Criar uma máquina virtual com o Hyper-V no Windows 10

Saiba como criar uma máquina virtual e instalar um sistema operacional em sua nova máquina virtual. Você precisará de um arquivo .iso para o sistema operacional que deseja executar. Se necessário, obtenha uma cópia de avaliação do Windows 10 no Centro de Avaliação TechNet.

Criar uma máquina virtual com o Gerenciador do Hyper-V

  1. Abra o Gerenciador do Hyper-V. Basta pressionar a tecla do Windows e digitar "Gerenciador do Hyper-V" ou localizar o Gerenciador do Hyper-V em seus aplicativos.

  2. No Gerenciador do Hyper-V, clique em Ação > Novo > Máquina Virtual para abrir o Assistente de Nova Máquina Virtual.

  3. Examine o conteúdo “Antes de começar” e clique em Avançar.

  4. Nomeie a máquina virtual.

    Observação: esse é o nome que o Hyper-V usa para a máquina virtual, não o nome do computador dado ao sistema operacional convidado que será implantado dentro da máquina virtual.

  5. Escolha um local em que os arquivos de máquina virtual serão armazenados, como c:\virtualmachine. Você também pode aceitar o local padrão. Clique em Avançar quando terminar.

  6. Selecione uma geração para o computador e clique em Avançar.

    Máquinas virtuais de geração 2 foram introduzidas com o Windows Server 2012 R2 e fornecem um modelo de hardware simplificado e algumas funcionalidades adicionais. Você pode instalar apenas um sistema operacional de 64 bits em uma máquina virtual de 2ª geração. Para obter mais informações sobre máquinas virtuais de geração 2, confira a Visão geral da máquina virtual de 2ª geração.

    Se a nova máquina virtual estiver configurada como 2ª geração e for executar uma distribuição do Linux, a inicialização segura precisará ser desabilitada. Para saber mais sobre a inicialização segura, confira Secure Boot (Inicialização segura).

  7. Selecione 2048 MB para o valor Memória de Inicialização e deixe Usar Memória Dinâmica selecionado. Clique no botão Avançar.

    A memória é compartilhada entre um host do Hyper-V e a máquina virtual em execução no host. O número de máquinas virtuais que podem ser executados em um único host depende em parte da memória disponível. Uma máquina virtual também pode ser configurada para usar Memória Dinâmica. Quando habilitada, a memória dinâmica recupera a memória não utilizada da máquina virtual em execução. Isso permite que mais máquinas virtuais sejam executadas no host. Para obter mais informações sobre a Memória Dinâmica, confira Visão geral da memória dinâmica do Hyper-V.

  8. No assistente para Configurar Rede, selecione um comutador virtual para a máquina virtual e clique em Avançar. Para obter mais informações, confira Criar um comutador virtual.

  9. Nomeie o disco rígido virtual, selecione um local ou mantenha o padrão e, por fim, especifique um tamanho. Clique em Avançar quando estiver pronto.

    Um disco rígido virtual fornece armazenamento para uma máquina virtual da mesma maneira que um disco rígido físico. Um disco rígido virtual é necessário para poder instalar um sistema operacional na máquina virtual.

  10. No assistente de Opções de Instalação, selecione Instalar um sistema operacional de um arquivo de imagem inicializável e, em seguida, selecione um arquivo .iso de sistema operacional. Clique em Avançar após concluir.

    Ao criar uma máquina virtual, você pode configurar algumas opções de instalação do sistema operacional. As três opções disponíveis são:

    • Instalar um sistema operacional posteriormente – essa opção não faz nenhuma modificação adicional à máquina virtual.

    • Instalar um sistema operacional de um arquivo de imagem inicializável – isso é semelhante a inserir um CD na unidade de CD-ROM física de um computador físico. Para configurar essa opção, selecione uma imagem .iso. Essa imagem será montada na unidade de CD-ROM virtual da máquina virtual. A ordem de inicialização da máquina virtual é alterada para inicializar primeiro por meio da unidade de CD-ROM.

    • Instalar um sistema operacional em um servidor de instalação baseado em rede – essa opção não estará disponível, a menos que a máquina virtual esteja conectada a um comutador de rede. Nessa configuração, a máquina virtual tentará inicializar por meio da rede.

  11. Examine os detalhes de máquina virtual e clique em Concluir para terminar a criação da máquina virtual.

Crie uma Máquina Virtual com o PowerShell

  1. Abra o ISE do PowerShell como Administrador.

  2. Execute o seguinte script.

    # Set VM Name, Switch Name, and Installation Media Path.
    $VMName = 'TESTVM'
    $Switch = 'External VM Switch'
    $InstallMedia = 'C:\Users\Administrator\Desktop\en_windows_10_enterprise_x64_dvd_6851151.iso'
    
    # Create New Virtual Machine
    New-VM -Name $VMName -MemoryStartupBytes 2147483648 -Generation 2 -NewVHDPath "D:\Virtual Machines\$VMName\$VMName.vhdx" -NewVHDSizeBytes 53687091200 -Path "D:\Virtual Machines\$VMName" -SwitchName $Switch
    
    # Add DVD Drive to Virtual Machine
    Add-VMScsiController -VMName $VMName
    Add-VMDvdDrive -VMName $VMName -ControllerNumber 1 -ControllerLocation 0 -Path $InstallMedia
    
    # Mount Installation Media
    $DVDDrive = Get-VMDvdDrive -VMName $VMName
    
    # Configure Virtual Machine to Boot from DVD
    Set-VMFirmware -VMName $VMName -FirstBootDevice $DVDDrive
    

Concluir a Implantação do Sistema Operacional

Para terminar de criar sua máquina virtual, é necessário iniciar a máquina virtual e passar pela instalação do sistema operacional.

  1. No Gerenciador do Hyper-V, clique duas vezes na máquina virtual. Isso abre a ferramenta VMConnect.

  2. No VMConnect, clique no botão verde Iniciar. Isso é como pressionar o botão de energia em um computador físico. Você pode ser solicitado a “Pressionar qualquer tecla para iniciar de um CD ou DVD”. Faça isso.

    Observação: talvez seja necessário clicar dentro da janela VMConnect para garantir o envio dos seus pressionamentos de tecla para a máquina virtual.

  3. A máquina virtual é inicializada na instalação e você pode percorrer a instalação da mesma maneira que faria em um computador físico.

Observação: a menos que você esteja executando uma versão de licença de volume do Windows, é necessário ter uma licença separada para o Windows em execução em uma máquina virtual. O sistema operacional da máquina virtual é independente do sistema operacional do host.