Criar aplicações sem servidor

Iniciante
Intermédio
Programador
Azure
Funções
Portal do Azure
Cosmos DB
Armazenamento
Cloud Shell

As Funções do Azure permitem criar sistemas de computação a pedido condicionados por eventos, que podem ser acionados por vários eventos externos. Saiba como tirar partido das funções para executar a lógica do lado do servidor e compilar arquiteturas sem servidor. Este percurso de aprendizagem pode ajudá-lo a preparar-se para a certificação Microsoft Certified: Azure Developer Associate.

Pré-requisitos

Nenhum

Módulos neste percurso de aprendizagem

O Microsoft Azure fornece várias formas de alojar e executar código ou fluxos de trabalho sem utilizar Máquinas Virtuais (VMs), incluindo as Funções do Azure, o Microsoft Power Automate, o Azure Logic Apps e o WebJobs do Azure. Neste módulo, ficará a conhecer essas tecnologias e irá aprender a escolher a mais adequada para um determinado cenário.

As Funções do Azure permitem aos programadores alojar a lógica de negócio, que pode ser executada sem infraestrutura de gestão ou de aprovisionamento.

Um acionador é responsável pela execução de uma função do Azure e existem dezenas à escolha. Este módulo mostra-lhe alguns dos tipos de acionadores mais comuns e como configurá-los para executar lógica.

As Funções do Azure facilitam a integração do seu código de função em dados e serviços. Graças aos enlaces, tem de declarar as origens de dados a ler e escrever, e deixar que as Funções do Azure tratem do resto.

Saiba como orquestrar um fluxo de trabalho de execução prolongada como um conjunto de atividades com a Durable Functions.

Utilize o Azure Functions Core Tools para criar e executar funções num computador de programação e publicá-las no Azure.

Crie, teste e implemente Funções do Azure com o Visual Studio e saiba como gerir o código da Função do Azure.

Os webhooks oferecem um mecanismo simples para notificar a sua aplicação através de outro serviço quando ocorrer algo relevante. Neste módulo, irá aprender a acionar uma função do Azure com um webhook do GitHub e a analisar o payload para obter informações.

Atualize o mecanismo de notificação de uma aplicação Web de uma arquitetura baseada em consulta para uma arquitetura baseada em push com o SignalR Service, o Azure Cosmos DB e as Funções do Azure.

Combine múltiplas aplicações de Funções do Azure numa interface unificada ao importá-las para uma única instância de Gestão de API do Azure.