Resumo

Concluído

Neste módulo, ficou a saber como:

  • Criar um Hub IoT com o portal do Azure
  • Criar um ID do dispositivo do Hub IoT com o portal do Azure
  • Compilar uma aplicação em C# para enviar telemetria do dispositivo para o Hub IoT, com o Visual Studio ou o Visual Studio Code
  • Definir um encaminhamento de mensagens através do armazenamento de blobs com o portal do Azure
  • Definir um segundo encaminhamento de mensagens através de uma tarefa Azure Analytics com o portal do Azure
  • Criar uma consulta para aplicar um modelo de ML incorporado para deteção de anomalias com o SQL
  • Criar um dashboard para visualizar anomalias nos dados com o Power BI

Graph de vibrações suaves.

Limpeza

Pare a tarefa e a aplicação de dispositivo.

Todos os recursos criados com o sandbox serão automaticamente eliminados. Se criar quaisquer recursos fora do sandbox, elimine-os do portal do Azure.

Não é necessário eliminar o código do projeto, guarde-o para referência futura!

Passos seguintes

Para obter mais informações, veja:

Veja também outros módulos de Aprendizagem sobre o Hub IoT e o Stream Analytics

Saiba mais com uma série de vídeos do Channel 9

Para concluir este módulo e obter as suas recompensas, conclua uma verificação final de conhecimento.

Verificação de conhecimento

1.

A vibração do tapete rolante é medida em que unidades?

2.

O nome de um Hub IoT deve ser exclusivo em que espaço?

3.

Como é que a nossa aplicação de dispositivo em C# de amostra avisou o operador de que o tapete rolante parou durante mais de 5 segundos?

4.

Qual é o objetivo dos Hubs de Eventos do Azure?

5.

A entrada de fluxo para uma tarefa do Azure Stream Analytics pode ter três fontes, quais são?