Introdução ao Power Automate

Bem-vindo! O que você pode esperar do Power Automate? Aqui estão alguns exemplos do que você pode fazer com o Power Automate.

  • Automatize os processos empresariais
  • Enviar lembretes automáticos sobre tarefas atrasadas
  • Mover dados corporativos entre sistemas em uma agenda
  • Conectar-se a quase 300 fontes de dados ou qualquer API disponível ao público
  • Você pode até automatizar tarefas em seu computador local, como dados de computação no Excel.

Pense no tempo economizado ao automatizar tarefas manuais repetitivas simplesmente registrando cliques do mouse, pressionamentos de tecla e etapas de copiar e colar da sua área de trabalho! O Power Automate está intimamente ligado à automação.


Para quem o Power Automate se destina?

Quais habilidades você precisa ter? Qualquer pessoa, desde um usuário básico de negócios a um profissional de TI, pode criar processos automatizados usando a plataforma sem código/com pouco código do Power Automate.

Quais setores podem se beneficiar do Power Automate? Veja como algumas empresas implementaram soluções do Microsoft Power Platform usando o Power Automate em:

Encontrar exemplos do seu setor

A primeira etapa na criação de uma automação é inscrever-se, ou, se você já tiver uma conta no Power Automate, entrar.

Quais são os diferentes tipos de fluxos?

Acesse o artigo sobre tipos de fluxo para saber mais sobre os diferentes tipos de fluxo que podem ser criados para automatizar as tarefas.

Confira a página inicial

Na página inicial do Power Automate, você pode explorar um conjunto diverso de modelos e saber sobre os recursos-chave do Power Automate. É possível obter uma ideia do que é possível e como o Power Automate pode ajudar sua empresa e sua vida.

Cada modelo é elaborado para uma finalidade específica. Por exemplo, o programa oferece modelos destinados a enviar uma mensagem de texto para você quando seu chefe envia emails, adicionar clientes potenciais do Twitter ao Dynamics 365 ou fazer backup de arquivos. Esses modelos representam apenas a ponta do iceberg. Eles servem para inspirá-lo a criar fluxos personalizados, especialmente para os processos de que você precisa.

Criar seu primeiro fluxo

  1. Selecione um modelo que seja útil para você. Um modelo simples é Notificar e enviar por e-mail quando um novo arquivo for carregado para o OneDrive.

    Modelo de lembrete diário.

  2. Selecione Continuar.

    Crie uma conexão.

  3. Selecione a pasta do OneDrive que você deseja monitorar.

    Árvore de pastas do OneDrive

  4. Selecione Salvar.

    Forneça as credenciais da conexão.

Note

É possível explorar as condições que disparam o fluxo e as ações que resultam desses eventos. Brinque com as configurações para personalizar o fluxo. Você pode inclusive adicionar ou excluir ações.

Tip

Siga este tutorial para saber mais sobre como criar fluxos usando modelos.

Seja criativo

Agora que você já criou o primeiro fluxo com um modelo, use as mais de 380 fontes de dados com suporte do Power Automate para criar seus próprios fluxos do zero.

Compilação de um fluxo da nuvem.

Quando cria um fluxo da nuvem do zero, você pode controlar o fluxo de trabalho inteiro. Aqui estão algumas ideias para ajudá-lo a começar:

Inspecionar o código

Não é necessário ser um desenvolvedor para criar fluxos, no entanto, o Power Automate fornece o recurso Inspecionar código, com o qual as pessoas podem analisar detalhadamente o código que é gerado para todas as ações e gatilhos em um fluxo da nuvem. A inspeção no código pode proporcionar uma compreensão clara dos dados que estão em uso por gatilhos e ações. Siga estas etapas para inspecionar o código que é gerado para os fluxos, de dentro do designer do Power Automate:

  1. Selecione o item de menu ..., no canto superior direito de qualquer ação ou gatilho.

  2. Selecione Inspecionar código.

    Inspecione o código.

  3. Veja a representação JSON completa dos gatilhos e das ações. Ela inclui todas as entradas, como o texto que você insere diretamente, e as expressões usadas. Você pode selecionar expressões aqui e colá-las no editor de expressão de Conteúdo Dinâmico. Com isso, você também tem uma maneira de verificar os dados que devem estar presentes no fluxo.

    Inspecione os detalhes do código.

Localizar os fluxos com facilidade

Quando sua imaginação começar a fluir, certamente você criará vários fluxos. Não se preocupe, pois é fácil encontrar os fluxos. Basta usar a caixa de pesquisa na tela Meus fluxos, Fluxos de equipe, Conexões ou Soluções para exibir somente os fluxos que correspondem aos termos de pesquisa inseridos.

Filtre ou pesquise fluxos.

Note

O filtro de pesquisa localiza apenas os fluxos que foram carregados na página. Caso não encontre um determinado fluxo, experimente selecionar Carregar mais, na parte inferior da página.

Receber notificações quando algo está errado

Acesse a página de atividade de fluxo da nuvem para ver a lista de fluxos da nuvem que foram executados, enviaram notificações ou falharam recentemente.

  1. Entre no Power Automate.

  2. Selecione Monitorar no lado esquerdo da tela.

  3. Selecione Atividade de fluxo da nuvem.

    Centro de notificações.

Usar o aplicativo móvel

Baixar o aplicativo móvel do Power Automate para Android, iOS ou Windows Phone. Com este aplicativo, é possível monitorar a atividade do fluxo, gerenciar os fluxos e criar fluxos usando modelos.

Obtenha ajuda para planejar projetos do Power Automate

Se você estiver pronto para iniciar seu projeto do Power Automate, visite o artigo de diretrizes e planejamento para começar a trabalhar rapidamente.

Estamos aqui para ajudar

Estamos entusiasmados em ver o que você pode fazer com o Power Automate e queremos garantir que você tenha uma ótima experiência. Confira nossos tutoriais de aprendizagem interativa e participe da nossa comunidade para fazer perguntas e compartilhar ideias. Entre em contato com o suporte se tiver algum problema.