ALTER PROCEDURE (Transact-SQL)

Aplica-se a:yesSQL Server (todas as versões compatíveis) YesBanco de Dados SQL do Azure YesInstância Gerenciada de SQL do Azure yesAzure Synapse Analytics yesAnalytics Platform System (PDW)

Modifica um procedimento criado anteriormente com a execução da instrução CREATE PROCEDURE no SQL Server.

Topic link iconConvenções de Sintaxe do Transact-SQL (Transact-SQL)

Sintaxe

-- Syntax for SQL Server and Azure SQL Database
  
ALTER { PROC | PROCEDURE } [schema_name.] procedure_name [ ; number ]   
    [ { @parameter_name [ type_schema_name. ] data_type }   
        [ VARYING ] [ = default ] [ OUT | OUTPUT ] [READONLY]  
    ] [ ,...n ]   
[ WITH <procedure_option> [ ,...n ] ]  
[ FOR REPLICATION ]   
AS { [ BEGIN ] sql_statement [;] [ ...n ] [ END ] }  
[;]  
  
<procedure_option> ::=   
    [ ENCRYPTION ]  
    [ RECOMPILE ]  
    [ EXECUTE AS Clause ]  
-- Syntax for SQL Server CLR Stored Procedure  
  
ALTER { PROC | PROCEDURE } [schema_name.] procedure_name [ ; number ]   
    [ { @parameter_name [ type_schema_name. ] data_type }   
        [ = default ] [ OUT | OUTPUT ] [READONLY]  
    ] [ ,...n ]   
[ WITH EXECUTE AS Clause ]  
AS { EXTERNAL NAME assembly_name.class_name.method_name }  
[;]  
-- Syntax for Azure Synapse Analytics and Parallel Data Warehouse  
  
ALTER { PROC | PROCEDURE } [schema_name.] procedure_name  
    [ { @parameterdata_type } [= ] ] [ ,...n ]  
AS { [ BEGIN ] sql_statement [ ; ] [ ,...n ] [ END ] }  
[;]  

Observação

Para ver a sintaxe do Transact-SQL para o SQL Server 2014 e versões anteriores, confira a Documentação das versões anteriores.

Argumentos

schema_name
O nome do esquema ao qual o procedimento pertence.

procedure_name
O nome do procedimento a ser alterado. Os nomes de procedimento devem estar de acordo com as regras para identificadores.

;number
Um inteiro opcional existente que é usado para agrupar procedimentos do mesmo nome, para que possam ser descartados juntos usando uma instrução DROP PROCEDURE.

Observação

Esse recurso será removido em uma versão futura do Microsoft SQL Server. Evite usar esse recurso em desenvolvimentos novos e planeje modificar os aplicativos que atualmente o utilizam.

@parameter_name
Um parâmetro no procedimento. Podem ser especificados até 2.100 parâmetros.

[ type_schema_name. ] data_type
É o tipo de dados do parâmetro e o esquema ao qual ele pertence.

Para obter informações sobre restrições de tipo de dados, confira CREATE PROCEDURE (Transact-SQL).

VARYING
Especifica o conjunto de resultados com suporte como um parâmetro de saída. Este parâmetro é construído dinamicamente pelo procedimento armazenado, e seu conteúdo pode variar. Aplica-se apenas a parâmetros de cursor. Esta opção não é válida para procedimentos CLR.

default
É um valor padrão para o parâmetro.

OUT | OUTPUT
Indica que o parâmetro é um parâmetro de retorno.

READONLY
Indica que o parâmetro não pode ser atualizado nem modificado dentro do corpo do procedimento. Se o tipo de parâmetro for um tipo com valor de tabela, deverá ser especificado READONLY.

RECOMPILE
Indica que o Mecanismo de Banco de Dados não armazena em cache um plano para esse procedimento e o procedimento é recompilado em tempo de execução.

ENCRYPTION
Aplica-se ao: SQL Server (SQL Server 2008 e posterior) e Banco de Dados SQL do Azure.

Indica que o Mecanismo de Banco de Dados converterá o texto original da instrução ALTER PROCEDURE em um formato ofuscado. A saída do ofuscamento não é diretamente visível em quaisquer exibições de catálogo no SQL Server. Os usuários que não tiverem nenhum acesso a tabelas do sistema ou arquivos de banco de dados não poderão recuperar o texto ofuscado. Entretanto, o texto estará disponível para usuários privilegiados que podem acessar as tabelas do sistema na porta DAC ou acessar diretamente os arquivos do banco de dados. Além disso, os usuários que podem anexar um depurador ao processo de servidor também podem recuperar o procedimento original da memória em runtime. Para obter mais informações sobre como acessar metadados do sistema, consulte Configuração de visibilidade de metadados.

Procedimentos criados com esta opção não podem ser publicados como parte de replicação do SQL Server.

Esta opção não pode ser especificada para procedimentos armazenados CLR (Common Language Runtime).

Observação

Durante um upgrade, o Mecanismo de Banco de Dados usa os comentários ofuscados armazenados em sys.sql_modules para recriar procedimentos.

EXECUTE AS
Especifica o contexto de segurança sob o qual o procedimento armazenado é executado depois de ser acessado.

Para obter mais informações, confira Cláusula EXECUTE AS (Transact-SQL).

FOR REPLICATION

Especifica que procedimentos armazenados que são criados para replicação não podem ser executados no Assinante. Um procedimento armazenado criado com a opção FOR REPLICATION é usado como um filtro de procedimento armazenado e é executado somente durante a replicação. Os parâmetros não poderão ser declarados se FOR REPLICATION for especificado. Esta opção não é válida para procedimentos CLR. A opção RECOMPILE é ignorada para procedimentos criados com FOR REPLICATION.

Observação

Essa opção não está disponível em um banco de dados independente.

{ [ BEGIN ] sql_statement [;] [ ...n ] [ END ] }
Uma ou mais instruções Transact-SQL que abrangem o corpo do procedimento. Você pode usar as palavras-chave BEGIN e END para delimitar as instruções. Para obter mais informações, confira as seções Práticas recomendadas, Comentários gerais e Limitações e restrições em CREATE PROCEDURE (Transact-SQL).

EXTERNAL NAME assembly_name.class_name.method_name
Aplica-se a: SQL Server 2008 e posterior.

Especifica o método de um assembly .NET Framework para um procedimento armazenado CLR a ser referenciado. classe_name deve ser um identificador válido do SQL Server e deve existir como uma classe no assembly. Se a classe tiver um nome qualificado de namespace que use um ponto (.) para separar partes do namespace, o nome de classe deverá ser delimitado usando colchetes ([]) ou aspas (""). O método especificado deve ser um método estático da classe.

Por padrão, o SQL Server não pode executar código CLR. Você pode criar, modificar e remover objetos de banco de dados que referenciam módulos do Common Language Runtime; entretanto, não pode executar essas referências no SQL Server até habilitar a opção clr enabled. Para habilitar a opção, use sp_configure.

Observação

Não há suporte para procedimentos CLR em um banco de dados independente.

Comentários gerais

Os procedimentos armazenados Transact-SQL não podem ser modificados para serem procedimentos armazenados CLR e vice-versa.

ALTER PROCEDURE não altera permissões e não afeta nenhum procedimento armazenado dependente ou gatilhos. Entretanto, as configurações da sessão atual para QUOTED_IDENTIFIER e ANSI_NULLS são incluídas no procedimento armazenado quando ele é modificado. Se as configurações forem diferentes das que estavam em vigor quando o procedimento armazenado foi originalmente criado, o comportamento do procedimento armazenado poderá mudar.

Se a definição de procedimento anterior foi criada com WITH ENCRYPTION ou WITH RECOMPILE, essas opções estarão habilitadas somente se tiverem sido incluídas em ALTER PROCEDURE.

Para obter mais informações sobre procedimentos armazenados, confira CREATE PROCEDURE (Transact-SQL).

Segurança

Permissões

Requer a permissão ALTER no procedimento, ou requer a associação na função de banco de dados fixa db_ddladmin.

Exemplos

O exemplo a seguir cria o procedimento armazenado uspVendorAllInfo. Esse procedimento retorna os nomes de todos os fornecedores que oferecem Ciclos da Adventure Works, os produtos que eles fornecem, suas classificações de crédito e sua disponibilidade. Depois de ser criado, este procedimento é modificado para retornar um conjunto de resultados diferente.

IF OBJECT_ID ( 'Purchasing.uspVendorAllInfo', 'P' ) IS NOT NULL   
    DROP PROCEDURE Purchasing.uspVendorAllInfo;  
GO  
CREATE PROCEDURE Purchasing.uspVendorAllInfo  
WITH EXECUTE AS CALLER  
AS  
    SET NOCOUNT ON;  
    SELECT v.Name AS Vendor, p.Name AS 'Product name',   
      v.CreditRating AS 'Rating',   
      v.ActiveFlag AS Availability  
    FROM Purchasing.Vendor v   
    INNER JOIN Purchasing.ProductVendor pv  
      ON v.BusinessEntityID = pv.BusinessEntityID   
    INNER JOIN Production.Product p  
      ON pv.ProductID = p.ProductID   
    ORDER BY v.Name ASC;  
GO    

O exemplo a seguir altera o procedimento armazenado uspVendorAllInfo. Ele remove a cláusula EXECUTE AS CALLER e modifica o corpo do procedimento para retornar apenas os fornecedores que oferecem o produto especificado. As funções LEFT e CASE personalizam a aparência do conjunto de resultados.

USE AdventureWorks2012;  
GO  
ALTER PROCEDURE Purchasing.uspVendorAllInfo  
    @Product VARCHAR(25)   
AS  
    SET NOCOUNT ON;  
    SELECT LEFT(v.Name, 25) AS Vendor, LEFT(p.Name, 25) AS 'Product name',   
    'Rating' = CASE v.CreditRating   
        WHEN 1 THEN 'Superior'  
        WHEN 2 THEN 'Excellent'  
        WHEN 3 THEN 'Above average'  
        WHEN 4 THEN 'Average'  
        WHEN 5 THEN 'Below average'  
        ELSE 'No rating'  
        END  
    , Availability = CASE v.ActiveFlag  
        WHEN 1 THEN 'Yes'  
        ELSE 'No'  
        END  
    FROM Purchasing.Vendor AS v   
    INNER JOIN Purchasing.ProductVendor AS pv  
      ON v.BusinessEntityID = pv.BusinessEntityID   
    INNER JOIN Production.Product AS p   
      ON pv.ProductID = p.ProductID   
    WHERE p.Name LIKE @Product  
    ORDER BY v.Name ASC;  
GO  

Este é o conjunto de resultados.

Vendor               Product name  Rating    Availability  
-------------------- ------------- -------   ------------  
Proseware, Inc.      LL Crankarm   Average   No  
Vision Cycles, Inc.  LL Crankarm   Superior  Yes  
(2 row(s) affected)`  

Consulte Também

CREATE PROCEDURE (Transact-SQL)
DROP PROCEDURE (Transact-SQL)
EXECUTE (Transact-SQL)
EXECUTE AS (Transact-SQL)
EVENTDATA (Transact-SQL)
Procedimento armazenados (Mecanismo de Banco de Dados)
sys.procedures (Transact-SQL)