Criar uma rede virtual

Suas máquinas virtuais precisarão de uma rede virtual para compartilhar uma rede com seu computador. A criação de uma rede virtual é opcional – se a máquina virtual não precisa estar conectada à Internet ou uma rede, avance para Criando uma Máquina Virtual Windows.

Conectar máquinas virtuais à Internet

O Hyper-V tem três tipos de comutadores virtuais: externo, interno e privado. Crie um comutador externo para compartilhar a rede do computador com as máquinas virtuais em execução nessa rede.

Este exercício explica como criar um comutador virtual externo. Depois de concluído, o host do Hyper-V terá um comutador virtual que poderá conectar máquinas virtuais à internet por meio da conexão de rede do computador.

Criar um Comutador Virtual usando o Gerenciador do Hyper-V

  1. Abra o Gerenciador Hyper-V. Uma maneira rápida de fazer isso é pressionando o botão ou a tecla do Windows e digitar "Gerenciador do Hyper-V".
    Se a pesquisa não encontrar o Gerenciador do Hyper-V, o Hyper-V ou as ferramentas de gerenciamento do Hyper-V não estão habilitados. Consulte as instruções para habilitar o Hyper-V.

  2. Selecione o servidor no painel à esquerda ou clique em "Conectar ao Servidor..." no painel à direita.

  3. No Gerenciador do Hyper-V, selecione **Gerenciador de Comutador Virtual... ** no menu "Ações" à direita.

  4. Na seção “Comutadores Virtuais”, selecione Novo comutador de rede virtual.

  5. Em “Que tipo de comutador virtual você deseja criar?”, selecione Externo.

  6. Selecione o botão Criar Comutador Virtual.

  7. Em “Propriedades do Comutador Virtual”, dê ao novo comutador um nome como Comutador de VM Externo.

  8. Em “Tipo de Conexão”, garanta que Rede Externa esteja selecionada.

  9. Selecione a placa de rede física a ser emparelhada com o novo comutador virtual. Essa é a placa de rede que está fisicamente conectada à rede.

  10. Selecione Aplicar para criar o comutador virtual. Neste momento você provavelmente verá a seguinte mensagem. Clique em Sim para continuar.

  11. Selecione OK para fechar a Janela do Gerenciador de Comutador Virtual.

Criar um Comutador Virtual com o PowerShell

As etapas a seguir podem ser usadas para criar um comutador virtual com uma conexão externa usando o PowerShell.

  1. Use Get-NetAdapter para retornar uma lista de adaptadores de rede conectados ao sistema Windows 10.

    PS C:\> Get-NetAdapter
    
    Name                      InterfaceDescription                    ifIndex Status       MacAddress             LinkSpeed
    ----                      --------------------                    ------- ------       ----------             ---------
    Ethernet 2                Broadcom NetXtreme 57xx Gigabit Cont...       5 Up           BC-30-5B-A8-C1-7F         1 Gbps
    Ethernet                  Intel(R) PRO/100 M Desktop Adapter            3 Up           00-0E-0C-A8-DC-31        10 Mbps  
    
  2. Selecione o adaptador de rede a ser usado com o comutador do Hyper-V e coloque uma instância em uma variável chamada $net.

    $net = Get-NetAdapter -Name 'Ethernet'
    
  3. Execute o seguinte comando para criar o novo comutador virtual do Hyper-V.

    New-VMSwitch -Name "External VM Switch" -AllowManagementOS $True -NetAdapterName $net.Name
    

Rede virtual em um notebook

Rede NAT

O recurso NAT (Conversão de Endereços de Rede) oferece acesso à rede do computador para uma máquina virtual combinando o endereço IP do computador host com uma porta por meio de um Comutador Virtual do Hyper-V interno.

Ele tem algumas propriedades úteis:

  1. O NAT preserva os endereços IP por meio do mapeamento de um endereço IP externo e uma porta para um conjunto muito maior de endereços IP internos.
  2. O NAT permite que várias máquinas virtuais hospedem aplicativos que exigem portas de comunicação (internas) idênticas mapeando-as para portas externas únicas.
  3. O NAT usa um comutador interno – criar um comutador interno não faz você usar a conexão de rede e tende a interferir menos com a rede do computador.

Para configurar uma rede NAT e conectá-la a uma máquina virtual, siga o Guia do usuário da rede NAT.

A abordagem de dois comutadores

Se você estiver executando o Hyper-V do Windows 10 em um notebook e alterna frequentemente entre uma rede sem fio e uma rede com fio, é recomendável criar um comutador virtual para as placas de rede Ethernet e de rede sem fio. Com essa configuração, você pode alternar suas máquinas virtuais entre esses comutadores dependendo de como o laptop está conectado à rede. Máquinas virtuais não alternarão automaticamente entre redes com e sem fio.

Próxima Etapa - Criar uma Máquina Virtual

Criar uma Máquina Virtual do Windows