Migração de recursos de IaaS com suporte da plataforma do clássico para o Azure Resource Manager

Aplicável a: ✔️ VMs do Linux ✔️ VMs do Windows

Importante

Hoje, cerca de 90% das VMs de IaaS usam o Azure Resource Manager. Desde 28 de fevereiro de 2020, as VMs clássicas foram preteridas e serão totalmente desativadas em 1º de março de 2023. Saiba mais sobre essa substituição e como ela afeta você.

Este artigo fornece uma visão geral sobre a ferramenta de migração com suporte de plataforma, como migrar recursos dos modelos de implantação do ASM (Azure Service Manager), também conhecido como Clássico para o ARM (Resource Manager) e detalhes de como conectar recursos dos dois modelos de implantação que coexistem em sua assinatura usando gateways de rede virtual site a site. Você pode ler mais sobre os recursos e benefícios do Azure Resource Manager.

O ASM dá suporte a dois produtos de computação diferentes, Azure Virtual Machines (clássico), também conhecido como IaaS VMs, e Azure Cloud Services (clássico), também conhecido como PaaS VMs ou funções de Web/Trabalho. Este documento fala apenas sobre a migração de Máquinas Virtuais do Azure (clássicas).

Meta de migração

O Gerenciador de Recursos possibilita implantar aplicativos complexos por meio de modelos, configurar máquinas virtuais usando extensões de VM e incorporar o gerenciamento de acesso e a marcação. O Azure Resource Manager inclui implantação paralela e escalonável para máquinas virtuais em conjuntos de disponibilidade. O novo modelo também oferece gerenciamento de ciclo de vida de computação, rede e armazenamento de maneira independente. Por fim, há um enfoque para habilitar a segurança por padrão com a imposição de máquinas virtuais em uma rede virtual.

Há suporte para quase todos os recursos do modelo de implantação clássica referentes a computação, rede e armazenamento no Azure Resource Manager. Para aproveitar os novos recursos no Azure Resource Manager, você pode migrar as implantações existentes do modelo de implantação clássico.

Recursos e configurações com suporte para migração

Recursos com suporte para migração

Configurações necessárias para a migração

Esses recursos de IaaS clássicos têm suporte durante a migração

Serviço Configuração
Azure AD Domain Services Redes virtuais que contêm serviços do Azure AD Domain Services

Escopos de migração com suporte

Há quatro maneiras diferentes para concluir a migração de recursos de computação, rede e armazenamento.

Migração de máquinas virtuais (NÃO em uma rede virtual)

No modelo de implantação do Resource Manager, a segurança de seus aplicativos é imposta por padrão. Todas as VMs precisam estar em uma rede virtual no modelo do Gerenciador de Recursos. As plataforma Azure reinicia (Stop, Deallocate, e Start) as VMs como parte da migração. Você tem duas opções de redes virtuais para as quais as Máquinas Virtuais serão migradas:

  • Você pode solicitar que a plataforma crie uma nova rede virtual e migre a máquina virtual para a nova rede virtual.
  • Você pode migrar a máquina virtual para uma rede virtual existente no Gerenciador de Recursos.

Observação

Nesse escopo de migração, as operações do “plano de gerenciamento” e do “plano de dados” podem não ser permitidas por determinado período durante a migração.

Migração de máquinas virtuais (em uma rede virtual)

Para a maioria das configurações de VM, somente os metadados são migrados entre os modelos Clássico e o Resource Manager. As VMs subjacentes estão em execução no mesmo hardware, na mesma rede e com o mesmo armazenamento. As operações do plano de gerenciamento talvez não tenham permissão por determinado período de tempo durante a migração. No entanto, o plano de dados continua funcionando. Ou seja, os aplicativos em execução nas VMs (clássicas) não incorrem em tempo de inatividade durante a migração.

Atualmente, não há suporte para as seguintes configurações. Se for adicionado suporte a elas no futuro, algumas VMs nessa configuração poderão incorrer em tempo de inatividade (passarão por operações de parar, desalocar e reiniciar a VM).

  • Você tem mais de um conjunto de disponibilidade em um único serviço de nuvem.
  • Você tem um ou mais conjuntos de disponibilidade e as VMs que não estão em um conjunto de disponibilidade em um único serviço de nuvem.

Observação

Nesse escopo de migração, o plano de gerenciamento pode não ser permitido por determinado período durante a migração. Para algumas configurações, conforme descrito acima, ocorre tempo de inatividade do plano de dados.

Migração de contas de armazenamento

Para permitir uma migração perfeita, você implantar VMs do Resource Manager em uma conta de armazenamento clássico. Com essa funcionalidade, recursos de computação e rede podem e devem ser migrados independentemente de contas de armazenamento. Depois de migrar suas Máquinas Virtuais e a Rede Virtual, você precisa migrar suas contas de armazenamento para concluir o processo de migração.

Se a sua conta de armazenamento não tiver discos associados ou dados de Máquinas Virtuais e tiver apenas blobs, arquivos, tabelas e filas, a migração para o Azure Resource Manager poderá ser feita como uma migração independente, sem dependências.

Observação

O modelo de implantação do Resource Manager não tem o conceito de discos e imagens clássicas. Após a migração da conta de armazenamento, os discos e imagens clássicos não ficam visíveis no portal do Azure, mas os VHDs de backup permanecem na conta de armazenamento.

As capturas de tela a seguir mostram como atualizar uma conta de armazenamento clássica para uma conta de armazenamento do Azure Resource Manager usando o portal do Azure:

  1. Entre no portal do Azure.

  2. Navegue para sua conta de armazenamento.

  3. Na seção Configurações, clique em Migrar para Azure Resource Manager.

  4. Clique em Validar para determinar a viabilidade de migração.

  5. Se a validação for aprovada, clique em Preparar para criar uma conta de armazenamento migrada.

  6. Digite Sim para confirmar a migração e clique em Confirmar para concluir a migração.

    Validar a conta de armazenamento

    Preparar a conta de armazenamento

    Finalizar a migração da conta de armazenamento

Migração de recursos não anexados

Contas de armazenamento sem discos associados ou dados de máquinas virtuais podem ser migradas independentemente.

Grupos de Segurança de Rede, Tabelas de Rotas e IPs Reservados que não estão associadas a Máquinas Virtuais e Redes Virtuais podem ser também migrados de forma independente.


Recursos e configurações sem suporte

Alguns recursos e configurações não são suportados atualmente; as seções a seguir descrevem nossas recomendações em torno deles.

Recursos sem suporte

Atualmente, não há suporte para os seguintes recursos. Se preferir, você pode remover essas configurações, migrar as VMs e, em seguida, habilitar as configurações novamente no modelo de implantação do Gerenciador de Recursos.

Provedor de recursos Recurso Recomendação
Computação Discos de máquina virtual não associados. Os blobs VHD por trás desses discos serão migrados quando a Conta de Armazenamento for migrada
Computação Imagens de máquinas virtuais. Os blobs VHD por trás desses discos serão migrados quando a Conta de Armazenamento for migrada
Rede ACLs de ponto de extremidade. Remova as ACLs de Ponto de Extremidade e repita a migração.
Rede Gateway de Aplicativo Remova o Gateway de Aplicativo antes de iniciar a migração e crie novamente o Gateway de Aplicativo após a conclusão da migração.
Rede Redes virtuais usando Emparelhamento VNet. Migre a Rede Virtual para o Gerenciador de Recursos e depois emparelhe. Saiba mais sobre Emparelhamento de VNet.

Configurações sem suporte

Atualmente, não há suporte para as seguintes configurações.

Serviço Configuração Recomendação
Gerenciador de Recursos RBAC (Controle de Acesso Baseado em Função) para recursos clássicos Como o URI dos recursos é modificado após a migração, é recomendável planejar as atualizações da política de RBAC que precisam ocorrer após a migração.
Computação Várias sub-redes associadas a uma VM Atualize a configuração de sub-rede para referenciar apenas uma sub-rede. Isso poderá exigir que você remova um NIC secundário (que está referenciado a outra sub-rede) da máquina virtual e anexá-lo novamente depois que a migração for concluída.
Computação Máquinas virtuais que pertencem a uma rede virtual, mas que não têm uma sub-rede explícita atribuída Opcionalmente, você pode excluir a VM.
Computação Máquinas virtuais que têm alertas e políticas de Escala Automática A migração passa e essas configurações serão descartadas. É altamente recomendável que você avalie seu ambiente antes de fazer a migração. Se preferir, você pode redefinir as configurações de alerta após a conclusão da migração.
Computação Extensões de VM do XML (BGInfo 1.*, Depurador, Implantação da Web e Depuração Remota do Visual Studio) Isso não tem suporte. Recomendamos que você remova essas extensões da máquina virtual para continuar a migração, ou elas serão eliminadas automaticamente durante o processo de migração.
Computação Diagnóstico de inicialização com o armazenamento Premium Desabilite o recurso de Diagnóstico de Inicialização para as VMs antes de continuar com a migração. Você pode habilitar novamente o diagnóstico de inicialização na pilha do Gerenciador de Recursos após a migração ser concluída. Além disso, os blobs que estão sendo usados para captura de tela e logs seriais devem ser excluídos para que você não seja cobrado por eles.
Computação Serviços de nuvem que contêm mais de um conjunto de disponibilidade ou vários conjuntos de disponibilidade. Não há suporte para esse recurso no momento. Mova as Máquinas Virtuais para a mesmo conjunto de disponibilidade antes de fazer a migração.
Computação VM com a extensão de Central de Segurança do Azure A Central de Segurança do Azure instala automaticamente extensões em suas Máquinas Virtuais a fim de monitorar a segurança e emitir alertas. Essas extensões normalmente são instaladas automaticamente se a política da Central de Segurança do Azure for habilitada na assinatura. Para migrar as máquinas virtuais, desabilite a política da central de segurança na assinatura que removerá a extensão de monitoramento da Central de Segurança das máquinas virtuais.
Computação VM com extensão de backup ou instantâneo Essas extensões são instaladas em uma máquina Virtual configurada com o serviço de Backup do Azure. Embora não haja suporte para a migração dessas VMs, siga as orientações em Perguntas frequentes sobre a migração clássica para Azure Resource Manager para manter os backups que foram feitos antes da migração.
Computação VM com extensão Azure Site Recovery Essas extensões são instaladas em uma máquina virtual configurada com o serviço Azure Site Recovery. Embora a migração do armazenamento usado com o Site Recovery funcione, a replicação atual será afetada. Você precisa desabilitar e habilitar a replicação de VM após a migração de armazenamento.
Rede Redes virtuais que contêm máquinas virtuais e funções de trabalho/web Não há suporte para esse recurso no momento. Mova as funções Web/Trabalho para as suas próprias redes virtuais antes de fazer a migração. Depois que a rede virtual clássica for migrada, a rede virtual do Azure Resource Manager pode ser emparelhada com a rede virtual clássica para obter uma configuração semelhante como antes.
Rede Circuitos do ExpressRoute clássico Não há suporte para esse recurso no momento. Esses circuitos precisam ser migrados para o Azure Resource Manager antes da migração do IaaS ser iniciada. Para saber mais, consulte Movimentação dos circuitos do ExpressRoute do modelo de implantação clássico para o Resource Manager.
Serviço de aplicativo do Azure Redes virtuais que contêm ambientes do Serviço de Aplicativo Não há suporte para esse recurso no momento.
Azure HDInsight Redes virtuais que contêm serviços do HDInsight Não há suporte para esse recurso no momento.
Serviços de Ciclo de Vida do Microsoft Dynamics Redes virtuais que contêm máquinas virtuais gerenciadas pelos Serviços de Ciclo de Vida do Microsoft Dynamics Não há suporte para esse recurso no momento.
Gerenciamento de API do Azure Redes virtuais que contêm implantações do Gerenciamento de API do Azure Não há suporte para esse recurso no momento. Para migrar a VNET IaaS, altere a VNET da implantação do Gerenciamento de API, que é uma operação sem tempo de inatividade.

Próximas etapas