Como o Benefício Híbrido do Azure para VMs PAYG do Marketplace se aplica a máquinas virtuais Linux

Importante

O artigo a seguir tem como escopo o Benefício Híbrido do Azure para VMs PAYG do Marketplace que atendem à conversão de VMs PAYG do RHEL ou VMs PAYG do SLES no modelo de cobrança BYOS. Para a conversão de VMs de imagem personalizadas locais e VMs BYOS para RHEL ou SLES no modelo de cobrança PAYG, consulte Benefício Híbrido do Azure para VMs BYOS aqui.

Aplica-se a: ✔️ VMs do Linux ✔️ Conjuntos de dimensionamento flexíveis

O Benefício Híbrido do Azure para VMs PAYG é um benefício de licenciamento que ajuda a reduzir significativamente os custos de execução de VMs (máquinas virtuais) Red Hat Enterprise Linux (RHEL) e SUSE Linux Enterprise Server (SLES) na nuvem. Com esse benefício, você paga apenas pelos custos de infraestrutura da sua VM, pois sua assinatura RHEL ou SLES cobre o valor do software. O benefício está disponível para todas as imagens de PAYG (Pagamento Conforme o Uso) para RHEL e SLES Marketplace.

O Benefício Híbrido do Azure para VMs Linux agora está disponível publicamente.

Descrição do benefício

Por meio do Benefício Híbrido do Azure para VMs PAYG, você pode migrar seus servidores RHEL e SLES locais para o Azure. Basta converter as VMs RHEL e SLES PAYG existentes no Azure para cobrança BYOS (traga sua própria assinatura). Normalmente, as VMs implantadas com base em imagens PAYG no Azure cobrarão um valor de infraestrutura e um valor de software. Com o Benefício Híbrido do Azure, as VMs PAYG podem ser convertidas em um modelo de cobrança BYOS sem uma reimplantação, para que você possa evitar qualquer risco de tempo de inatividade.

Azure Hybrid Benefit cost visualization on Linux VMs.

Depois de habilitar o benefício na VM RHEL ou SLES, você não será mais cobrado pelo valor do software adicional normalmente aplicado a uma VM PAYG. Em vez disso, sua VM começará a acumular uma cobrança de BYOS, que inclui apenas o valor de hardware de computação e nenhum valor de software.

Você também pode optar por converter uma VM que teve o benefício habilitado nela de volta para um modelo de cobrança PAYG.

Escopo do Benefício Híbrido do Azure para VMs PAYG

O Benefício Híbrido do Azure para VMs PAYG está disponível para todas as imagens PAYG RHEL e SLES do Azure Marketplace.

O Benefício Híbrido do Azure para VMs BYOS está disponível para imagens BYOS RHEL ou SLES ou para imagens personalizadas do Azure Marketplace. Você pode ler mais sobre AHB para VMs BYOS aqui.

As instâncias do Host Dedicado do Azure e os benefícios híbridos do SQL não serão elegíveis para o Benefício Híbrido do Azure se você já estiver usando o benefício com VMs Linux.

Introdução

Clientes do Red Hat

O Benefício Híbrido do Azure para VMs PAYG para RHEL está disponível para clientes do Red Hat que atendem a estes dois critérios:

  • Têm assinaturas RHEL ativas ou não usadas qualificadas para uso no Azure
  • Habilitaram uma ou mais dessas assinaturas para uso no Azure com o programa Red Hat Cloud Access

Importante

Verifique se a assinatura correta foi habilitada no programa Red Hat Cloud Access.

Para começar a usar o benefício para o Red Hat:

  1. Habilite uma ou mais das assinaturas RHEL qualificadas para uso no Azure, usando a interface do cliente do Red Hat Cloud Access.

    As assinaturas do Azure que você fornecer durante o processo de habilitação do Red Hat Cloud Access terão permissão para usar o recurso Benefício Híbrido do Azure.

  2. Aplique o Benefício Híbrido do Azure para VMs PAYG a qualquer uma das suas VMs PAYG RHEL existentes e a novas VMs RHEL que você implantar a partir de imagens PAYG do Azure Marketplace. Você pode usar o portal do Azure ou a CLI do Azure para habilitar o benefício.

  3. Siga as próximas etapas recomendadas para configurar fontes de atualização para as VMs RHEL e para obter diretrizes de conformidade de assinatura do RHEL.

Clientes do SUSE

O Benefício Híbrido do Azure para VMs PAYG para SUSE está disponível para clientes que têm:

  • Assinaturas SUSE não utilizadas que são elegíveis para uso no Azure.
  • Uma ou mais assinaturas SUSE ativas para usar no local que devem ser movidas para o Azure.
  • Assinaturas adquiridas que foram ativadas no Centro de Clientes do SUSE para uso no Azure.

Importante

Selecione a assinatura correta para usar no Azure.

Para começar a usar o benefício para o SUSE:

  1. Registre a assinatura que você comprou do SUSE ou de um distribuidor SUSE no Centro de Clientes do SUSE.
  2. Ative a assinatura no Centro de Clientes do SUSE.
  3. Registre suas VMs que estão recebendo o benefício no Centro de Clientes do SUSE para obter as atualizações disponibilizadas nele.

Habilitar e desabilitar o benefício no portal do Azure

No portal do Azure, você pode habilitar o benefício em VMs existentes ou em novas durante a criação.

Habilitar o benefício para uma VM existente no portal do Azure

Para habilitar o benefício para uma VM existente:

  1. Vá para o portal do Azure.
  2. Abra a página Máquina virtual na qual você deseja aplicar a conversão.
  3. Vá para a opção Configuração, à esquerda. Você verá a seção Licenciamento. Para habilitar a conversão do AHB, marque o botão de opção 'Sim' e a caixa de seleção Confirmação. AHB Configuration blade after creating

Habilitar o benefício ao criar a VM no portal do Azure

Para habilitar o benefício ao criar a VM (o fluxo de trabalho do SUSE é o mesmo do exemplo de RHEL mostrado aqui):

  1. Acesse o portal do Azure.
  2. No portal, acesse a página “Criar uma máquina virtual”. AHB while creating VM
  3. Clique na caixa de seleção para habilitar a conversão de AHB e usar licenças de acesso à nuvem. AHB while creating VM Checkbox
  4. Crie uma máquina virtual seguindo as instruções abaixo.
  5. Verifique a folha de Configuração e você verá a opção habilitada. AHB Configuration blade after creating

Habilitar e desabilitar o benefício na CLI do Azure

Você pode usar o comando az vm update para atualizar as VMs existentes. Para VMs RHEL, execute o comando com um parâmetro --license-type de RHEL_BYOS. Para VMs SLES, execute o comando com um parâmetro --license-type de SLES_BYOS.

Exemplo de CLI para habilitar o benefício

# This will enable the benefit on a RHEL VM
az vm update -g myResourceGroup -n myVmName --license-type RHEL_BYOS

# This will enable the benefit on a SLES VM
az vm update -g myResourceGroup -n myVmName --license-type SLES_BYOS

Exemplo de CLI para desabilitar o benefício

Para desabilitar o benefício, use um valor --license-type de None:

# This will disable the benefit on a VM
az vm update -g myResourceGroup -n myVmName --license-type None

Exemplo de CLI para habilitar o benefício em várias VMs

Para habilitar o benefício em várias VMs, você pode usar o parâmetro --ids na CLI do Azure:

# This will enable the benefit on a RHEL VM. In this example, ids.txt is an
# existing text file that contains a delimited list of resource IDs corresponding
# to the VMs using the benefit
az vm update -g myResourceGroup -n myVmName --license-type RHEL_BYOS --ids $(cat ids.txt)

Os exemplos a seguir mostram dois métodos para obter uma lista de IDs de recurso: um no nível do grupo de recursos e outro no nível da assinatura.

# To get a list of all the resource IDs in a resource group:
$(az vm list -g MyResourceGroup --query "[].id" -o tsv)

# To get a list of all the resource IDs of VMs in a subscription:
az vm list -o json | jq '.[] | {VMName: .name, ResourceID: .id}'

Aplicar o Benefício Híbrido do Azure para VMs PAYG no momento da criação da VM

Além de aplicar o Benefício Híbrido do Azure para VMs PAYG às VMs de pagamento conforme o uso existentes, você pode invocá-lo no momento da criação da VM. Os benefícios disso são triplos:

  • Você pode provisionar VMs PAYG e BYOS usando a mesma imagem e o mesmo processo.
  • Isso permite alterações futuras no modo de licenciamento, algo não disponível com uma imagem somente BYOS ou se você trouxer sua própria VM.
  • A VM será conectada à RHUI (Infraestrutura de Atualização do Red Hat) por padrão, para garantir que ela permaneça atualizada e segura. Você pode alterar o mecanismo atualizado após a implantação a qualquer momento.

Verificar o status do Benefício Híbrido do Azure para VMs PAYG de uma VM

Você pode exibir o status do Benefício Híbrido do Azure para VMs PAYG de uma VM usando a CLI do Azure ou o Serviço de Metadados de Instância do Azure.

CLI do Azure

Você pode usar o comando az vm get-instance-view para essa finalidade. Procure um campo licenseType na resposta. Se o campo licenseType existir e o valor for RHEL_BYOS ou SLES_BYOS, sua VM terá o benefício habilitado.

az vm get-instance-view -g MyResourceGroup -n MyVm

Serviço de metadados de instância do Azure

De dentro da própria VM, você pode consultar os metadados atestados no Serviço de Metadados de Instância do Azure para determinar o valor licenseType da VM. Um valor licenseType de RHEL_BYOS ou SLES_BYOS indicará que a sua VM tem o benefício habilitado. Saiba mais sobre metadados atestados.

Conformidade

Red Hat

Os clientes que usam o Benefício Híbrido do Azure para VMs PAYG do RHEL concordam com os termos legais padrão e a política de privacidade associada às ofertas RHEL do Azure Marketplace.

Os clientes que usam o Benefício Híbrido do Azure para RHEL PAYG têm três opções para fornecer atualizações de software e patches para essas VMs:

Os clientes que escolhem a opção RHUI podem continuar a usar o RHUI como a principal fonte de atualização para suas VMs PAYG do RHEL do Benefício Híbrido do Azure sem anexar assinaturas do RHEL a essas VMs. Os clientes que escolhem a opção RHUI são responsáveis por garantir a conformidade da assinatura do RHEL.

Os clientes que escolhem o servidor Red Hat Satellite ou o Gerenciador de Assinaturas do Red Hat devem remover a configuração RHUI e anexar uma assinatura do RHEL habilitada para acesso à nuvem às suas VMs PAYG do RHEL de Benefício Híbrido do Azure.

Para obter mais informações sobre conformidade de assinatura do Red Hat, atualizações de software e fontes para VMs PAYG do RHEL do Benefício Híbrido do Azure, consulte o artigo do Red Hat sobre como usar assinaturas do RHEL com o Benefício Híbrido do Azure.

SUSE

Para usar o Benefício Híbrido do Azure para suas VMs PAYG do SLES e obter informações sobre como migrar do SLES PAYG para BYOS ou migrar do SLES BYOS para PAYG, consulte SUSE Linux Enterprise e Benefício Híbrido do Azure.

Os clientes que usam o Benefício Híbrido do Azure para VMs PAYG do SLES precisam mover a Infraestrutura de atualização de nuvem para uma das três opções a seguir que fornecem atualizações de software e patches para essas VMs:

Benefício Híbrido do Azure para VMs PAYG em instâncias reservadas

As Reservas do Azure (Instâncias de Máquinas Virtuais Reservadas do Azure) ajudam você a economizar dinheiro se comprometendo com planos de um ou três anos para vários produtos. Você pode aprender mais sobre Instâncias reservadas aqui. O Benefício Híbrido do Azure para VMs PAYG está disponível para a Instância de máquina virtual reservada (RIs).

Isso significa que, se você comprou os custos de computação com uma taxa com desconto usando RI, poderá aplicar o benefício do AHB nos custos de licenciamento para RHEL e SUSE além dele. As etapas para aplicar o benefício do AHB para uma instância de RI permanecem exatamente iguais às de uma VM regular. AHB for RIs

Observação

Se você já comprou reservas para o software RHEL ou SUSE PAYG no Azure Marketplace, aguarde até que a gestão de reserva seja concluída antes de usar o Benefício Híbrido do Azure para VMs PAYG.

Perguntas frequentes

P: Posso usar um tipo de licença de RHEL_BYOS com uma imagem SLES ou vice-versa?

R: Não, você não pode. A tentativa de inserir um tipo de licença que corresponda incorretamente à distribuição em execução na sua VM não atualizará nenhum metadado de cobrança. Mas se você inserir acidentalmente o tipo de licença errado, atualizar sua VM novamente para o tipo de licença correto ainda habilitará o benefício.

P: Eu me registrei com o Red Hat Cloud Access, mas ainda não posso habilitar o benefício em minhas VMs RHEL. O que devo fazer?

R: Pode levar algum tempo para que o registro da assinatura do Red Hat Cloud Access se propague do Red Hat para o Azure. Se você ainda vir o erro após um dia útil, entre em contato com o suporte da Microsoft.

P: Implantei uma VM usando a "imagem de ouro" do RHEL BYOS. Posso converter a cobrança dessas imagens de BYOS para PAYG?

R: Sim, você pode usar o recurso Benefício Híbrido do Azure para VMs BYOS para fazer isso. Você pode saber mais sobre esse recurso aqui.

P: Carreguei minha própria imagem RHEL ou SLES do local (por meio de Migrações para Azure, Azure Site Recovery ou de outro modo) para o Azure. Posso converter a cobrança nessas imagens de BYOS para PAYG?

R: Sim, você pode usar o recurso Benefício Híbrido do Azure para VMs BYOS para fazer isso. Você pode saber mais sobre esse recurso aqui.

P: Carreguei minha própria imagem RHEL ou SLES do local (por meio de Migrações para Azure, Azure Site Recovery ou de outro modo) para o Azure. Preciso fazer algo para me beneficiar do Benefício Híbrido do Azure?

R: Não, não precisa. As imagens RHEL ou SLES que você carrega já são consideradas BYOS, e você será cobrado apenas pelos custos de infraestrutura do Azure. Você é responsável pelos custos de assinatura do RHEL, assim como você é para seus ambientes locais.

P: Posso usar o Benefício Híbrido do Azure em VMs PAYG para imagens RHEL do Azure Marketplace e SAP do SLES?

R: Sim, você pode. Você pode usar o tipo de licença de RHEL_BYOS para VMs RHEL e SLES_BYOS para conversões de VMs implantadas a partir de imagens RHEL do Azure Marketplace e SAP do SLES.

P: Posso usar o Benefício Híbrido do Azure para VMs PAYG em conjuntos de dimensionamento de máquinas virtuais para RHEL e SLES?

R: Sim, o Benefício Híbrido do Azure em conjuntos de dimensionamento de máquinas virtuais para RHEL e SLES está disponível para todos os usuários. Saiba mais sobre esse benefício e como usá-lo aqui.

P: Posso usar o Benefício Híbrido do Azure para VMs PAYG em instâncias reservadas para RHEL e SLES?

R: Sim, o Benefício Híbrido do Azure para VMs PAYG na instância reservada para RHEL e SLES está disponível para todos os usuários. Saiba mais sobre esse benefício e como usá-lo aqui.

P: Posso usar o Benefício Híbrido do Azure para VMs PAYG em uma máquina virtual implantada para SQL Server em imagens RHEL?

R: Não, você não pode. Não há planos para oferecer suporte a essas máquinas virtuais.

P: Posso usar o Benefício Híbrido do Azure na minha assinatura do Data center virtual do RHEL?

R: Não, você não pode. O Data center virtual (VDC) não tem suporte no Azure, incluindo o AHB.

Problemas comuns

Esta seção lista os problemas comuns que você pode encontrar e as etapas de mitigação.

Erro Atenuação
"A ação não pôde ser concluída porque nossos registros mostram que você não habilitou com êxito o Red Hat Cloud Access na sua assinatura do Azure...." Para usar o benefício com as VMs RHEL, você deve primeiro registrar suas assinaturas do Azure com o Red Hat Cloud Access.

Próximas etapas