Responder a pedidos de Direitos de Titulares de Dados (DSR) para exportar dados do cliente do Power Apps

O "direito da portabilidade de dados" permite que um assunto de dados solicite uma cópia dos seus dados pessoais num formato eletrónico (ou seja, um formato estruturado, de utilização comum, de leitura de máquina e interoperável) que poderá ser transmitido para outro controlador de dados:

Abaixo encontra-se um resumo dos tipos de dados pessoais que o Power Apps pode armazenar para um utilizador específico e quais as experiências que pode utilizar para os localizar e exportar.

Recursos que contêm dados pessoais Acesso ao site Acesso ao PowerShell
Ambiente Centro de Administração do Power Apps Cmdlets do Power Apps
Permissões do ambiente** Centro de Administração do Power Apps Cmdlets do Power Apps
Aplicação de Tela Centro de Administração do Power Apps
Portal Power Apps
Cmdlets do Power Apps
Permissões de Aplicação de Tela Centro de Administração do Power Apps
Portal Power Apps
Cmdlets do Power Apps
Gateway Portal Power Apps*** Cmdlets do gateway no local
Permissões de gateway Portal Power Apps***
Conector personalizado Criador de aplicações: Disponível
Administrador: Disponível
Permissões de conector personalizado Criador de aplicações: Disponível
Administrador: Disponível
Connection Criador de aplicações: Disponível
Administrador: Disponível
Permissões de ligação Criador de aplicações: Disponível
Administrador: Disponível
Definições de utilizador do Power Apps, definições das aplicações de utilizador e notificações Criador de aplicações: Disponível
Administrador: Disponível

** Com a introdução do Common Data Service, se for criada uma base de dados no ambiente, as permissões de ambiente e as permissões de aplicação condicionada por modelo são armazenadas como registos no ambiente da base de dados do Common Data Service . Para obter informações sobre como responder a pedidos de DSR para utilizadores que utilizam o Common Data Service, consulte Responder a pedidos de Direitos de Titulares de Dados (DSR) para os dados de cliente do Common Data Service.

*** Um Administrador só poderá aceder a estes recursos a partir do portal Power Apps se o proprietário do recurso tiver concedido explicitamente o seu acesso. Se não tiver sido concedido acesso ao administrador, o utilizador terá de aproveitar os cdmlets do PowerShell de Administração do Power Apps.

Pré-requisitos

Para utilizadores

Qualquer utilizador com uma licença do Power Apps válida pode efetuar as operações de utilizador descritas neste documento utilizando o portal Power Apps ou cmdlets do Criador da aplicação.

Para administradores

Para efetuar as operações de administração descritas neste documento utilizando o Centro de administração do Power Apps, Centro de Administração do Power Automate ou cmdlets do PowerShell para para administradores do Power Apps, necessitará do seguinte:

Passo 1: Exportar dados pessoais contidos em ambientes criados pelo utilizador

Centro de Administração do Power Apps

Os administradores podem exportar todos os ambientes criados por um utilizador específico a partir do Centro de administração do Power Apps seguindo estes passos:

  1. A partir Centro de administração do Power Apps, selecione cada ambiente na sua organização.

    Página Inicial do Centro de Administração

  2. Se o ambiente tiver sido criado pelo utilizador a partir do pedido DSR, aceda à página Detalhes, copie os detalhes e, em seguida, cole-os num editor de documento, como o Microsoft Word.

    Detalhes do ambiente

Cmdlets do PowerShell para criadores de aplicações

Os utilizadores podem exportar os ambientes a que têm acesso no Power Apps utilizando a função Get-PowerAppsEnvironment nos cmdlets do PowerShell do criador de Aplicações Power Apps:

Add-PowerAppsAccount
Get-PowerAppsEnvironment | ConvertTo-Json | Out-File -FilePath "UserDetails.json"

Cmdlets do PowerShell para administradores

Os administradores podem exportar todos os ambientes criados por um utilizador utilizando a função Get-AdminEnvironment nos cmdlets do PowerShell para Administradores do Power Apps:

Add-PowerAppsAccount
$userId = "7557f390-5f70-4c93-8bc4-8c2faabd2ca0"
Get-AdminEnvironment -CreatedBy $userId | ConvertTo-Json | Out-File -FilePath "UserDetails.json"

Passo 2: Exportar as permissões de ambiente do utilizador

Os utilizadores podem receber permissões (como Administrador de Ambiente, Criador de Ambiente, etc.) num ambiente, que são armazenados no Power Apps como uma atribuição de funções. Com a introdução do Common Data Service, se for criada uma base de dados no ambiente, as "atribuições de funções" são armazenadas como registos no ambiente da base de dados do Common Data Service. Para obter mais informações, consulte Administrar ambientes com o Power Apps.

Para ambientes sem uma base de dados do Common Data Service

Centro de Administração do Power Apps

Os administradores podem exportar as permissões de ambiente de um utilizador a partir do Centro de administração do Power Apps seguindo estes passos:

  1. A partir Centro de administração do Power Apps, selecione cada ambiente na sua organização. Tem de ser um Administrador Global do Microsoft 365 ou um Administrador Global do Azure Active Directory para conseguir analisar todos os ambientes criados na organização.

    Página Inicial do Centro de Administração

  2. Selecione Segurança.

    Se o seu ambiente não tiver uma base de dados do Common Data Service, verá uma secção para Funções de Ambiente.

  3. Selecione Administrador de Ambiente e Criador de Ambiente e, em seguida, utilizando a barra de pesquisa, procure o nome do utilizador.

    Página de funções de ambiente

  4. Se o utilizador tiver acesso a qualquer uma das funções, aceda à página Utilizadores, copie os detalhes e, em seguida, cole-os num editor de documentos, tal como o Microsoft Word.

Cmdlets do PowerShell para administradores

Os administradores podem exportar todas as atribuições de funções de ambiente para um utilizador em todos os ambientes sem uma base de dados do Common Data Service utilizando a função Get-AdminEnvironmentRoleAssignment nos cmdlets do PowerShell de Administradores do Power Apps:

Add-PowerAppsAccount
$userId = "0ecb1fcc-6782-4e46-a4c4-738c1d3accea"
Get-AdminEnvironmentRoleAssignment -UserId $userId | ConvertTo-Json | Out-File -FilePath "UserDetails.json"

Important

Esta função funciona apenas em ambientes que não tenham um ambiente de uma base de dados de ambiente do Common Data Service.

Para ambientes com uma base de dados do Common Data Service

Com a introdução do Common Data Service, se for criada uma base de dados no ambiente, as "atribuições de funções" são armazenadas como registos no ambiente da base de dados do Common Data Service. Para obter informações sobre como remover dados pessoais de uma ambiente de base de dados do Common Data Service, consulte Remoção de dados pessoais de Utilizador do Common Data Service.  

Passo 3: Exportar dados pessoais contidos em aplicações de tela criadas pelo utilizador

Portal Power Apps

Um utilizador pode exportar uma aplicação do portal Power Apps. Para obter instruções passo-a-passo sobre como exportar uma aplicação de tela, consulte Exportar uma aplicação de tela.

Centro de Administração do Power Apps

Um administrador pode exportar aplicações criadas por um utilizador a partir do Centro de administração do Power Apps seguindo estes passos:

  1. A partir Centro de administração do Power Apps, selecione cada ambiente na sua organização. Tem de ser um Administrador Global do Microsoft 365 ou um Administrador Global do Azure Active Directory para conseguir analisar todos os ambientes criados na organização.

    Página Inicial do Centro de Administração

  2. Selecione Recursos e, em seguida, selecione Aplicações.

  3. Utilizando a barra de pesquisa, procure o nome do utilizador, o que irá abrir as aplicações criadas pelo utilizador neste ambiente:

    Pesquisar aplicações

  4. Selecione Partilhar para cada uma das aplicações criadas por esse utilizador e conceda-se acesso Pode editar à aplicação:

    Selecionar Partilha de aplicação

    Conceder acesso de utilizador

  5. Depois de ter acesso a cada uma das aplicações do utilizador, pode exportar uma aplicação de tela a partir do portal Power Apps. Para obter instruções passo-a-passo sobre como exportar uma aplicação, consulte Exportar uma aplicação de tela.

Cmdlets do PowerShell para administradores

Os administradores podem exportar aplicações criadas por um utilizador utilizando a função Get-AdminApp nos cmdlets do PowerShell de Administradores do Power Apps:

Add-PowerAppsAccount
$userId = "0ecb1fcc-6782-4e46-a4c4-738c1d3accea"
Get-AdminApp -Owner $userId | ConvertTo-Json | Out-File -FilePath "UserDetails.json"

Passo 4: Exportar as permissões do utilizador para aplicações de tela

Sempre que uma aplicação é partilhada com um utilizador, o Power Apps armazena um registo denominado atribuição de funções que descreve as permissões do utilizador (CanEdite ou CanUse) na aplicação. Para mais informações, consulte Partilhar uma aplicação.

Cmdlets do PowerShell para criadores de aplicações

Os utilizadores podem exportar as atribuições de funções para todas as aplicações a que têm acesso no utilizando a função Get-PowerAppsEnvironment nos cmdlets do PowerShell do criador de Aplicações do Power Apps:

Add-PowerAppsAccount
Get-AppRoleAssignment | ConvertTo-Json | Out-File -FilePath "UserDetails.json"

Centro de Administração do Power Apps

Os administradores podem exportar atribuições de funções de aplicações para um utilizador a partir do Centro de administração do Power Apps seguindo estes passos:

  1. A partir Centro de administração do Power Apps, selecione cada ambiente na sua organização. Tem de ser um Administrador Global do Microsoft 365 ou um Administrador Global do Azure Active Directory para conseguir analisar todos os ambientes criados na organização.

    Página Inicial do Centro de Administração

  2. Para cada ambiente, selecione Recursos e, em seguida, selecione Aplicações.

  3. Selecione Partilhar para cada uma das aplicações no ambiente.

    Selecionar Partilha de aplicação

  4. Se o utilizador tiver acesso à aplicação, aceda à página Partilhar da aplicação, copie os detalhes e, em seguida, cole-os num editor de documentos, tal como o Microsoft Word.

    Página Partilhar administração da aplicação

Cmdlets do PowerShell para administradores

Os administradores podem exportar todas as atribuições de funções de aplicações para um utilizador em todas as aplicações no seu inquilino utilizando a função Get-AdminAppRoleAssignment nos cmdlets do PowerShell de Administradores do Power Apps:

Add-PowerAppsAccount
$userId = "0ecb1fcc-6782-4e46-a4c4-738c1d3accea"
Get-AdminAppRoleAssignment -UserId $userId | ConvertTo-Json | Out-File -FilePath "UserDetails.json"

Passo 5: Exportar dados pessoais contidos em ligações criadas pelo utilizador

As ligações são utilizadas em conjunto com conectores quando estabelecem ligação a outros sistemas de API e SaaS. As ligações incluem referências ao utilizador que as criou e, como resultado, podem ser eliminadas para remover quaisquer referências ao utilizador.

Cmdlets do PowerShell para criadores de aplicações

Os utilizadores podem exportar todas as ligações a que têm acesso utilizando a função Get-Connection nos cmdlets do PowerShell do criador de Aplicações Power Apps:

Add-PowerAppsAccount
Get-Connection | ConvertTo-Json | out-file -FilePath "UserDetails.json"

Cmdlets do PowerShell para administradores

Os administradores podem exportar todas as ligações criadas pelo utilizador utilizando a função Get-AdminConnection nos cmdlets do PowerShell de Administradores do Power Apps:

Add-PowerAppsAccount
$userId = "0ecb1fcc-6782-4e46-a4c4-738c1d3accea"
Get-AdminConnection -CreatedBy $userId | ConvertTo-Json | Out-File -FilePath "UserDetails.json"

Passo 6: Exportar as permissões do utilizador para ligações partilhadas

Cmdlets do PowerShell para criadores de aplicações

Os utilizadores podem exportar as atribuições de funções de ligações para todas as ligações a que têm acesso utilizando a função Get-ConnectionRoleAssignment nos cmdlets do PowerShell do criador de Aplicações do Power Apps:

Add-PowerAppsAccount
Get-ConnectionRoleAssignment | ConvertTo-Json | Out-file -FilePath "UserDetails.json"

Cmdlets do PowerShell para administradores

Os administradores podem exportar todas as atribuições de funções de ligações para um utilizador utilizando a função Get-AdminConnectionRoleAssignment nos cmdlets do PowerShell de Administração do Power Apps:

Add-PowerAppsAccount
$userId = "0ecb1fcc-6782-4e46-a4c4-738c1d3accea"
Get-AdminConnectionRoleAssignment -PrincipalObjectId $userId | ConvertTo-Json | Out-File -FilePath "UserDetails.json"

Passo 7: Exportar dados pessoais contidos em conectores personalizados criados pelo utilizador

Os Conectores Personalizados complementam os conectores de origem existentes e permitem a ligação de outros sistemas API, SaaS e personalizados.

Cmdlets do PowerShell para criadores de aplicações Power Apps

Os utilizadores podem exportar todos os conectores personalizados criados utilizando a função Get-Connector nos cmdlets do PowerShell do criador de Aplicações Power Apps:

Add-PowerAppsAccount  
Get-Connector -FilterNonCustomConnectors | ConvertTo-Json | Out-File -FilePath "UserDetails.json"

Cmdlets do PowerShell para administradores

Os administradores podem exportar todos os conectores personalizados criados por um utilizador utilizando a função Get-AdminConnector nos cmdlets do PowerShell de Administradores do Power Apps:

Add-PowerAppsAccount
$userId = "0ecb1fcc-6782-4e46-a4c4-738c1d3accea"
Get-AdminConnector -CreatedBy $userId | ConvertTo-Json | Out-File -FilePath "UserDetails.json"

Passo 8: Exportar as permissões do utilizador para conectores personalizados

Cmdlets do PowerShell para criadores de aplicações

Os utilizadores podem exportar todas as atribuições de funções de conector para os conectores personalizados a que têm acesso utilizando a função Get-ConnectorRoleAssignment nos cmdlets do PowerShell do criador de Aplicações do Power Apps:

Add-PowerAppsAccount  
Get-ConnectorRoleAssignment | ConvertTo-Json | Out-File -FilePath "UserDetails.json"

Cmdlets do PowerShell para administradores

Os administradores podem exportar todas as atribuições de conector personalizado para um utilizador utilizando a função Get-AdminConnectorRoleAssignment nos cmdlets do PowerShell de Administração do Power Apps:

Add-PowerAppsAccount
$userId = "0ecb1fcc-6782-4e46-a4c4-738c1d3accea"
Get-AdminConnectorRoleAssignment -PrincipalObjectId $userId | ConvertTo-Json | Out-File -FilePath "UserDetails.json"

Passo 9: Exportar Notificações do Power Apps, Definições de Utilizador e Definições de Aplicações de Utilizador

O Power Apps envia vários tipos de notificação aos utilizadores, incluindo o momento em que uma aplicação é partilhada com eles e quando uma operação de exportação do Common Data Service é concluída. O histórico de notificações de um utilizador é visível no portal Power Apps.

O Power Apps também armazena várias preferências de utilizador e definições diferentes que são utilizadas para proporcionar o runtime e experiências de portal do Power Apps, incluindo quando um utilizador abriu uma aplicação pela última vez, afixou uma aplicação, etc.

Cmdlets do PowerShell para criadores de aplicações

Os utilizadores podem exportar as suas próprias notificações, definições de utilizador e definições de aplicações de utilizador do Power Apps utilizando a função Get-AdminPowerAppsUserDetails nos cmdlets do PowerShell do Criador de Aplicações Power Apps:

Add-PowerAppsAccount  
Get-AdminPowerAppsUserDetails -WriteToFile -OutputFilePath "UserDetails.json"

Cmdlets do PowerShell para administradores

Os administradores podem exportar as notificações, definições de utilizador e definições de aplicações de um utilizador do Power Apps utilizando a função Get-AdminPowerAppsUserDetails nos cmdlets do PowerShell do Administrador do Power Apps:

Add-PowerAppsAccount
$userId = "0ecb1fcc-6782-4e46-a4c4-738c1d3accea"
Get-AdminPowerAppsUserDetails -WriteToFile -OutputFilePath "UserDetails.json" -UserPrincipalName name@microsoft.com

Passo 10: Exportar dados pessoais contidos no gateway armazenado pelo utilizador ou nas permissões de gateway do utilizador

Portal Power Apps

Os utilizadores podem exportar os dados pessoais armazenados no serviço do gateway a partir do portal Power Apps seguindo estes passos:

  1. A partir do portal Power Apps, no ambiente predefinido do seu inquilino, selecione Gateways e, em seguida, selecione Detalhes para cada gateway ao qual tenha acesso.

    Página de destino do gateway

  2. Na página Detalhes, se os detalhes do gateway contiverem quaisquer dados pessoais, copie os detalhes e, em seguida, cole-os num editor de documentos, tal como o Microsoft Word.

    Detalhes do gateway

  3. Selecione Partilhar, copie o conteúdo da página e, em seguida, cole-o num editor de documentos, tal como o Microsoft Word.

    Detalhes do gateway

Cmdlets do PowerShell de Gateway

Também existem cmdlets do PowerShell que lhe permitem obter, gerir e eliminar os seus gateways pessoais. Para mais informações, consulte Cmdlets de gateway no local.

Administradores

Consulte O que é um gateway de dados no local? para obter orientação sobre a gestão de gateways para a sua organização.

Passo 11: Exportar os dados pessoais do utilizador no Power Automate

As licenças do Power Apps incluem sempre capacidades do Power Automate. Para além de serem incluídas em licenças do Power Apps, o Power Automate também está disponível como um serviço autónomo. Para obter informações sobre como responder a pedidos de DSR para utilizadores que utilizam o serviço Power Automate, consulte Responder a pedidos de Direitos de Titulares de Dados de RGPD para os dados de cliente do Power Automate.

Important

Recomendamos que os administradores concluam este passo para utilizadores do Power Apps.

Passo 12: Exportar os dados pessoais do utilizador nos ambientes do Common Data Service

Qualquer pessoa com uma licença do Power Apps, desde que haja 1 GB de capacidade disponível para a base de dados do Common Data Service, pode criar ambientes e criar aplicações no Common Data Service. Isto inclui o Plano de Comunidade do Power Apps, que é uma licença gratuita que permite que os utilizadores experimentem o Common Data Service num ambiente individual. Para ver quais as capacidades do Common Data Service estão incluídas em cada licença do Power Apps, consulte Página de preços do Power Apps.

Para obter informações sobre como responder a pedidos de DSR para utilizadores que utilizam o Common Data Service, consulte Responder a pedidos de Direitos de Titulares de Dados (DSR) para os dados de cliente do Common Data Service.

Important

Recomendamos que os administradores concluam este passo para utilizadores do Power Apps.