperando atualmente um dos itens a seguir do último ponto de verificação. Para obter explicações mais detalhadas sobre esses valores, confira O Log de Transações.
Valor
0 = Nada
1 = Ponto de verificação (quando um banco de dados tiver um grupo de arquivos de dados com otimização de memória, você possivelmente verá a coluna log_reuse_wait indicar checkpoint ou xtp_checkpoint) 1
2 = Backup de log 1
3 = Backup ou restauração ativos 1
4 = Transação ativa 1
5 = Espelhamento de banco de dados 1
6 = Replicação 1
7 = Criação de instantâneo do banco de dados 1
8 = Verificação de log
9 = Uma réplica secundária dos Grupos de Disponibilidade Always On está aplicando registros de log de transações desse banco de dados em um banco de dados secundário correspondente. 2
9 = Outro (transitório) 3
10 = Somente para uso interno 2
11 = Somente para uso interno 2
12 = Somente para uso interno 2
13 = Página mais antiga 2
14 = Outro 2
16 = XTP_CHECKPOINT (Quando um banco de dados tiver um grupo de arquivos de dados com otimização de memória, você possivelmente verá a coluna log_reuse_wait indicar checkpoint ou xtp_checkpoint) 4
17 = Varredura de sLog quando a Recuperação Acelerada de Banco de Dados é usada 5

1Aplica-se a: SQL Server (a partir do SQL Server 2008)
2Aplica-se a: SQL Server (a partir do SQL Server 2012 (11.x))
3Aplica-se a: SQL Server (até e incluindo o SQL Server 2008 R2)
4Aplica-se a: SQL Server (a partir do SQL Server 2014 (12.x))
5Aplica-se a: SQL Server (a partir do SQL Server 2019 (15.x))
log_reuse_wait_desc nvarchar(60) No momento, a descrição da reutilização de espaço do log de transações está aguardando como um dos últimos pontos de verificação. Valores possíveis:
NOTHING
CHECKPOINT
LOG_BACKUP
ACTIVE_BACKUP_OR_RESTORE
ACTIVE_TRANSACTION
DATABASE_MIRRORING
REPLICAÇÃO
DATABASE_SNAPSHOT_CREATION
LOG_SCAN
AVAILABILITY_REPLICA
OLDEST_PAGE
XTP_CHECKPOINT
SLOG_SCAN
is_date_correlation_on bit 1 = DATE_CORRELATION_OPTIMIZATION está ON
0 = DATE_CORRELATION_OPTIMIZATION está OFF
is_cdc_enabled bit 1 = O banco de dados está habilitado para Change Data Capture. Para obter mais informações, consulte sys.sp_cdc_enable_db (Transact-SQL).
is_encrypted bit Indica se o banco de dados está criptografado (reflete o último estado definido usando a cláusula ALTER DATABASE SET ENCRYPTION). Pode ser um dos seguintes valores:
1 = Criptografado
0 = Não criptografado
Para obter mais informações sobre a criptografia do banco de dados, confira TDE (Transparent Data Encryption).
Se o banco de dados estiver no processo de ser descriptografado, is_encrypted mostrará um valor de 0. É possível ver o estado do processo de criptografia com a exibição de gerenciamento dinâmico sys.dm_database_encryption_keys.
is_honor_broker_priority_on bit Indica se o banco de dados cumpre prioridades de conversa (reflete o último estado definido por meio da cláusula ALTER DATABASE SET HONOR_BROKER_PRIORITY). Pode ser um dos seguintes valores:
1 = HONOR_BROKER_PRIORITY está ON
0 = HONOR_BROKER_PRIORITY está OFF
Por padrão, bancos de dados restaurados ou anexados têm a prioridade do agente desabilitada.
replica_id uniqueidentifier Identificador exclusivo da réplica de disponibilidade dos grupos de disponibilidade Always On locais do grupo de disponibilidade, se houver, da qual o banco de dados está participando.
NULL = o banco de dados não faz parte de uma réplica de disponibilidade em um grupo de disponibilidade.
Aplica-se a: SQL Server (SQL Server 2012 (11.x) e posterior) e Banco de Dados SQL do Azure
group_database_id uniqueidentifier Identificador exclusivo do banco de dados em um grupo de disponibilidade AlwaysOn, se houver, do qual o banco de dados está participando. group_database_id é o mesmo para este banco de dados na réplica primária e em toda réplica secundária na qual o banco de dados foi ingressado ao grupo de disponibilidade.
NULL = o banco de dados não faz parte de uma réplica de disponibilidade em nenhum grupo de disponibilidade.
Aplica-se a: SQL Server (a partir do SQL Server 2012 (11.x)) e Banco de Dados SQL do Azure
resource_pool_id int A ID do pool de recursos que é mapeado para esse banco de dados. Esse conjunto de recursos controla a memória total disponível para tabelas com otimização de memória nesse banco de dados.
Aplica-se a: SQL Server (a partir do SQL Server 2014 (12.x))
default_language_lcid smallint Indica a lcid (id local) do idioma padrão de um banco de dados independente.
Observação: funciona como a Opção de configuração do servidor Configurar o idioma padrão do sp_configure. Esse valor é null para um banco de dados dependente.
Aplica-se a: SQL Server (a partir do SQL Server 2012 (11.x)) e Banco de Dados SQL do Azure
default_language_name nvarchar(128) Indica o idioma padrão de um banco de dados independente.
Esse valor é null para um banco de dados dependente.
Aplica-se a: SQL Server (SQL Server 2012 (11.x) e posterior) e Banco de Dados SQL do Azure
default_fulltext_language_lcid int Indica a lcid (identificação de localidade) do idioma de texto completo padrão do banco de dados independente.
Observação: funciona como a Opção de configuração do servidor Configurar o idioma padrão de texto completo padrão do sp_configure. Esse valor é null para um banco de dados dependente.
Aplica-se a: SQL Server (a partir do SQL Server 2012 (11.x)) e Banco de Dados SQL do Azure
default_fulltext_language_name nvarchar(128) Indica o idioma de texto completo padrão do banco de dados independente.
Esse valor é null para um banco de dados dependente.
Aplica-se a: SQL Server (a partir do SQL Server 2012 (11.x)) e Banco de Dados SQL do Azure
is_nested_triggers_on bit Indica se gatilhos aninhados são permitidos no banco de dados independente.
0 = gatilhos aninhados não são permitidos
1 = gatilhos aninhados são permitidos
Observação: funciona como a Opção de configuração do servidor Configurar os gatilhos aninhados do sp_configure. Esse valor é null para um banco de dados dependente. Confira sys.configurations (Transact-SQL) para obter mais informações.
Aplica-se a: SQL Server (a partir do SQL Server 2012 (11.x)) e Banco de Dados SQL do Azure
is_transform_noise_words_on bit Indica se palavras de ruído devem ser transformadas no banco de dados independente.
0 = palavras de ruído não devem ser transformadas.
1 = palavras de ruído devem ser transformadas.
Observação: Funciona como a Opção de configuração do servidor para transformar palavras de ruído do sp_configure. Esse valor é null para um banco de dados dependente. Confira sys.configurations (Transact-SQL) para obter mais informações.
Aplica-se a: SQL Server (a partir do SQL Server 2012 (11.x))
two_digit_year_cutoff smallint Indica um valor de um número entre 1753 e 9999 para representar o ano de corte para interpretar anos com dois dígitos como anos de quatro dígitos.
Observação: Funciona como a Opção de configuração de servidor Configurar corte de ano de dois dígitos do sp_configure. Esse valor é null para um banco de dados dependente. Confira sys.configurations (Transact-SQL) para obter mais informações.
Aplica-se a: SQL Server (a partir do SQL Server 2012 (11.x)) e Banco de Dados SQL do Azure
containment tinyint não nulo Indica o status de contenção do banco de dados.
0 = a contenção do banco de dados está desativada. Aplica-se a: SQL Server (a partir do SQL Server 2012 (11.x)) e Banco de Dados SQL do Azure
1 = o banco de dados está em independência parcial Aplica-se a: SQL Server (a partir do SQL Server 2012 (11.x))
containment_desc nvarchar(60) não nulo Indica o status de contenção do banco de dados.
NONE = banco de dados herdado (contenção zero)
PARTIAL = banco de dados parcialmente independente.
Aplica-se a: SQL Server (SQL Server 2012 (11.x) e posterior) e Banco de Dados SQL do Azure
target_recovery_time_in_seconds int A hora estimada para recuperar o banco de dados, em segundos. Anulável.
Aplica-se a: SQL Server (a partir do SQL Server 2012 (11.x)) e Banco de Dados SQL do Azure
delayed_durability int A configuração de durabilidade atrasada:
0 = DESABILITADA
1 = PERMITIDA
2 = FORÇADA
Para obter mais informações, veja Controlar a durabilidade da transação.
Aplica-se a: SQL Server (começando com SQL Server 2014 (12.x)) e Banco de Dados SQL do Azure.
delayed_durability_desc nvarchar(60) A configuração de durabilidade atrasada:
DISABLED
ALLOWED
FORCED
Aplica-se a: SQL Server (começando com SQL Server 2014 (12.x)) e Banco de Dados SQL do Azure.
is_memory_optimized_elevate_to_snapshot_on bit As tabelas com otimização de memória são acessadas usando o isolamento SNAPSHOT quando a configuração de sessão TRANSACTION ISOLATION LEVEL é definida como um nível de isolamento inferior, READ COMMITTED ou READ UNCOMMITTED.
1 = O nível de isolamento mínimo SNAPSHOT.
0 = O nível de isolamento não é elevado.
is_federation_member bit Indica se o banco de dados é membro de uma federação.
Aplica-se ao: Banco de Dados SQL do Azure
is_remote_data_archive_enabled bit Indica se o banco de dados é transferido.
0 = O banco de dados não está habilitado para Stretch.
1 = O banco de dados está habilitado para Stretch.
Aplica-se a: SQL Server (a partir do SQL Server 2016 (13.x))
Saiba mais em Stretch Database.
is_mixed_page_allocation_on bit Indica se tabelas e índices no banco de dados podem alocar páginas iniciais de extensões mistas.
0 = Tabelas e índices no banco de dados sempre alocam páginas iniciais de extensões uniformes.
1 = Tabelas e índices no banco de dados podem alocar páginas iniciais de extensões mistas.
Para obter mais informações, veja a opção SET MIXED_PAGE_ALLOCATION de Opções ALTER DATABASE SET (Transact-SQL).
Aplica-se a: SQL Server (a partir do SQL Server 2016 (13.x))
is_temporal_history_retention_enabled bit Indica se a tarefa de limpeza da política de retenção temporal está habilitada.

1 = a retenção temporal está habilitada
0 = a retenção temporal está desabilitada
Aplica-se a: SQL Server (começando com SQL Server 2017 (14.x)) e Banco de Dados SQL do Azure
catalog_collation_type int A configuração de ordenação de catálogo:
0 = DATABASE_DEFAULT
2 = SQL_Latin_1_General_CP1_CI_AS
Aplica-se ao: Banco de Dados SQL do Azure
catalog_collation_type_desc nvarchar(60) A configuração de ordenação de catálogo:
DATABASE_DEFAULT
SQL_Latin_1_General_CP1_CI_AS
Aplica-se ao: Banco de Dados SQL do Azure
physical_database_name nvarchar(128) No SQL Server, o nome físico do banco de dados. No Banco de Dados SQL do Azure, uma ID comum para os bancos de dados em um servidor.
Aplica-se a: SQL Server (começando com SQL Server 2019 (15.x)) e Banco de Dados SQL do Azure
is_result_set_caching_on bit Indica se o cache do conjunto de resultados está habilitado.
1 = o cache do conjunto de resultados está habilitado
0 = o cache do conjunto de resultados está desabilitado
Aplica-se a: Azure Synapse Analytics Gen2. Embora esse recurso esteja sendo distribuído para todas as regiões, verifique a versão implantada em sua instância e as notas sobre a versão do Azure Synapse mais recente e o cronograma de atualização do Gen2 para saber a disponibilidade dos recursos.
is_accelerated_database_recovery_on bit Indica se a ADR (Recuperação Acelerada de Banco de Dados) está habilitada.
1 = A ADR está habilitada
0 = A ADR está desabilitada
Aplica-se a: SQL Server (começando com SQL Server 2019 (15.x)) e Banco de Dados SQL do Azure
is_tempdb_spill_to_remote_store bit Indica se o despejo do tempdb no repositório remoto está habilitado.
1 = habilitado
0 = desabilitado
Aplica-se a: Azure Synapse Analytics Gen2. Embora esse recurso esteja sendo distribuído para todas as regiões, verifique a versão implantada em sua instância e as notas sobre a versão do Azure Synapse mais recente e o cronograma de atualização do Gen2 para saber a disponibilidade dos recursos.
is_stale_page_detection_on bit Indica se a detecção de página obsoleta está habilitada.
1 = a detecção de página obsoleta está habilitada
0 = a detecção de página obsoleta está desabilitada
Aplica-se a: Azure Synapse Analytics Gen2. Embora esse recurso esteja sendo distribuído para todas as regiões, verifique a versão implantada em sua instância e as notas sobre a versão do Azure Synapse mais recente e o cronograma de atualização do Gen2 para saber a disponibilidade dos recursos.
is_memory_optimized_enabled bit Indica se determinados recursos Na Memória, como o Pool de Buffers Híbrido, estão habilitados para o banco de dados. Não reflete o estado de disponibilidade ou configuração do OLTP in-memory.
1 = os recursos com otimização de memória estão habilitados
0 = os recursos com otimização de memória estão desabilitados
Aplica-se a: SQL Server (começando com SQL Server 2019 (15.x)) e Banco de Dados SQL do Azure
is_ledger_on bit Indica um banco de dados do razão, que é um banco de dados no qual todas as tabelas de usuários são tabelas de razão (todo o banco de dados do cliente tem o recurso de adulteração evidente).

Aplica-se a: a partir do SQL Server 2022, Banco de Dados SQL do Azure

Permissões

Se o chamador do sys.databases não for o proprietário do banco de dados e o banco de dados não for master nem tempdb, as permissões mínimas necessárias para ver a linha correspondente serão a permissão ALTER ANY DATABASE ou VIEW ANY DATABASE no nível do servidor ou a permissão CREATE DATABASE no banco de dados master. O banco de dados ao qual o chamador está conectado sempre pode ser exibido em sys.databases.

Importante

Por padrão, a função pública tem a permissão VIEW ANY DATABASE, que permite que todos os logons vejam informações do banco de dados. Para bloquear a capacidade de detecção de um banco de dados por um logon, aplique REVOKE na permissão VIEW ANY DATABASE da public ou aplique DENY na permissão VIEW ANY DATABASE para logons individuais.

Banco de Dados SQL do Azure Comentários

No Banco de Dados SQL do Azure essa exibição está disponível no banco de dados master e nos bancos de dados de usuário. No banco de dados master, essa exibição retorna as informações sobre o banco de dados master e todos os bancos de dados de usuários no servidor. Em um banco de dados de usuário, essa exibição retorna informações apenas sobre o banco de dados atual e o banco de dados mestre.

Use a exibição de sys.databases no banco de dados master do servidor do Banco de Dados SQL do Azure em que o novo banco de dados está sendo criado. Depois que a cópia do banco de dados começar, você poderá consultar as exibições sys.databases e sys.dm_database_copies do banco de dados master do servidor de destino para recuperar mais informações sobre o andamento da cópia.

Exemplos

a. Consultar a exibição do sys.databases

O exemplo a seguir retorna algumas das colunas disponíveis na exibição sys.databases.

SELECT name, user_access_desc, is_read_only, state_desc, recovery_model_desc  
FROM sys.databases;  

B. Verificar o status da cópia no Banco de Dados SQL

O exemplo a seguir consulta as exibições sys.databases e sys.dm_database_copies para retornar informações sobre uma operação de cópia do banco de dados.

Aplica-se ao: Banco de Dados SQL do Azure

-- Execute from the master database.  
SELECT a.name, a.state_desc, b.start_date, b.modify_date, b.percent_complete  
FROM sys.databases AS a  
INNER JOIN sys.dm_database_copies AS b ON a.database_id = b.database_id  
WHERE a.state = 7;  

C. Verificar o status da política de retenção temporal no Banco de Dados SQL

O exemplo a seguir consulta a sys.databases para retornar informações para indicar se a tarefa de limpeza de retenção temporal está habilitada. Lembre-se de que, após a operação de restauração, a retenção temporal é desabilitada por padrão. Use ALTER DATABASE para habilitá-la explicitamente.

Aplica-se ao: Banco de Dados SQL do Azure

-- Execute from the master database.  
SELECT a.name, a.is_temporal_history_retention_enabled 
FROM sys.databases AS a;

Próximas etapas