sys.fn_trace_gettable (Transact-SQL)

Aplica-se a: simSQL Server (todas as versões compatíveis)

Retorna o conteúdo de um ou mais arquivos de rastreamento em formato de tabela.

Importante

Esse recurso será removido em uma versão futura do Microsoft SQL Server. Evite usar esse recurso em desenvolvimentos novos e planeje modificar os aplicativos que atualmente o utilizam. Em vez disso, use Eventos Estendidos.

Ícone de link do tópico Convenções da sintaxe Transact-SQL

Sintaxe

  
fn_trace_gettable ( 'filename' , number_files )  

Argumentos

'filename'
Especifica o arquivo de rastreamento inicial a ser lido. filename é nvarchar (256), sem padrão.

number_files
Especifica o número de arquivos de substituição a serem lidos. Esse número inclui o arquivo inicial especificado em filename. number_files é um int.

Comentários

Se number_files for especificado como padrão, fn_trace_gettable lerá todos os arquivos de substituição até atingir o final do rastreamento. fn_trace_gettable retorna uma tabela com todas as colunas válidas para o rastreamento especificado. para obter mais informações, consulte sp_trace_setevent (Transact-SQL).

Lembre-se de que a função fn_trace_gettable não carregará arquivos de substituição (quando essa opção for especificada usando o argumento number_files ) em que o nome do arquivo de rastreamento original termina com um sublinhado e um valor numérico. (Isso não se aplica ao sublinhado e ao número que são anexados automaticamente quando um arquivo é transferido.) Como alternativa, você pode renomear os arquivos de rastreamento para remover os sublinhados no nome do arquivo original. Por exemplo, se o arquivo original for denominado Trace_Oct_5. trc e o arquivo de substituição for nomeado Trace_Oct_5_1. trc, você poderá renomear os arquivos para TraceOct5. trc e TraceOct5_1. trc.

Essa função pode ler um rastreamento que ainda esteja ativo na instância na qual é executado.

Permissões

Requer a permissão ALTER TRACE no servidor.

Exemplos

a. Usando fn_trace_gettable para importar linhas de um arquivo de rastreamento

O exemplo a seguir chama fn_trace_gettable dentro da cláusula FROM de uma instrução SELECT...INTO.

USE AdventureWorks2012;  
GO  
SELECT * INTO temp_trc  
FROM fn_trace_gettable('c:\temp\mytrace.trc', default);  
GO  

B. Usando fn_trace_gettable para retornar uma tabela com uma coluna IDENTITY que pode ser carregada em uma tabela do SQL Server

O exemplo a seguir chama a função como parte de uma instrução SELECT...INTO e retorna uma tabela com uma coluna IDENTITY que pode ser carregada na tabela temp_trc.

USE AdventureWorks2012;  
GO  
SELECT IDENTITY(int, 1, 1) AS RowNumber, * INTO temp_trc  
FROM fn_trace_gettable('c:\temp\mytrace.trc', default);  
GO  

Consulte Também

sp_trace_generateevent (Transact-SQL)
sp_trace_setevent (Transact-SQL)
sp_trace_setfilter (Transact-SQL)
sp_trace_setstatus (Transact-SQL)